Fila do chequinho já não existe mais, afirma secretário de tecnologia

0
1473
secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia, Ricardo Deval Borges / Foto divulgação

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia, Ricardo Deval Borges, afirmou que o novo sistema de agendamentos da Central de Regulação de Vagas da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), já põe fim à fila do chamado chequinho.

A temível espera pelo documento que era emitido no começo de cada mês pela Central de Regulação, e que autorizava a realização de exames e procedimentos por parte do Sistema Único de Saúde (SUS), era uma das principais demandas da população.

Agora, o paciente já sairá do consultório ou do balcão de atendimento com o tempo de espera e posição na fila. Com isso, o usuário do SUS ganhará tempo, pois terá em mãos, data, horário e local do atendimento, o que evitará ainda grandes deslocamentos.

De acordo com Ricardo Deval, a Prefeitura vem melhorando o parque tecnológico com a aquisição de novos computadores e no prazo de 30 a 40 dias, todo o trabalho funcionará de forma coordenada.

Os servidores da saúde municipal já passaram por treinamentos e capacitação e o próximo passo é levar o mesmo modelo de atendimento a casos de urgência e emergência nas unidades de saúde. “Tivemos um período de ajustes, de toda fase de mudanças, e a população pode ter certeza da eficácia do sistema”, destaca.

O secretário ressalta que o sistema também foi pensado para resolver a demanda de atendimentos e não só trazer comodidade e organização aos pacientes. “Não existirá fila eletrônica, a oferta será muito maior que a demanda, por exemplo, na parte de exames”, conta.

Já a secretária municipal de saúde, Fátima Mrué, afirma que mesmo os pacientes do interior não irão precisar enfrentar filas e aglomeração de pessoas nos centros de saúde da Capital.

“Na chamada pactuação que existe entre os municípios, adotamos o mesmo sistema, o que muda é que o secretário da área fará o pedido e o paciente só virá no dia marcado a Goiânia”, explica a secretária.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here