“Sem Zé Eliton, as coisas teriam sido mais difíceis”, diz Marconi em Valparaíso de Goiás

0
784
Fotos: Jota Eurípedes

“Sem Zé Eliton, as coisas teriam sido mais difíceis”, disse o governador Marconi Perillo na tarde desta sexta-feira (02/03) durante agenda no município de Valparaíso de Goiás, onde foram inauguradas duas novas unidades de ensino. Ele qualificou o vice-governador como “meu braço direito”. Disse, ainda, que se trata de “intelectual preparado, culto, competente, leal e amoroso para com as questões do Governo do Estado”.

Ainda de acordo com Marconi, ao entregar o governo nas mãos de Zé Eliton sabe que ele “dará sequência com muita competência a tudo que juntos construímos nos últimos anos”.

O vice-governador, por sua vez, destacou que “Marconi faz política com compreensão, com respeito, ouvindo a todos, sem bravata”. Ele pediu a Deus para que tenha “sabedoria para continuar o trabalho do governador”.

Ao entregar a Escola Padrão Século XXI – Colégio Estadual Marajó, localizada no Jardim dos Ipês, em Valparaíso de Goiás, Zé Eliton lembra que também estudou em instituição pública. “Se consegui me formar e chegar a vice-governador de Goiás, devo tudo ao estudo, à minha determinação de seguir em frente”, disse.

“Essas obras significam esperança e oportunidades para Goiás”, disse o vice-governador, durante inauguração da Escola Gildete Barreto de Lima, localizada no Bairro Ipanema, em Valparaíso de Goiás. Segundo ele, Marconi estabeleceu “uma transformação profunda na educação”.

“Quantas escolas estamos inaugurando, mas, quantas expectativas nós conseguimos atingir”, disse ao citar a valorização dos professores e os elevados investimentos na educação.

O Colégio Estadual Marajó – Padrão Século XXI, no bairro Jardim Inês, é composto por 12 salas, uma quadra poliesportiva, laboratórios de ciências e de informática, biblioteca, auditório, administração, sala dos professores e espaço para agremiação estudantil. A estrutura também é adaptada para portadores de necessidades especiais.

Fotos: Jota Eurípedes

A Escola Gildete Barreto de Lima está orçada em 1,5 milhão, possui seis salas de aulas e com modelo Educativo Rural Urbano atenderá mais de 700 alunos do 6º ao 3º ano do Ensino Médio. Além do ensino convencional, a unidade receberá estudantes do Programa de Fortalecimento do Ensino Médio Noturno.

Foram investidos R$ 4,2 milhões do Programa Goiás na Frente em um projeto arquitetônico do Colégio Estadual Marajó que chama a atenção por seu estilo arejado e inovador que propicia um ensino de excelência. Além de uma ampla área de convivência, que estimula a interação entre os alunos e professores e cria um ambiente propício aos estudos, as unidades educacionais contam com uma excelente estrutura física.

O Estado, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), está construindo 50 escolas Padrão Século XXI em 26 municípios e na capital. Mais 17 novas escolas já se encontram em processo de licitação. Com isso, o número de unidades educacionais nesse modelo arquitetônico chegará a 67 unidades. Somente em 2017 foram destinados R$ 4 bilhões para a Educação. O Governo do Estado aplicou R$ 130 milhões na aquisição de carteiras escolares.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here