Goiânia na Ponta do Lápis | Alegria e emoção

0
1787
Estudantes que ficaram em primeiro lugar das cinco diferentes categorias do concurso ganharam notebook , medalha e certificado

Realizada na manhã de quinta-feira, dia 1º, entrega de prêmios aos estudantes finalistas lotou o auditório do Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro

Fabiola Rodrigues

Escola_ed817_3
Clique aqui para ler em PDF

Realizada na manhã do dia 1º de fevereiro, no Centro Municipal de Cultura Goiânia Ouro, a grande final da 18ª edição do concurso de redação Goiânia na Ponta do Lápis foi marcada pela alegria e sentimento de felicidade estampada no rosto dos 15 estudantes finalistas. Os vencedores ganharam notebooks, smart TVs, smartphones, bolsas de estudo oferecidas pela Faculdade Sul-Americana (Fasam), além de medalhas de primeiro, segundo e terceiro lugar e certificados. O professor do aluno que ficou em primeiro lugar em cada uma das cinco categorias também ganhou um notebook.

Para prestigiar a solenidade, estiveram presentes no auditório mais de 200 pessoas entre estudantes, pais, professores e idealizadores do concurso, que assistiram a uma apresentação artística de Alexandre e Omelete contando uma história humorística de trama policial. Mais de 60 mil estudantes da rede municipal e particular participaram desta edição, cuja etapa semifinal aconteceu em novembro do ano passado com 125 alunos premiados.

Apresentação artística de Alexandre e Omelete
Apresentação artística de Alexandre e Omelete

Realizado pela Tribuna do Planalto com apoio da Secretaria Municipal de Educação (SME) há quase 20 anos, o concurso oportuniza o desenvolvimento da criatividade, leitura e escrita dos alunos. Entre as autoridades, marcaram presença o secretário de Educação de Goiânia, Marcelo Costa; o diretor pedagógico da SME, Manoel Bonfim, diretores de escolas municipais e professores; o diretor-presidente da Tribuna do Planalto, Sebastião Barbosa, repórteres e editores, além do editor-geral da Tribuna do Planalto, Vassil Oliveira.

Secretário de Educação, Marcelo Costa, acompanhado de diretores, coordenadores e professores
Secretário de Educação, Marcelo Costa, acompanhado de diretores, coordenadores e professores

“Não se ensina apenas com quadro e giz, os tempos mudaram e temos que acompanhar essas mudanças para proporcionar ao estudante aulas atrativas. Queremos alunos preparados. Acompanho o concurso há mais de 15 anos e sei que ele ajuda a contribuir com o desenvolvimento do aluno. Isso é transformador”, observou o secretário Marcelo Costa ao falar aos presentes, que elogiou o tema desta edição do concurso: “Como a internet tem interferido na relação entre as pessoas?”

Marcelo Costa fala (2)

“Acompanho o concurso há mais de 15 anos e sei que ele ajuda a contribuir com o desenvolvimento do aluno”
Marcelo Costa, secretário de Educação e Esporte de Goiânia

Ao recordar como surgiu o Caderno Escola, o jornalista Vassil Oliveira ressaltou a importância do concurso na mobilização das comunidades escolares.

“Conheço várias histórias de superação durante a trajetória do jornal, inclusive quando ele ainda se chamava Jornal da Segunda. É de extrema importância continuarmos essa caminhada juntamente com os educadores, porque ela proporciona ótimos resultados”, observou o editor geral.

É de extrema importância continuarmos essa caminhada com os educadores, porque ela proporciona ótimos resultados
Vassil Oliveira, editor da Tribuna

Centenas de pessoas, entre estudantes, professores, autoridades municipais, jornalistas participaram da final
Centenas de pessoas, entre estudantes, professores, autoridades municipais, jornalistas participaram da final

A correção das redações foi feita por uma equipe de professores da Faculdade Sul-Americana (Fasam), parceira do projeto, que selecionou os melhores textos levando em conta critérios de ortografia, concordância verbal, aspectos gramaticais, capacidade e organização do pensamento, originalidade e pertinência ao tema. As premiações foram divididas em cinco categorias, agrupando alunos do ciclo II do ensino fundamental da rede municipal, estudantes da Educação de Adolescentes e de Jovens e Adultos, alunos do 4º ao 9º ano do ensino fundamental da rede particular e estudantes do ensino médio da rede particular.

Confira as redações premiadas – Leia também: Palavras de vencedores

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here