Prefeitura de Goiânia e Sindpit-dog negociam remoção de estabelecimentos irregulares 

0
1248
Foto divulgação

A abertura de diálogo entre a Prefeitura de Goiânia e o Sindicato dos Proprietários de Pit Dogs de Goiânia (Sindpit-dog) marcou a manhã desta segunda-feira, 5, no Paço Municipal.

Uma reunião entre o titular da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia (Sedetec), Ricardo De Val Borges, e representantes da categoria estabeleceu um canal aberto para novas negociações e estudos.

O resultado do encontro foi a suspensão dos trabalhos de remoção dos pit dogs irregulares até que estejam concluídos os acordos entre as partes e análises na legislação municipal.

A medida, solicitada pelo presidente do Sindpit-dog, Ademildo Godoy, foi determinada pelo prefeito Iris Rezende, o qual ressaltou que todas as ações promovidas pelo Executivo Municipal priorizam a manutenção de uma cidade organizada, garantindo melhor qualidade de vida à população.

A aposta do secretário Ricardo De Val é na melhor resolutividade das questões que envolvem a regulamentação adequada dos estabelecimentos que estão em desacordo com a legislação vigente. Ele avalia ser esse um momento para tratativas eficazes, feitas em comum acordo.

“Acredito que será um debate profícuo e de apoio mútuo. Cumpriremos o que a lei determina com a sensibilidade que deve ser intrínseca a uma boa gestão’, afirma o gestor, complementando ainda que a Prefeitura precisa agir com responsabilidade e respeito às normas. “Mas sempre com o olhar atento às necessidades da população’.

Para o presidente do Sindpit-dog, a medida tomada pelo prefeito nesta segunda traz tranquilidade à categoria. Ele também defende que a Administração proponha uma fiscalização educativa aos proprietários de pit dog na Capital.

“Conheço a história do prefeito Iris Rezende e aguardo uma saída benéfica para o nosso segmento. Vamos esperar que o secretário Ricardo De Val possa reunir uma comissão que discuta, elabore e formalize normas satisfatórias de adequação do Código de Posturas do Município”, destaca Ademildo Godoy.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here