Entrevista | “Vou trabalhar por Goiás, mas Goiás, para mim, vai começar em Senador Canedo”

0
550
Foto: Divulgação

Fagner Pinho e Vassil Oliveira

Dono da casa que foi o centro das atenções durante a CPMI do Cachoeira, porque pertenceu ao ex-governador Marconi Perillo, o empresário Walter Paulo, vice-prefeito de Senador Canedo, se prepara para o segundo teste das urnas, agora diretamente, como candidato a deputado federal. Por ora, é pré-candidato. Sua bandeira, diz nesta entrevista à Tribuna, é a educação. Criador da Faculdade Padrão, ele pretende trazer para o Estado o excelência que marca a educação de outro país, o Canadá.

Tribuna do Planalto: O Sr. foi candidato outras vezes. Por que se candidatar a vice-prefeito em Senador Canedo?

Walter Paulo:  Porque aqui tinha uma pessoa amiga, que queria se candidatar a prefeito (Divino Lemes, atual prefeito), e dei uma força para ele. Agora sou pré-candidato a deputado federal. Senador Canedo tem hoje uma população de mais de 120 mil pessoas e nunca teve um deputado federal que saísse daqui. E eu moro aqui e gostaria de ser o deputado de Senador Canedo.

Qual a maior demanda da cidade?

Senador Canedo tem melhorado bastante, mas o que mais chama atenção aqui é a falta de moradia para as pessoas, e a necessidade de mais empregos. As pessoas vêm para cá com vontade de trabalhar, ter sua casa, e nesse caso melhor seria que tivéssemos um representante na Câmara para ajudar, para trazer recursos.

Estes dois pontos seriam seu principal foco de ação?

Sim, mas a principal bandeira, tenho já há muito tempo, é a educação. Fui o primeiro a criar uma faculdade no interior do Estado, porque antigamente só tinha duas, a Federal e a Católica em Goiânia. Comecei a criar faculdades boas, todas com cursos bons, principalmente o curso de Direito. Comecei em 85, com a Faculdade de Anicuns, e ela está lá até hoje. Depois veio a de Gurupi (agora Tocantins), que também está lá até hoje, inclusive com o curso de Medicina, que funciona muito bem. Criamos ainda faculdades em Quirinópolis, Aparecida de Goiânia, Novo Horizonte, Goiânia. Então, esta é minha bandeira, a educação. Tenho falado que, por intermédio da educação, temos condições de consertar o Brasil. E teria que ser exclusivamente por intermédio da educação, essa é minha opinião. Estamos vendo, inclusive pesquisando no restante do mundo, práticas positivas na área. Descobrimos, por exemplo, que o Canadá tem a melhor educação do mundo. E já estamos negociando com eles para trazer para cá a experiência deles. Vamos trazer para cá o método de trabalho e de ensino do Canadá.

“Porque alguém me prejudicou? Não sei. Sou muito religioso, esperei passar quatro anos e hoje estou aqui como pré-candidato”

O objetivo é oferecer o curso para professores e alunos?

É dar curso, qualificação de dois, três meses, para ensinar o método do Canadá. Estou vendo os métodos de outros países também.

O que mais o motiva a ir para a Câmara?

Poder fazer alguma coisa boa para o povo do meu Estado.

Há quatro anos o senhor tentou uma vaga para a Câmara dos Deputados, mas sua candidatura foi indeferida, em um processo que mostrou problemas internos, no seu partido à época.  Restou alguma mágoa?

Mágoa, não. Mas realmente aquilo fez com que eu voltasse com mais vontade de vencer e de trabalhar. Porque alguém me prejudicou? Não sei. Sou muito religioso, esperei passar quatro anos e hoje estou aqui como pré-candidato, com vontade de ganhar, de vencer mesmo, para fazer alguma coisa boa. Essa alguma coisa boa, o principal é na área da educação.

Como é a relação do Sr. com o prefeito Divino Lemes?

Ele vai ajudar na sua campanha? Eu gosto muito do Divino. Não sei como será a ajuda dele, porém espero que ele me ajude conforme eu o ajudei. Porque eu serei o candidato da cidade. Vou trabalhar por Goiás, mas Goiás, para mim, vai começar aqui em Senador Canedo, que é onde eu moro, onde está a minha família. Espero que ele me ajude, faça um bom trabalho.

Ele foi anunciado como coordenador de campanha. Tem feito esse trabalho?

Acho que ele está esperando um pouquinho para começar a trabalhar, porque é um homem de garra, todo mundo sabe disso, é um homem em quem a gente pode confiar. Tanto é assim que vim para cá e consegui fazer um bom trabalho para elegê-lo. Chegando a hora certa, que deve ser no próximo mês, esperamos dele um bom trabalho. Como disse, saber trabalhar, ele sabe. Digo que, fazendo um bom trabalho para minha candidatura, ele estará fazendo isso para a cidade, para todo mundo, para o povo, porque serei um deputado bem ativo para a cidade.

Como o Sr. avalia o quadro de candidatura ao governo de Goiás?

Não estou trabalhando muito para o governo, não. Estou concentrado no projeto de candidatura à Câmara.

Mas o Sr. tem candidato a governador já definido?

O candidato que eu vou escolher, no qual vou votar, será o candidato que o nosso partido definir.

Hoje o partido está mais próximo do senador Ronaldo Caiado?

Será? Não, eu não sei. O que tenho combinado com o presidente do PRTB é que vou apoiar aquela pessoa que ajudar o partido.

O sr. tem preferência por algum nome?

Não. Eu tenho preferência pelo que o partido escolher, por aquele que agradar o partido. Como soldado, vou seguir a indicação e trabalhar bem para essa pessoa.

Essa definição acontecerá quando?

Vai ficar um pouco para a frente. Como disse, será uma decisão do partido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here