Caravana Aprender+ conclui etapa de Anápolis

0
1690
Nos encontros, os estudantes têm aulas com os professores da Caravana e os docentes da escola passam por capacitação / Foto: seduce.go.gov.br

Além dessa Regional, projeto já passou por Aparecida de Goiânia, Trindade e Inhumas

A semana passada começou com uma boa notícia para os estudantes da rede pública estadual. Na segunda-feira, 16/4, a Caravana Aprender+ 2018 chegou a 100% das unidades educacionais da Coordenação Regional de Anápolis, com a distribuição gratuita do caderno Aprender+ aos alunos do Ensino Fundamental e Médio e a formação dos professores que vão atuar durante o ano no projeto.

Clique aqui para ler a matéria em PDF

Nos encontros, os alunos têm aulas com os professores da Caravana e os docentes da escola passam por uma capacitação que orienta sobre qual a melhor forma para trabalhar com o material pedagógico. Este ano, o projeto apresenta duas novidades: a possibilidade do aluno utilizar o próprio exemplar para responder os exercícios propostos – o que representa ganho de tempo e maior comodidade para estudante e professor – e o maior espaço dedicado às competências socioemocionais, conteúdo específico elaborado em parceria com o Instituto Ayrton Senna. Ao todo 10 equipes estarão percorrendo o Estado e realizando as visitas pedagógicas às escolas beneficiadas.

“Das 82 escolas da nossa Regional, que inclui Anápolis e outros 11 municípios, faltava entregar o material apenas para sete instituições e hoje concluímos esse trabalho”, comemora a coordenadora Sonja Maria Lacerda.

Durante todo o dia, as equipes da Caravana estiveram em cinco escolas de Anápolis (CEPMG Arlindo Costa e Dr. César Toledo e ainda nos colégios estaduais Plínio Jaime, Herta Layser Odwyer e Waldemar de Paula Cavalcanti) e duas de Goianápolis: C. E. José Resio e C. E. Benedita Brita de Andrade.

No CEPMG Arlindo Costa, que possui 1.090 alunos de Ensino Fundamental e Médio, o tenente-coronel Edival Soares Batista, diretor da instituição, diz que o Aprender+ é uma experiência ímpar porque reúne todas as informações necessárias para que o aluno esteja bem preparado na hora de participar das avaliações internas (Avaliação Dirigida Amostral/ADA) e externas, como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

“Foi uma iniciativa muito boa da Seduce. São cadernos muito bem pensados e elaborados de forma a ajudar o aluno a ler, a compreender, a sintetizar e a solucionar os problemas propostos. Também é um material de suporte muito importante para os professores”, acrescenta o diretor.

Em outra unidade visitada, o C. E. Herta Laser Odwyer, a aprovação dos alunos era visível. Ana Vitória da Silva Santos, 16 anos, do 2º ano do Ensino Médio, conta que gostou muito do material porque ele traz diversos exercícios de fixação que ajudam na assimilação dos conteúdos aprendidos em sala de aula. Para ela, outra vantagem é perceber onde ela está tendo mais dificuldade e poder recorrer à ajuda do professor.

Amanda Gonçalves de Oliveira, 15, aluna do 1º ano, concorda com a colega de escola. Aluna da rede municipal de outra cidade até o ano passado, a jovem diz que os cadernos do Aprender+ estão contribuindo como um reforço importante, especialmente em Língua Portuguesa.

Representantes de sala (1º ano C), Rian Dias Ferreira, 17, e Ygor Pereira Oliveira, 15, elogiam a possibilidade dos alunos poderem resolver os exercícios no próprio caderno e ainda levarem os exemplares para casa. “Esse material é um complemento importante para tudo aso que aprendemos nos livros didáticos e com o professor em sala de aula”, acrescenta Rian.

Ferramenta didática

Já no C. E. Waldemar de Paula Cavalcante, no Bairro das Bandeiras, a Caravana Aprender+ 2018 foi recebida com entusiasmo pela comunidade educacional. A diretora Carmelita Almeida de Oliveira destaca que os cadernos significam uma ferramenta didática de grande valor nas mãos dos professores e um subsídio importante para reforçar o conhecimento dos alunos.

Coordenadora pedagógica de manhã e professora do 8º e 9º anos do Ensino Fundamental à tarde, a professora de Língua Portuguesa Eliana Maria de Alcântara afirma que utiliza o material como suporte pedagógico em sala de aula. Segundo ela, agradou muito os estudantes o fato dos cadernos este ano serem individualizados, o que tornou possível ao estudante responder os exercícios nos próprios exemplares.

Durante visita ao colégio, acompanhando a equipe da Caravana Aprender+, a coordenadora regional Sonja Maria Lacerda ressaltou para os estudantes o quanto eles eram privilegiados por terem acesso a um material tão rico e significativo. “Nas mãos de vocês, esse material didático complementar é importante para aumentar as suas possibilidades por meio de novas estratégias de aprendizagem”.

Treinamento e orientação

Projeto visa ampliar e sistematizar conhecimentos / Foto: seduce.go.gov.br

Lançada no dia 6 de março deste ano no Goiânia Arena, durante o evento Goiás – Educação Inovadora, a Caravana Aprender+ 2018 tem a meta de alcançar 429 unidades escolares, beneficiando cerca de 450 mil alunos do Ensino Fundamental (5º, 6º, 7º, 8º e 9º) e dos três anos do Ensino Médio. Terão acesso ao material didático complementar gratuito todas as escolas com mais de 400 alunos matriculados.

Em 2018, a Caravana Aprender+ iniciou suas atividades no dia 12 de março pela Regional de Rio Verde. No dia 20 de março passou pela Crece de Aparecida de Goiânia e posteriormente pelas Regionais de Trindade e Inhumas. Na quarta-feira, 18/04, o trabalho foi realizado nas regionais de Piracanjuba, Bela Vista e Silvânia e, na quinta e sexta, 19 e 20/4, passaram por Goianésia e Jaraguá, respectivamente. A meta é fechar 100% das unidades educacionais foco do projeto até o final do mês de junho.

450 mil alunos
É a meta da Caravana Aprender+ 2018, lançada 6 de março deste ano no Goiânia Arena, durante o evento Goiás – Educação Inovadora

O Aprender+ foi lançado em fevereiro de 2017, quando foram entregues gratuitamente 474 mil exemplares do caderno de atividades complementar. O projeto foi idealizado pelo secretário em exercício da Seduce, Marcos das Neves, à época superintendente Executivo de Educação, e pela ex-secretária Raquel Teixeira, sendo o principal legado dela à frente da Seduce nesta gestão.

Criado com o objetivo de ampliar e sistematizar os conhecimentos em Língua Portuguesa e Matemática, o Aprender+ também dedicou uma parte às competências socioemocionais. Esse conteúdo específico foi elaborado em parceria com o Instituto Ayrton Senna.

O caderno de atividades é distribuído bimestralmente, de forma gratuita, a professores e alunos. Durante o ano passado, a Caravana Aprender+, além de visitas pedagógicas, incluiu outra iniciativa não menos importante, que foi o Enem Express Móvel. As duas ações alcançaram 203.900 alunos do 5º e 9º ano do Ensino Fundamental e da 3ª série do Ensino Médio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here