Na Suíça, Rede Pró-Aprendiz participa de encontro de preparação para o G20

0
447
Foto: Internet

O aumento do investimento em educação e o incremento de políticas que contribuam para a qualificação do jovem e sua inserção no mercado de trabalho. Estes foram alguns dos pontos abordados pelo Grupo de Trabalho, Educação, Emprego e Inclusão do Civil 20 (C-20), que se reuniu em Genebra, na Suíça, nos dias 11, 12 e 13, em evento de preparação para o G20, encontro dos 20 países mais desenvolvidos do mundo, que será realizado em novembro, em Buenos Aires, Argentina.

Foto: Divulgação

O superintendente da Rede Pró-Aprendiz, Valdinei Valério, participou do encontro, também representando a Liga IberoAmericana de Organizações da Sociedade Civil. Também esteve presente a Fundacion (SES), da Argentina. Na reunião, os participantes elaboraram um documento que levanta como principal bandeira o quarto objetivo dos “Objetivos de Desenvolvimento Sustentável” (ODS) das Nações Unidas: “garantir uma educação inclusiva e equitativa de qualidade e promover oportunidades de aprendizagem permanente a todos”.

O documento produzido pelos participantes destaca que, para alcançar esse objetivo, é preciso que os países se comprometam a investir ao menos de 15 a 20% do gasto público e entre 4 e 6% do PIB para a educação. Para isso, é preciso aperfeiçoar a arrecadação, criar incentivos para melhorar a governança, fortalecer os canais de representação política e reduzir a corrupção.

“Acreditamos que a única maneira prática e realista para os países lidarem com essas pressões sobre os orçamentos do governo é maximizar as receitas disponíveis através da criação de sistemas fiscais progressivos e ampliados. Neste sentido, colocamos ênfase especial nos recursos que os Estados perdem através de diferentes canais, como a evasão fiscal ou privilégios fiscais”, traz o documento.

Foto: Divulgação

O texto também destaca a necessidade de que a escola inclua políticas para facilitar a transição do jovem para o mercado de trabalho. “O sistema educacional deve prever o acompanhamento de projetos de formação ocupacional no âmbito do projeto de vida que cada jovem escolhe”, alerta.

Rede Pró-Aprendiz

A Rede Pró-Aprendiz é uma aliança nacional que, por meio de parcerias, fortalece o desenvolvimento socioeconômico e promove a inserção de jovens no mundo do trabalho a partir de programas de Socioaprendizagem. Essa política para a juventude tem ganhado força nos países em desenvolvimento especialmente devido a vulnerabilidade dos jovens, que estão cada vez mais expostos a escalada da violência.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here