EAD abre as portas para o mundo do trabalho

0
1554
Clique aqui para ler a matéria em PDF

Fabiola Rodrigues

Com dificuldade financeira para custear formação, jovens encontram nos cursos técnicos a distância solução para qualificação profissional

Conquistar seu espaço no mercado de trabalho é um dos maiores desafios para jovens e adolescentes. Para conseguir o esperado primeiro emprego, estar capacitado para a vaga é um dos pré-requisitos. Nessa hora, todo conhecimento e experiência mínima que seja podem se tornar o diferencial. Uma das opções disponíveis, os cursos técnicos a distância não param de crescer. Aliar a tecnologia à educação se tornou uma forma de dar oportunidade para profissionalizar estudantes, especialmente aqueles que não teriam condição de custear outro tipo de curso. Para esses, o aprendizado à distância é a ponte para o sonhado emprego.

Quando ficou desempregada por dois anos entre 2015 e 2016, Mellanny Gomes Santana, de 26 anos, se despertou para a importância de ter uma formação e, devido à baixa renda financeira, ela encontrou no Ensino a Distância (EAD) um caminho para sua qualificação. A história dela e semelhante à de milhares de jovens que conseguem espaço no mercado de trabalho apostando na qualificação.

Cansada de procurar e não encontrar uma colocação no mercado, decidiu se profissionalizar. Moradora da cidade de Palmeiras de Goiás, ela está fazendo o Curso Técnico de Administração oferecido a distância pelo Instituto Tecnológico do Estado de Goiás (Itego). E ela escolheu um curso técnico porque percebeu que as empresas estão preferindo pessoas que tenham qualificação específica. Ela distribuía currículo, mas não era chamada porque não possuía boa qualificação.

“Fiquei esse período procurando por um curso técnico, porém todos os que eu encontrava eram pagos e para uma pessoa de pouca renda familiar, sem emprego, não poderia manter nenhum curso. Foi então que abriu o Itego na minha cidade e hoje faço o curso gratuitamente”, conta.

E ela realmente tem razão, pois os cursos a distância apresentam várias vantagens, como flexibilidade de horários de estudo, com possibilidade de estudar de qualquer lugar com acesso à internet. E o principal: em muitos casos, podem ser feitos com pouquíssimos gastos, pois não tem deslocamento diário pra escola e, no caso dos Itegos, não há custo de mensalidade.

EMPREGABILIDADE

Mellanny Gomes Santana: “O curso que estou fazendo me ajudou a ter um diferencial para atuar no mercado de trabalho”

Mellany ainda não concluiu o curso, mas já conseguiu emprego na área de atuação, na Prefeitura de Palmeias de Goiás. Ela pretende tornar-se uma profissional completa e, mesmo os estudos sendo a distância, ela não vê empecilho para ter contato com os professores e colegas virtualmente.

Os cursos técnicos e profissionalizantes têm sido uma mão na roda para os jovens que procuram qualificação. Nesse contexto, o ensino a distância é mais uma oportunidade para quem precisa se preparar.

“O EAD tem crescido de forma expressiva. Vivemos dias onde o tempo e espaço das pessoas são muito variados. A educação regular se adéqua ao jovem que está na idade própria que precisa da educação básica, mas o EAD democratiza o acesso, ele viabiliza essas condições de alcance aos estudos para todos e vem para flexibilizar esse modelo de relação entre o professor e o conhecimento”, frisa José Teodoro Coelho, diretor de cursos a distância da Secretaria de Desenvolvimento (SED).

Coordenador da parte pedagógica do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), Teodoro afirma que atualmente é impossível falar de educação sem mencionar a modalidade a distância, especialmente pelo aspecto de democratização que esse tipo de ensino traz consigo.

Quanto à qualidade do aprendizado, Teodoro observa que o jovem que se forma pelo curso a distância se qualifica tão ou melhor que aquele que vai diariamente à escola, desde que, evidentemente, haja interesse e dedicação. Na educação a distância, o estudante se torna o responsável pela gestão de seu aprendizado, portanto, precisa saber gerir seu tempo e espaço, definir bem onde e como estudará. Precisa separar um tempo todos os dias para acessar a plataforma e fazer leituras mais detalhadas dos conteúdos.

