Podemos anuncia apoio a Ronaldo Caiado

0
1050
Foto: Divulgação

A pré-candidatura do senador Ronaldo Caiado (Democratas) ao governo de Goiás ganhou nesta segunda-feira (02/03) o reforço do Podemos, sigla presidida em Goiás por Sandro Resende. É o 10º partido a fazer o anúncio oficial ao democrata. O apoio, que tem o aval do pré-candidato à Presidência da República Álvaro Dias, foi anunciado no escritório político do senador com a presença dos principais representantes da legenda, além de presidentes das siglas que compõem a frente Unidos para Mudar Goiás (Democratas, PSC, PMN, PMB, Patriotas, PPL, PTC, PRTB, PSDC), do suplente de senador Luiz Carlos do Carmo (MDB), do ex-deputado José Essado (MDB) e do ex-prefeito de Guapó, Luiz Juvêncio (MDB).

A entrada do Podemos no bloco foi comemorada pelo senador Ronaldo Caiado, que destacou a força política dos partidos de oposição e a capacidade deles de alavancar as candidaturas ao Senado, Câmara e governo. “Hoje a ampla maioria dos partidos de oposição está alinhada conosco. Temos avançado bastante nestes diálogos e o resultado é positivo”, avaliou ao final do evento, ressaltando ainda que conta com lideranças e representantes do PRP, PHS e MDB no projeto.

O gesto do Podemos neste momento da política estadual foi considerado de extrema relevância pelo senador. “Estamos construindo a unidade das oposições, lutando para que aquele candidato com as melhores condições tenha capacidade de se colocar com seus projetos e suas ideias. Temos de ter a responsabilidade de transformar para melhor a vida do povo goiano. Queremos que Goiás seja referência nacional na prática da boa política. Essa é a nossa luta”, afirmou ao agradecer à executiva estadual do Podemos, que também esteve representada pelo seu vice Eduardo Moura de Paula.

Em um discurso de pouco mais de 10 minutos, Sandro Resende afirmou que o Podemos, mesmo com 20 deputados federais, irá se colocar como um soldado nesta disputa. “Seremos como qualquer partido aqui. Esta campanha precisa ter mais soldados que generais. Soldados combativos. Hoje a candidatura de Ronaldo Caiado ultrapassa até mesmo ele. Ela representa a quebra da polarização em Goiás, que serviu para os interesses de A ou de B, mas não aos interesses de Goiás”, explicou.

União

Segundo o presidente do Podemos, a opção por apoiar Ronaldo Caiado é clara, mas a sigla continuará empenhada em unir a oposição por entender que é preciso angariar forças para derrotar o atual modelo de gestão.

“Precisamos de todos neste momento. Nosso adversário é poderoso e, certamente, a máquina pública será usada. Se pudéssemos nos transformar em fiscais a eleição estava ganha. Basta que a máquina pública não seja usada”, destacou. “Essa eleição vai ser dura. Índices eleitorais significam que temos um bom candidato, mas temos de trabalhar diuturnamente pela vitória”, lembrou.

Em sua fala Sandro Resende também fez questão de destacar práticas pouco republicanas do atual governo durante o processo de construção de alianças. O Podemos, segundo ele, sofreu um assédio forte inclusive com ameaças de destituição de seu comando em Goiás. Ronaldo Caiado e o deputado Daniel Vilela (MDB), relatou, foram os que se empenharam fortemente para que a direção fosse preservada. “O Podemos é um partido independente e que acredita que política se faz passo a passo, dialogando”, disse.

A meta agora é trazer mais lideranças para o projeto. Sandro Rezende contou que tem tido conversas com o ex-prefeito de Senador Canedo, Vanderlan Cardoso, e anunciou para quarta-feira (04/03) a filiação do deputado estadual José Nelto (MDB) à sigla. O passe do vereador Jorge Kajuru, hoje no PRP, também estaria sendo disputado para uma candidatura dele ao Senado.

Em sua conta no Facebook, o pré-candidato Álvaro Dias comentou o apoio e afirmou que foi a alternativa para a população. “É uma honra apoiar Ronaldo Caiado. O Podemos fez a melhor escolha, pensando em Goiás e no País”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here