José Eliton dialoga com professores e anuncia pagamento do Piso Nacional em Goiás

0
795
Foto: Divulgação

O governador José Eliton anunciou, na tarde desta terça-feira, 19, no Salão Verde, do Palácio das Esmeraldas, o pagamento do piso nacional dos professores a partir da folha de agosto, beneficiando 20.170 educadores da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce). A ação integra medidas do programa +Educação, lançado pelo governador José Eliton, em abril de 2018.

Ele informou que o reajuste será retroativo ao mês de janeiro de 2018 para professores dos níveis I e II; e a partir de julho próximo para os de níveis III e IV. Nos dois casos, os valores resultantes da diferença serão pagos, de forma parcelada, até o mês de dezembro.

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado de Goiás (Sintego), Bia de Lima, comemorou o reajuste e agradeceu a sensibilidade do governador José Eliton à demanda da categoria. “É crucial a valorização salarial dos professores, que reflete diretamente na qualidade de ensino das escolas públicas”, disse.

A reunião contou com a presença dos secretários de Educação, Cultura e Esporte, Marcos das Neves, e da Fazenda, Manoel Xavier, Bia de Lima e a presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), Iêda Leal, da ex-secretária de Educação, Raquel Teixeira, de professores e de servidores administrativos da Educação.

José Eliton disse que estava muito feliz em poder dar essa notícia aos professores: “Depois de muito diálogo entres as secretárias de Educação, da Fazenda e o Sintego, conseguimos anunciar o pagamento do piso aos professores, sem colocar em risco a saúde financeira do Estado”.

Manoel Xavier ressaltou aos servidores que o governador José Eliton se esforçou muito para garantir o pagamento do piso salarial aos professores. Marcos das Neves falou que o objetivo do aumento de 6,81%, equivalente ao pagamento do piso da categoria, é estabelecer, em longo prazo, uma equidade entre o salário do professor e de profissionais de outras áreas. “O pagamento do piso vai aumentar em R$ 16 milhões a folha mensal”, disse o gestor, ao garantir que “essa é uma vitória dos professores”.

O governador José Eliton também determinou às secretárias de Educação, Cultura e Esporte e da Fazenda, que, junto com o Sintego, estudem a possibilidade de estender aos servidores administrativos um reajuste salarial. “Vamos lutar para atender tanto a demanda dos servidores administrativos, quanto dos servidores inativos da Educação”, garantiu o governador.

Pacote de benefícios – Em junho de 2017, o governo de Goiás implantou um pacote de melhorias e benefícios considerado marco histórico para a rede pública estadual, garantindo 7,64% de reajuste salarial para efetivos; 21% de reajuste salarial para servidores administrativos; 34% de reajuste salarial para professores temporários; gratificação de R$ 2 mil aos professores de escolas de tempo integral; e criação de auxílio-alimentação de R$ 500 para todos os servidores.

Dentro do programa Goiás na Frente, o governador José Eliton destinou R$ 510 milhões para investimento nas áreas de educação, cultura e esporte. O Goiás na Frente Educação tem garantido reformas e ampliações de escolas e quadras esportivas; a construção de Escolas Padrão Século 21; implantação de Escolas de Tempo Integral; melhoria no transporte escolar; a implantação de programas pedagógicos como o Aprender+, Goiás + Enem e outros avanços na educação no Estado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here