Daniel Vilela pede agilidade para duplicação de rodovia que liga GO ao MT

0
223
Foto: Divulgação

O ministro dos Transportes, Valter Casimiro, afirmou nesta terça-feira (19) que vai sua equipe vai acelerar o andamento dos estudos para a concessão e duplicação da BR-364, que liga o Sudoeste Goiano ao Mato Grosso e é um importante corredor para escoar a produção agrícola do Estado. Em reunião com o deputado federal Daniel Vilela (MDB), com os prefeitos Agenor Rezende (Mineiros) e Manoel do Eliezer (Porteirão), além de 16 vereadores dos dois municípios e também de Jataí, o ministro afirmou que assim que o estudo for concluído, nos próximos meses, a concessão da rodovia vai entrar no Programa de Parcerias e Investimentos (PPI) do governo federal.

“Logo que fecharmos o estudo, que já está em andamento, vamos incluir a BR-364 no PPI e assim garantir a ela prioridade dentro do programa de concessões de rodovias”, afirmou o ministro à comitiva goiana. Daniel Vilela explicou que a duplicação da rodovia é uma luta antiga do Sudoeste goiano e que a via há anos está muito aquém do seu fluxo e da importância estratégica para o desenvolvimento do Estado. “É um dos trechos de maior fluxo em Goiás e também no Mato Grosso, com grande volume de caminhões. A estrutura atual não comporta esse trânsito, tanto é que a via tem que ser recapeada constantemente, pois o asfalto se deteriora muito rápido”, explicou Daniel Vilela.

O deputado disse que além de ser um entrave para o escoamento da produção, encarecendo o transporte, a situação atual da rodovia representa perigo para quem transita por ela. “Como o fluxo é muito intenso, especialmente de caminhões, a BR-364 tem sido palco recorrente de acidentes letais. Queremos também proporcionar maior segurança para as famílias e trabalhadores que precisam transitar por ela”, disse. O trecho que está sob estudo liga Jataí a Rondonópolis (MT) e tem 387 km de extensão.

O prefeito de Mineiros, Agenor Rezende, colocou a prefeitura à disposição do governo federal para colaborar com a conclusão do projeto. “Não vamos poupar esforços para ver este verdadeiro sonho do Sudoeste goiano se tornar realidade”, afirmou. O ministro explicou que o governo teve que rever todo o modelo de concessão de rodovias, pois o anterior, que era baseado em financiamentos do BNDES para custear uma parte dos investimentos das empresas vencedoras e trabalhava com um prazo curto para os investimentos, se mostrou inviável. Reflexo disto é que empresas que assumiram concessões nos últimos anos têm negociado a devolução das vias para o poder público, sob argumento de que a contrapartida do governo não foi cumprida. “Os estudos sobre os projetos estão sendo refeitos, com um cronograma mais amplo para os investimentos”, afirmou Valter Casimiro.

Daniel tem atuado intensamente em Brasília para ampliar e melhorar a infraestrutura logística do Sudoeste goiano, dando condições para a região, que é muito forte na agroindústria, atrair mais investimentos. O deputado é o responsável pela viabilização do pátio Sudoeste da ferrovia Norte-Sul, que fica entre Santa Helena e Rio Verde e já está em estágio avançado de construção, conseguiu retomar as obras do Anel Viário de Jataí e tem atuado para melhorar outras rodovias da região e tirar o aeroporto regional do papel. “Temos consciência da importância do agronegócio para a economia de Goiás e cabe aos agentes públicos trabalhar para oferecer as melhores condições possíveis para a iniciativa privada investir, gerando renda e empregos”, afirma o deputado.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here