Auriculoterapia Chinesa é tema de capacitação para profissionais do SUS de Goiânia

0
2397
Foto internet

Para ampliar o acesso da população goianiense às chamadas Práticas Integrativas e Complementares (PICs), profissionais da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS) iniciam nesta sexta-feira, 5, uma capacitação em auriculoterapia. As aulas serão realizadas na Escola Municipal de Saúde Pública e, ao fim dos quatro módulos previstos para o curso, o serviço estará disponível nas unidades da rede de atenção primária do município.

De baixo custo e de resultados significativos, a auriculoterapia é uma terapia que consiste na estimulação de pontos específicos da orelha para aliviar dores e auxiliar no tratamento de diversos problemas físicos ou psicológicos.

“A técnica faz parte da Medicina Tradicional Chinesa e as atividades atendem aos critérios da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares instituída pelo Ministério da Saúde”, explica a coordenadora das Práticas Integrativas da Gerência de Atenção Primária da SMS, Ana Cecília Coelho.

O curso é multiprofissional e voltado para profissionais de saúde de nível superior da SMS lotados nas Equipes de Saúde da Família (ESF), nos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF) e nos Centros de Atenção Psicossocial (Caps), por exemplo. Ao todo, 35 técnicos da rede participarão das atividades.

“Foram ofertadas cinco vagas para cada um dos sete Distritos Sanitários de Goiânia”, explica a coordenadora. Entre os alunos há cinco médicos, oito enfermeiros, sete dentistas, seis farmacêuticos, três assistentes sociais, um nutricionista, quatro psicólogos e um educador físico.

Um dos pontos que contribuem para ampliar o acesso dos usuários do SUS às práticas integrativas é a capacitação e habilitação dos profissionais que atuam no sistema. Para o Ministério da Saúde, as PICs são formas de atenção humanizada e de cuidados singulares, que contribuem para se iniciar o desenho de uma nova cultura de saúde e a ampliação da oferta destas práticas na rede de saúde pública. Em vigor desde 2006, a Política Nacional foi ampliada no ano passado com a publicação da Portaria n° 145.

Com a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no SUS são contempladas as áreas de homeopatia, Medicina Tradicional Chinesa/acupuntura, medicina antroposófica, plantas medicinais e fitoterapia e termalismo social/crenoterapia, arteterapia, ayurveda, biodança, dança circular, meditação, musicoterapia, naturopatia, osteopatia, quiropraxia, reflexoterapia, reiki, shantala, terapia comunitária integrativa e yoga.

SERVIÇO

Assunto: Auriculoterapia Chinesa é tema de capacitação para profissionais do SUS de Goiânia

Datas: dias 5, 12, 19 e 26 de janeiro de 2018
Horário: das 13h30 às 17h30
Local: Escola Municipal de Saúde Pública
Endereço: Avenida T-10, n° 1.030, setor Bueno, Goiânia-GO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here