“O momento é de defender a democracia”, afirma Ronaldo Caiado

0
1748
Foto: Divulgação

O senador Ronaldo Caiado (Democratas) participou da missa de Corpus Christi, celebrada nesta quinta-feira (31/05), na Praça Cívica, marco zero de Goiânia, acompanhado de sua esposa Gracinha Caiado, do deputado federal Delegado Waldir (PSL) e do deputado estadual Dr. Antônio (Democratas). Na ocasião, o senador se encontrou com a senadora Lúcia Vânia (PSB), com os deputados Humberto Aidar (MDB) e Francisco Júnior (PSD).

Importante evento do calendário católico e ato de fé que o senador democrata faz questão de seguir. “A missa de Corpus Christi é um momento que reservo para refletir e reavaliar a espiritualidade. O momento da eucaristia, é a oportunidade de pregarmos e convivermos a união, com o amor ao próximo e cada vez mais pensar na vida com espírito público”, disse.

O arcebispo de Goiânia, Dom Washington Cruz, fez questão de dar recado aos católicos sobre a crise política e institucional vivida pelo Brasil. “Longe de nós a ruptura do estado de direito e pela defesa das eleições livres”, frisou Dom Washington, que também criticou a corrupção, a violência, a destruição do meio ambiente e  economia acima dos interesses do Estado e dos cidadãos. Sim Washington ainda criticou as chamadas “fake news”, notícias falsas e distorcidas que, na visão do religioso, podem destruir vidas.

Ronaldo Caiado ressaltou que, apesar da crise nas instituições públicas, é preciso reforçar a crença no espírito público e nos políticos que possuem propostas para mudar a realidade de nosso estado e de nosso país, rejeitando enfaticamente qualquer possibilidade de ruptura democrática.

Para o deputado Delegado Waldir, o arcebispo cobrou dos católicos da Grande Goiânia uma maior proximidade com os templos localizados próximos às suas casas e também com os ensinamentos de Deus, eternizados na Bíblia Sagrada. “Senti que dom Washington aproveitou esta oportunidade para dar um bom “puxão de orelha” nos fieis”, completou.

Dr. Antônio, por sua vez, destacou que Dom Washington aproveitou sua influência como líder religioso da Grande Goiânia para criticar religiosos que agem como “popstars”, criando culto à personalidade, enquanto a fé em Deus deve ser o único motivo da atenção dos fiéis. “Acho que o arcebispo está preocupado com quem deseja se tornar mais importante que a própria palavra de Deus”, pontuou.

Greve dos caminhoneiros

Arrefecida após quase duas semanas de mobilização, a greve dos caminhoneiros também foi lembrada por Dom Washington Cruz, que destacou a importância dos profissionais para o transporte de mantimentos e suprimentos fundamentais para o dia a dia das pessoas e as dificuldades que eles enfrentam nas estradas, especialmente quanto à violência nas estradas, tanto no trânsito quanto no roubo de cargas e de caminhões.

Ronaldo Caiado reiterou apoio à manifestação dos caminhoneiros, rememorando que aqueles que são autônomos foram induzidos a entrar no segmento dentro das políticas de incentivo de aquisição de veículos dos governos Lula e Dilma e que hoje não conseguem uma remuneração digna do esforço.

“Quero reverenciar os caminhoneiros, que tiveram a coragem de dizer que o rei está nu e que a população precisa refletir e não mais aceitar qualquer aumento da carga tributária, especialmente no Estado de Goiás, com as indústrias das multas, do emplacamento, da luz, da água, do gás e dos combustíveis, para termos que arcar com a estrutura de poder, cada vez mais cara. Esta foi a primeira estrutura de mobilização”, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here