Goiás segue entre os maiores geradores de emprego

0
581

Goiás continua entre os estados que mais geram empregos no País, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego. Números divulgados na tarde desta quarta-feira (20/6) mostram que desde o início do ano houve um saldo de 29.220 postos de trabalho com carteira assinada no Estado, o sexto melhor desempenho do Brasil. À frente de Goiás, apenas estados do Sul e do Sudeste: São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina.

Ainda segundo o Caged, o saldo positivo em maio foi de 1.111 vagas formais em Goiás. Os setores com melhor desempenho foram a Agropecuária (1.567) e a Indústria de Transformação (869). A Construção Civil (-957) e o Comércio (-629) registraram mais desligamentos que admissões em maio.

Já ao longo dos cinco primeiros meses do ano, os setores que tiveram melhores saldos de emprego foram a Agropecuária (10.823 mais contratações que desligamentos), Indústria de Transformação (8.017), Serviços (7.757) e Construção Civil (3.125).

Foto: Divulgação

Municípios

Ainda segundo o Caged, Cristalina foi o município que mais criou vagas com carteira assinada no Estado, nos cinco primeiros meses do ano: 3.117. A capital, Goiânia, aparece em segundo lugar, com 2.655 novos postos de trabalho formal no período. Em todo o Brasil, o saldo entre demissões e contratações foi de 381.166 vagas.

O levantamento demonstrou, ainda, que o ganho médio do trabalhador goiano teve uma pequena alta em maio, em relação ao mesmo mês de 2017, passando de R$ 1.315,33 para R$ 1.327,56.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here