“Os cursos técnicos a distância são uma boa opção para formação e quem faz um curso técnico tem uma possibilidade acima de 85% de ser empregado”, José Teodoro Coelho

Estudar por meio virtual portanto exige maior disciplina com horários, pois o contato com professores, tutores e orientadores ocorre de modo diferente da escola tradicional. No EAD, as dúvidas são sanadas por meio de fóruns e chats, por e-mail, o que não impossibilita o aprendizado e muitas vezes melhora a qualidade, já que é comum a utilização de recursos multimídia, que enriquecem o conhecimento.

Estudante deve ter interesse e dedicação

Diretor de cursos EAD da SED, José Teodoro Coelho: “Atualmente é impossível falar de educação sem mencionar a modalidade a distância”. / Mônica Salvador

José Teodoro lembra que até pouco tempo existia preconceito em relação ao ensino a distância, por acreditar-se que devido ao curso não ser presencial, não atingira suas finalidades, mas avaliações do governo federal dos cursos realizados a distância mostram que os alunos desta modalidade apresentam rendimento igual ou superior aos estudantes do ensino presencial.

“Essa modalidade de ensino é perfeitamente possível de ser aplicada para qualquer pessoa, desde que ela tenha boa vontade, interesse, dedicação e objetivo claro”, frisa o diretor.

A escolha por fazer um curso técnico além de ser uma tendência está em alta. Além de evitar deslocamentos diários até a escola, geralmente o caminho para a formação é mais curto e muita vezes pode garantir chance de emprego mais rapidamente.

“Os cursos técnicos a distância são uma boa opção para formação e quem faz um curso técnico tem uma possibilidade acima de 85% de ser empregado. Hoje a demanda por profissionais técnicos é muito grande. A formação técnica e uma solução para a questão da eficiência e produtividade dentro das empresas, além de ser um meio de formação mais acessível para muitos jovens”, diz José Teodoro Coelho.

Estado oferece formação gratuita

O Governo do Estado de Goiás disponibiliza uma série de condições para que a pessoa interessada se qualifique, seja por curso técnico de nível médio ou nível superior tecnológico. Há cursos presenciais e a distância nos Institutos Tecnológicos do Estado de Goiás (Itego) e também por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), em parceria com o Estado e prefeituras. Para fazer algum dos inúmeros cursos oferecidos na rede estadual, presencial ou a distância, o interessado deve acessar o site www.ead.go.gov.br, o preenchimento das vagas acontece por meio de processo seletivo. Todos que tiverem o perfil esperado para fazer os cursos propostos podem se candidatar sem custo algum.

Professores gravam em estúdio videoaulas, rodas de debates e aulas interativas para auxiliar o estudante a compreender o conteúdo da plataforma.

Atualmente 11 cursos técnicos estão sendo oferecidos na modalidade Ensino a Distância pela rede Itego e a previsão é de que no segundo semestre esse número seja ampliado para 25. O jovem que procura por oportunidade deve ficar atento e acessar rotineiramente os sites dos Itegos para não perder as oportunidades. Já os cursos do Pronatec são oferecidos de acordo com a necessidade de formação profissional de cada município, portanto o interessado deve procurar cursos em sites institucionais de órgãos e escolas profissionalizantes estaduais e municipais.

Supervisora Pedagógica de EAD, Denise Cristina de Oliveira: “Hoje há inúmeras maneiras de aprender”.

Os cursos rápidos de capacitação são reconhecidos por certificado e os cursos técnicos de nível médio e cursos superiores tecnólogos têm diploma com validade em nível nacional, como os presenciais, reconhecido pelo Ministério da Educação.

“Hoje existem inúmeras maneiras de aprender, mas o estudante deve pesquisar antes de escolher qualquer curso, seja ele rápido de qualificação, técnico, superior. Os oferecidos online requerem maior disciplina, porém a formação de qualidade é garantida. Pesquisar antes nas plataformas sobre os cursos é uma ótima opção. É importante saber como a jornada estudantil será trilhada”, observa Denise Cristina Oliveira, supervisora Pedagógica de EAD.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here