Daniel Vilela critica ausência de cursos de Agronomia e Veterinária nas UEGs da Região Norte

0
760
Foto: Divulgação

Pré-candidato ao governo de Goiás pelo MDB, o deputado federal Daniel Vilela falou neste sábado (5), em Porangatu, sobre as necessidades da Região Norte e qual é a contribuição que o governo do Estado pode dar para o desenvolvimento da região. “Educação voltada para a vocação econômica local e avanço logístico são duas das principais demandas”, avalia. O parlamentar lamentou o fato do Norte goiano, forte na pecuária e com potencial para expandir a agricultura, não tenha nenhum curso de veterinária ou agronomia nas unidades da Universidade Estadual de Goiás (UEG).

Daniel e os pré-candidatos ao Senado pelo MDB, Pedro Chaves e Agenor Mariano, e o vereador Clécio Alves, pré-candidato a deputado estadual, participaram de evento organizado pelo Sebrae e pelo Líder, um grupo de lideranças locais que trabalha pelo desenvolvimento regional. “É disso que Goiás precisa: da união entre o setor produtivo e o poder público para definir as estratégias e trabalhar em conjunto por melhorias, sempre em busca da vocação econômica de cada região.”

O grupo coordenado pelo Sebrae identificou as seguintes vocações para a região: agronegócio, mineração, turismo e geografia. A partir deste diagnóstico, continuarão trabalhando para induzir o crescimento da região. “Nos colocamos à disposição para contribuir e trocamos ideias que enriquecerão nosso plano de governo”, afirma Daniel.

Um dos objetivos do grupo de trabalho é atrair faculdades de áreas que se identifiquem com a vocação econômica da região. “É um absurdo que numa região com forte vocação para o agronegócio a UEG não ofereça cursos de agronomia e veterinária. Aliás, só Ipameri, Posse e Palmeiras têm agronomia. Veterinária, só em São Luiz de Montes Belos. Isso é ignorar a vocação econômica de Goiás, e o Norte é uma das regiões mais afetadas por essa falta de planejamento estratégico do governo estadual”, critica o pré-candidato.

A logística, pela localização privilegiada, é  tida como um dos principais ativos da região. “Por isso é necessário fazer com que a Ferrovia Norte-Sul funcione, além de trabalhar pela duplicação da BR-153, primeiramente nos municípios, em seguida em todo o trajeto”, afirma o parlamentar, que tem cobrado da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) soluções para os gargalos da região.

O presidente do Sebrae Goiás, Igor Montenegro, reconheceu a atuação de Daniel Vilela pelo empreendedorismo em Goiás e parabenizou o deputado pelas conquistas para o Estado. “Daniel Vilela é um jovem político que em pouco tempo de atividade já ocupa um posto importantíssimo no cenário nacional”, disse, em referência à presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), a mais importante da Câmara dos Deputados.

Ex-prefeito de Porangatu, Eronildo Valadares afirmou que o sentimento de renovação é forte na região e Daniel é quem melhor representa esse desejo: “A população daqui sabe que o governo estadual poderia ter feito mais pelo Norte Goiano, e agora deposita suas esperanças em algo novo e que seja o oposto do que temos hoje. É Daniel quem personifica esse sentimento.”

Presidente do MDB em Goiás, Daniel aproveitou a visita para fazer reuniões políticas com membros da legenda e de potenciais siglas aliadas. “Estamos trabalhando para construir um projeto de renovação política e administrativa para Goiás, sem tempo para picuinhas e politicagens. A população espera por resultados e é isso que estamos buscando.”

Participaram das reuniões o vereador de Goiânia e pré-candidato a deputado estadual, Clecio Alves, os pre-candidatos ao Senado, Pedro Chaves e Agenor Mariano, e membros do MDB de Uruaçu e Mara Rosa.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here