Pesquisa do Procon Goiânia revela variação de ovos de Páscoa

0
1037
Foto: Internet

Na Páscoa, os ovos de chocolate chamam mais a atenção das crianças, porém, essa tradição pode sair mais cara no bolso do goianiense. Um levantamento dos pesquisadores do Procon Goiânia demonstra que as barras de chocolate, por terem um custo menor, são uma ótima opção para quem quer presentear sem gastar muito.

O levantamento faz parte da pesquisa que o Procon Goiânia divulga nesta terça-feira, 20, de preços dos principais produtos relacionados à Páscoa. A averiguação foi realizada entre os dias 12 e 19 de março em nove estabelecimentos comerciais da cidade. Ao todo, foram consultados os valores praticados por 47 itens, entre ovos e barras de chocolate. Foram comparados os preços de ovos considerando marcas pré-definidas comercializadas em todos os estabelecimentos pesquisados.

Entre os itens pesquisados, o ovo Diamante Negro de 300g apresentou a maior diferença percentual de preço entre um estabelecimento e outro. A variação chega a 82,23%, sendo vendido a R$ 32,87, no Tatico, e a R$ 59,90, no supermercado Moreira. Já o menor desnível proporcional é verificado no Batom Copo da Garoto de 150g, com variação de 8,75%, decorrente dos valores mínimo, de R$ 39,99, encontrado no Extra e Americana, e máximo, de R$ 43,49, no Carrefour.

O levantamento apontou ainda que os ovos continuam sendo os mais caros, devido ao seu simbolismo para a data. Trocar os ovos de chocolate por barras pode ser uma opção mais econômica. Se o consumidor abre mão dos tradicionais produtos enfeitados e dá preferência à quantidade de chocolate, a opção pode levar ao bolso uma economia significativa. Por exemplo, a barra de chocolate Diamante Negro de 90g a 135g, tem o preço médio de R$ 5,99. No entanto, o mesmo item, no formado de ovo de 300 gramas, custa R$ 45,73. Diferença de 243,56% a mais.

Outro item que chama atenção pela variação de preço é o chocolate Sonho de Valsa Lacta. O preço médio do pacote do bombom, de 1kg, pode sair a R$ 27,65 para o consumidor, e o mesmo chocolate no formato de ovo de páscoa de 330g é encontrado a um preço médio de R$ 45,08. Ou seja, uma variação de 394,04%.

Por isto, antes de comprar é importante pesquisar preços e opções com atenção, para avaliar o que cabe no bolso. Para o superintendente do Procon Goiânia, José Alício de Mesquita, a pesquisa é um importante instrumento para garantir a economia das famílias. “Além de auxiliar os consumidores no momento da compra, nosso objetivo é mostrar a importância de uma boa pesquisa e de que como isso é possível reduzir os gastos, significativamente, realizando este levantamento”, afirma.

A pesquisa completa pode ser consultada pela comunidade no site www.goiania.go.gov.br , na página do Procon. O superintendente do Procon Goiânia, José Alício de Mesquita, estará a disponível nesta quarta-feira, 21, às 8h30 , na sede do órgão, para apresentar balanço da pesquisa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here