Comurg alerta para o cuidado com os córregos da cidade

0
940
Foto: João Araújo 

O resíduo proveniente de descarte inadequado dos moradores é levado pelas águas e provoca grande prejuízo a toda população, nos 29 leitos fluviais que cortam o perímetro urbano. Um dos maiores problemas é a poluição da água, outro é a sujeira que dificulta a passagem da água, ocasionando enchentes e alagamentos.

Pesquisa divulgada pela Universidade Federal de Goiás (UFG) mostra que Goiânia corre o risco de sofrer com a escassez de água. Segundo o estudo, os cursos d´água superficiais e o lençol freático vêm sendo desgastados a tal ponto que a tão falada crise hídrica está prestes a se tornar calamidade, sobretudo em períodos de seca.

Diante do cenário, o Poder Executivo municipal tem tomado algumas medidas para preservar os recursos hídricos. Uma delas é manter uma equipe que executa diariamente a limpeza dos córregos que cortam as vias municipais. Mais de 450 mil m2 são roçados mensalmente e dezenas de toneladas de entulhos recolhidos.

Outra medida adotada pela Prefeitura, por meio da Companhia é a implantação de projetos paisagísticos que não requer irrigação em sua manutenção. O uso de pedras e madeiras, aliados as espécies de plantas perenes, tem substituídos projetos que precisam de água para mantê-los bonitos.

 Dia da Água

O objetivo desse dia é promover conscientização sobre a relevância da água para a nossa sobrevivência e de outros seres vivos. Além disso, a data é um momento para lembrar a importância do uso sustentável desse recurso e a urgente necessidade de conservação dos ambientes aquáticos, evitando poluição e contaminação.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here