“É hora de acabar com a política do atraso em Goiás”, diz Daniel Vilela

0
2018
Foto: Divulgação

Ao dar posse à nova comissão provisória do MDB de Turvânia, o pré-candidato a governador do partido, Daniel Vilela, afirmou que está na hora de Goiás deixar a política do atraso e enfatizou que somente o MDB tem credibilidade e capacidade de representar a renovação política para o Estado.

“Chegou a hora de termos em Goiás uma nova prática política, que deixe de lado a ocupação dos cargos públicos apenas pensando em alianças políticas e eleitorais. Temos que deixar de lado essa prática política cujo primeiro ato do atual governador é nomear o cunhado do ex-governador para um cargo vitalício”, disse, referindo-se a Sérgio Cardoso, cunhado do ex-governador Marconi Perillo, que foi nomeado pelo atual governador, José Eliton, para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM).

O pré-candidato lembrou que o MDB sempre fez oposição ao atual governo do Estado e que o governador José Eliton cometeu um ato falho ao dizer na sua posse na Assembleia Legislativa que representava a mudança em Goiás. “Ele já iniciou o mandato omitindo que faz parte de um grupo político que está no poder há 20 anos, do qual foi vice-governador. Ou seja, ele admite o cansaço dos goianos com seu grupo político e tenta enganar os goianos buscando para si algo que ele não representa.”

Daniel concluiu dizendo que, no entanto, Goiás não pode retroceder e voltar uma política de poucos resultados. “Precisamos ter novas pessoas no governo, com credibilidade, competência e decência para promover os avanços que Goiás precisa. E dos pré-candidatos colocados, somente nós temos a credibilidade e a legitimidade de propor algo novo, diferente do que temos agora”, afirmou.

A reunião para dar posse a nova comissão provisória, presidida pelo suplente de vereador Isaltino Pereira, acabou se tornando um grande ato político com a presença de cerca de 200 lideranças de cinco partidos, além do MDB (DEM, PDT, PSD, PRTB e SD), entre prefeitos, ex-prefeitos, deputados e pré-candidatos a deputado e ao Senado.

“É um momento novo para o MDB de Turvânia, que agora tem que olhar para frente e, com muita lealdade e companheirismo, vamos construir um projeto vitorioso para Goiás”, afirmou Isaltino. O deputado estadual Wagner Siqueira afirmou que vê um cenário favorável ao partido e disse que a mobilização em Turvânia comprova isso. “Quando perguntam se o Daniel vai ganhar eleição, eu sempre respondo: o Daniel não, mas todos nós do MDB, juntos”.

Maguito

O ex-governador Maguito Vilela também reforçou o discurso de que Daniel representa a mudança legítima e disse que os demais pré-candidatos não oferecem condições de encampar esta bandeira “Os demais nomes colocados ou estavam no governo até poucos dias atrás ou representam hoje a continuidade desta gestão que não oferece mais condições de resolver os problemas que vivemos atualmente”, afirmou Maguito. “Eles tiveram nos últimos anos a oportunidade de mostrar serviço e não o fizeram a contento.”

Pré-candidato ao Senado, Agenor Mariano, afirmou que o MDB tem força e capacidade comprovada de enfrentar os atuais desafios vividos pelo Estado. “Temos história e temos qualificação para mais uma vez colocar Goiás na ponta do desenvolvimento nacional.”

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here