Governo lança Conselho Estadual de Defesa dos Direitos Humanos

0
1078

Com intuito de fortalecer e intensificar as políticas públicas voltadas aos direitos humanos, o governador Marconi Perillo oficializou, na tarde desta segunda-feira, 19, a criação do Conselho Estadual de Direitos Humanos e Combate ao Preconceito, e empossou membros do Comitê Estadual de Prevenção e Combate à Tortura em Goiás, em solenidade no Itego em Artes Basileu França.

“É preciso combater as desigualdades com ações, não com discurso”, afirmou Marconi, em referência à criação do órgão, que vai fiscalizar e acompanhar as violações aos direitos humanos, manifestações preconceituosas e discriminatórias no Estado de Goiás; trabalhar junto às autoridades competentes denúncias e representações, e apontar intervenções aos problemas pertinentes à defesa dos direitos e garantias individuais dos cidadãos.

O comitê e o conselho são coordenados pela Secretaria Cidadã. O Conselho possui membros ligados às superintendências e gerências de políticas para mulheres, promoção da igualdade racial, diversidade sexual, direitos da criança e adolescente, da pessoa idosa e da pessoa com deficiência. Tem, ainda, representantes do Ministério Público de Goiás, Tribunal de Justiça de Goiás, e Assembleia Legislativa de Goiás, Ordem dos Advogados do Brasil – seção Goiás, dentre outros.

Durante o evento, Marconi também assinou convênio com a Fundação Banco de Olhos de Goiás (FUBOG), para investimento da ordem de R$ 4,8 milhões, do Fundo Estadual da Pessoa Idosa, para realização de exames e cirurgias oftalmológicas em pessoas idosas.

A secretária Cidadã, Onaide Santillo, destacou que, ao longo de suas gestões, Marconi tem adotado políticas públicas pioneiras para a área social. E, graças ao seu olhar sensível e visionário, revolucionou a área com programas que serviram de inspiração para o País. Ela ressaltou que foram investidos R$ 760 milhões no programa Renda Cidadã, que já beneficiou cem mil famílias desde que foi criado, em 1999.

O vice-governador Zé Eliton afirmou que os programas sociais nas gestões de Marconi são fruto de um sentimento, o de abrir portas para os goianos. “O legado que Marconi deixa aos goianos, sobretudo aos jovens, é de esperança. Esperança de que poderão estudar, de ter a oportunidade do primeiro emprego, da oferta de trabalho”, disse, direcionando-se aos beneficiários do programa Jovem Cidadão que estavam presentes no evento.

Marconi citou a criação dos programas Bolsa Universitária e Renda Cidadã, e lembrou que a UEG já formou 100 mil alunos. “Quero reiterar meu compromisso e prioridade às artes, ciência e cultura do nosso Estado. Torço muito para que vocês possam agarrar as oportunidades, estudar, trabalhar e se firmarem cidadãos de bem, ajudando na construção de um estado cada vez melhor e mais repleto de oportunidades”, disse.

O estudante Gabriel Batista discursou em nome dos colegas e agradeceu a Marconi pela criação do Jovem Cidadão. “Sou grato ao governador Marconi por esse programa. Tive essa oportunidade há quase um ano, e tem me ajudado muito”, contou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here