“Definição de candidaturas vai ocorrer no momento devido”, afirma Daniel Vilela

0
8751

O deputado federal Daniel Vilela (PMDB) defendeu nesta sexta-feira, 22, maior diálogo entre os partidos da oposição antes de se tomar uma decisão sobre candidaturas majoritárias e disse que é importante analisar com cautela o cenário político para determinar a melhor estratégia. O pré-candidato a governador do PMDB tem feito um trabalho de buscar mais partidos para a aliança da oposição, inclusive da base do governo estadual.

“Precisamos daqui até o momento eleitoral estar sempre conversando, discutindo e trocando informações sobre o cenário político para que a gente tome as melhores decisões, no momento em que a legislação determina. Isto nós da oposição já estamos fazendo e temos certeza que vamos acertar”, afirmou o deputado à imprensa, ao participar da frente de serviços da Prefeitura na Região Norte de Goiânia.

O presidente do PMDB avaliou que o natural é que a oficialização dos nomes e também das alianças ocorra mais próximo às convenções partidárias, a partir de julho, quando haverá maior clareza sobre o ambiente eleitoral. “Existem várias estratégias. Tem quem acredite que é positivo definir antes, mas também tem o lado negativo. Pode ser que a decisão se mostre precipitada por alguma razão e lá na frente tenha que ser modificada, o que é um problema. O momento adequado é o do calendário eleitoral e acho muito difícil que ocorra nesta eleição de forma tão antecipada.”

O deputado disse que agora é difícil estabelecer critérios para a escolha de um único candidato de oposição e que a possibilidade de se lançar mais de um nome tem que ser considerada. “Cada eleição tem um cenário, tem uma circunstância, e num cenário de duas candidaturas é possível também a oposição sair vitoriosa. Sabemos que numa eleição é difícil estabelecer critérios de escolha (do candidato de um grupo). Posso ter 10, 20 critérios que sejam favoráveis a uma candidatura do meu partido. O outro partido pode ter 10 ou 20 critérios que favorecem seu candidato. Não é fácil conciliar, tem que haver muito diálogo”, afirmou o deputado.

“Mas o fato é que o PMDB está fazendo o dever de casa, se fortalecendo, motivando a nossa militância e nossos líderes, para que no momento oportuno tomemos nossa decisão interna. Aí depois nós vamos para o ambiente externo buscar as alianças, que são fundamentais para o sucesso eleitoral”, completou Daniel.

Para o deputado, é fato concreto que existe um clima de renovação política no Estado e que a população mostra disposição de promover uma alternância de poder, até pela incapacidade da atual gestão de cumprir seus compromissos. “O mais importante é que o cenário é muito favorável à oposição, as pesquisas têm demonstrado claramente que o goiano quer uma mudança, uma renovação. Então temos que construir um projeto focado nessa perspectiva”.

Aniversário

A frente de serviços da Prefeitura marcou também a comemoração pelo aniversário de 84 anos do prefeito Iris Rezende. Daniel Vilela chegou no início da manhã e foi recebido por Iris e auxiliares, participando do hasteamento da bandeira nacional. “Vim aqui principalmente para desejar felicidade, saúde e muitas realizações para nosso líder maior, o prefeito Iris Rezende, que completa 84 anos hoje esbanjando vigor”, disse o presidente do PMDB goiano.

No local Daniel também se encontrou com o senador Ronaldo Caiado, pré-candidato a governador pelo DEM. Foi o primeiro encontro deles desde que Caiado se afastou das atividades políticas para tratar de problemas de saúde decorrentes da queda de uma mula. Ao cumprimentar o senador, Daniel brincou com os fotógrafos que registravam o momento, perguntando se queriam também que ele desse um abraço no senador para fazer as fotos. Em seguida, Daniel abraçou Caiado, arrancando risos do democrata.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here