Marconi vistoria construção de ponte entre Goiás e Mato Grosso

0
827
Foto: Divulgação

Acompanhado pelos prefeitos de Aragarças, José Elias (PROS), de Barra do Garças, Roberto Farias (PMDB-MT), e de Pontal do Araguaia, Gerson Rosa de Moraes (PSDB-MT), o governador Marconi Perillo afirmou neste domingo, na divisa de Goiás com o Mato Grosso, que “trabalhará intensamente” para garantir a conclusão das obras de implantação do Anel Viário do município, que beneficia diretamente a cidade goiana de Aragarças. A entrega esbarra na liberação, em território goiano, de área que pertence ao Exército para a implantação da pista de acesso à ponte sobre rio Araguaia, entre os dois Estados.

Marconi chegou no final da tarde deste domingo a Aragarças, de onde começa, nesta segunda-feira (26), rush do Goiás na Frente pela Região Oeste de Goiás, com agenda de trabalho em seis municípios. Depois de Aragarças, onde comanda agenda administrativa às 8h, o governador segue para Baliza, Bom Jardim de Goiás, Piranhas, Arenópolis e Diorama.

“Vou trabalhar intensamente para resolvermos todas as pendências necessárias para concluirmos esta obra, que é importantíssima não apenas para as economias de Barra do Garças, de Aragaraças e do Pontal do Araguaia, mas para Goiás e o Mato Grosso e para todo o Brasil Central”, disse Marconi. “Essa será uma das prioridades da minha agenda de trabalho em Brasília e aqui na região depois que eu deixar o Governo de Goiás, no dia 7”, afirmou o governador. Marconi lembrou que a deputada federal Magda Mofatto (PR-GO) e o senador Wellington Fagundes (PR-MT) também atuam pelo destravamento da obra.

“O Brasil carece de obras de integração e esta é justamente uma grande intervenção em prol da integração nacional”, afirmou o governador de Goiás. A ponte tem 241 metros de extensão e integra os 9,9 quilômetros do Anel Viário de Barra do Garças. “Vamos dialogar muito para resolver todas as pendências da obra e garantir a entrega da ponte e as vias de acesso”, reiterou.

Com a conclusão da obra, o tráfego de caminhões será desviado das áreas urbanas das duas cidades, melhorando o fluxo de mercadorias e preservando vidas. “Além do ganho econômico, vamos salvar vidas, porque o intenso tráfego de caminhões põe em risco a vida de motoristas, ciclistas e pedestres que usam as estradas federais para suas atividades cotidianas”, disse Marconi. Os prefeitos afirmaram que o apoio de Marconi “é definitivo e imprescindível” para a conclusão da obra.

Segundo o DNIT, as obras da ponte sobre o rio Araguaia, de 241 metros devem ser entregues ainda no primeiro semestre deste ano. O Anel Viário tem mais uma ponte, esta sobre o rio Garças, e o conjunto de obras vai integrar as Rodovias Federais BR-070 e 158, retirando do centro da cidade o tráfego de caminhões.

As obras estão sendo realizadas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e estão orçadas em R$ 75 milhões. O Anel Viário é considerado uma das mais importantes obras de infraestrutura da região e ganhou novo impulso ao ser incluído pelo Governo Federal, no ano passado, no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A obra, que era objeto de convênio com o Governo do Estado de Mato Grosso, foi assumida pelo DNIT.

“Com o apoio do governador Marconi Perillo damos o passo definitivo para a entrega da ponte e do anel viário. Somos extremamente gratos pelo empenho e pela disposição do governador em vir a Barra do Garças para vistoriar as obras e colaborar com as medidas para a sua conclusão”, disse o prefeito Roberto Farias.

“O apoio do nosso governador é definitivo e imprescindível para terminarmos a obra da ponte, importantíssima para Aragarças, para Barra do Garças e toda a região”, disse o prefeito de Aragarças, José Elias. “Marconi mostra sua disposição e habilidade em trabalhar por todos os municípios, não apenas os de Goiás, mas os do Brasil, como um líder do nacional e do Brasil Central”, disse.

O prefeito do município matogrossense de Pontal do Araguaia, Gerson Rosa de Moraes, disse que com o apoio do governador, “a entrega da obra está garantida”. “O governador nos disse que vai atuar pela conclusão mesmo depois de deixar o governo, ou seja, isso mostra a preocupação e o entusiasmo dele com o desenvolvimento dos municípios brasileiros”, disse Gerson.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here