Blitz educativa abre campanha Maio Amarelo em Goiânia

0
1337

A Secretaria Municipal de Trânsito de Goiânia (SMT) lança na manhã desta quinta-feira, 03, uma ação integrada do Movimento Maio Amarelo. Em sua 5ª edição, a proposta visa fomentar discussões e atitudes voltadas para a segurança no trânsito. No evento o secretário municipal Fernando Santana, agentes da SMT e integrantes de outros órgãos vão abrir o mês de campanha com uma blitz educativa na GO-070.

A atividade será realizada das 8 às 10 horas e inclui abordagem de condutores no local, com entrega de materiais e conscientização para um trânsito mais seguro. Além da SMT, integram a ação o Observatório da Saúde do Estado, Detran de Goiás, Tribunal Regional Federal, Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal, Universidade Estadual de Goiás, Hospital de Urgências Governador Otávio Lage (Hugol) e outros parceiros.

De acordo com o gerente de Educação de Trânsito da SMT, Horácio Ferreira, a prefeitura prepara as próximas ações da campanha Maio Amarelo, com participação de outras pastas da administração municipal e entidades parceiras. “A cada ano, o Movimento Maio Amarelo se fortalece com a integração de órgãos públicos e entidades ligadas ao trânsito e transportes, além da iniciativa privada”, comemora Horácio.

O gerente explica que essa ampla e crescente adesão é fundamental para o sucesso do movimento. “O principal objetivo da campanha é despertar, no maior número de pessoas possível, a necessidade de cada um refletir sobre seu comportamento no trânsito, seja como pedestre, ciclista ou condutor de veículo automotor. É fazer com que cada usuário tenha a consciência de que atitudes corretas evitam acidentes e, consequentemente, mortes no trânsito”, enfatiza.

Movimento Maio Amarelo 

O Movimento Maio Amarelo está em sua 5ª edição e trabalha, neste ano, com o mote “Nós somos o trânsito”. O objetivo é fomentar na sociedade discussões e atitudes voltadas à necessidade urgente da redução do número de mortes e feridos graves no trânsito.

De acordo com o Observatório Nacional de Segurança Viária, os acidentes são consequência de escolhas inadequadas e arriscadas, sendo a maioria deles causada por imprudência e desatenção.

Segundo dados do Sistema de Informação Sobre Mortalidade, do Ministério da Saúde, os óbitos por acidentes de transporte terrestre tiveram redução de 18% no ano de 2015 em Goiânia, em relação ao ano anterior, passando de 350 registros para 287. Apesar da diminuição, a série histórica analisada de 2011 a 2015, em Goiás e na capital goiana, revela uma tendência de crescimento anual das mortes em decorrência do trânsito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here