Lúcia Vânia visita Credeq

0
872
Foto: Divulgação

A senadora Lúcia Vânia (PSB-GO) realizou visita técnica nesta segunda-feira (19) na primeira unidade do Centro Estadual de Referência e Excelência em Dependência Química (Credeq), inaugurada em junho de 2016, em Aparecida de Goiânia, e gerida pela organização social (OS) Associação Comunidade Luz da Vida, que há duas décadas tem trabalha com o tratamento da dependência química.

A experiência do Credeq é pioneira no estado. “O governo fez um investimento há dez anos, antecipando um movimento feito no cenário nacional na discussão com comunidades terapêuticas”, explicou o diretor técnico e médico psiquiatra Tiago Oliveira.

Também acompanharam a senadora na visita o diretor geral da unidade, Cleison Rodrigues, e o diretor administrativo e financeiro, Francisco de Assis.

Lúcia Vânia levantou informações relacionadas ao processo de internação consentida, que dura cerca de 90 dias para reabilitação; ao custeio, estimado em R$ 560 pela diária de cada paciente; e à infraestrutura, que articula internação de adultos e atendimento laboratorial para todas as faixas etárias.

O Credeq desenvolve parcerias com outros órgãos, como a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), responsável por cursos de olericultura, além de atividades culturais e esportivas. “O educador físico trabalha não só o condicionamento físico, mas identifica na atividade física um fator relevante na saúde física, mental e emocional”, disse o diretor técnico.

Ao final da visita, Lúcia Vânia classificou como “excelente” o trabalho da instituição, que terá duas novas unidades a serem inauguradas, uma em Quirinópolis e outra em Goianésia, que estão com, respectivamente, 85% e 93% das obras concluídas, segundo dados do governo estadual.

Todos os atendimentos são feitos com recursos destinados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) à esfera estadual e a unidade recebe pacientes de outros estados.

Alternativa

Desde os episódios de fuga e tentativa de fuga, em janeiro, de adolescentes em conflito com a lei, no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case), a parlamentar avalia uma alternativa para garantir o propósito destas unidades, isto é, evitar a reincidência dos menores.

“É importante que haja espaços mais adequados e adaptados ao processo de recuperação dos adolescentes, principalmente dos que ainda não estejam realmente vinculados ao crime. Os prédios dos Credeqs oferecem essa estrutura e um deles poderia ser usado para receber esses jovens, proporcionando acesso a atividades esportivas e culturais. Dentro do próprio Credeq também poderia funcionar um Colégio Militar, garantindo por meio da educação que esses adolescentes saiam do mundo do crime”, estuda Lúcia Vânia.

Leia também: Credeq é inaugurado em Goianésia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here