Em Anápolis, Daniel, Baldy e Occhi anunciam investimentos na saúde

0
178

O município de Anápolis vai receber mais R$ 6,6 milhões anuais em investimentos para incrementar o Teto de Média e Alta Complexidade Ambulatorial (Teto MAC). O anúncio, feito em conjunto pelo deputado federal e pré-candidato ao governo do Estado, Daniel Vilela; pelo ministro da Saúde, Gilberto Occhi; e pelo ministro das Cidades, Alexandre Baldy; e pelo prefeito Roberto Naves.

Atualmente, Anápolis recebe, em média, R$ 108 milhões ao ano e, após o incremento, passará a receber R$ 114,6 milhões anuais. A verba será incrementada ao orçamento a partir da sétima parcela de 2018 para o município, que detém a responsabilidade de gerir os recursos para a região.

O montante será destinado para cerca de 30 hospitais, laboratórios e clínicas credenciadas em assistência hospitalar para custeio de leitos de UTI e de procedimentos para doenças renais crônicas, cardiológicas, neurologia, transplantes, oncologia, cirurgias eletivas e outros procedimentos de pequeno, médio e grande complexidade.

Dessa forma, além de Anápolis, cerca de 70 cidades serão beneficiadas pelos investimentos, já que integram a Regional Pirineus e da Macrorregião Centro-Norte de Goiás, que somam população superior a um milhão de cidadãos.

Cuidado com a vida

A área da saúde possui grande destaque dentro do plano de governo de Daniel, que propõe investimentos na área de tecnologia, como a criação de um aplicativo em que o paciente terá todas as suas informações cadastradas, fornecendo o seu prontuário eletrônico, bem como facilitando a vida das pessoas através do agendamento de exames e consultas online e da indicação dos pontos de atendimento.

Neste ano, a UFG ainda vai promover uma maratona (hackaton) de programação para o desenvolvimento de soluções tecnológicas para a área da saúde pública. O projeto está sendo financiado por meio de emenda de Daniel e premiará os melhores projetos, financiando os desenvolvedores para que o tirem do papel. Podem participar do evento startups e demais desenvolvedores do setor.

Assim, Daniel direciona as suas políticas públicas intrinsicamente conectadas e integradas com tecnologias de ponta, que facilita a vida do cidadão e melhora a eficiência do serviço público prestado.

Em partidos diferentes, Daniel Vilela (MDB) e o ministro Alexandre Baldy (PP) formam uma dobradinha que já rendeu muitos frutos para os goianos. Em Catalão, os deputados conquistaram aproximadamente R$ 21 milhões para a obra de revitalização do Córrego Pirapitinga. Juntos, também atuaram para a liberação das obras do BRT Norte-Sul de Goiânia e mais de R$ 7 milhões para a reforma da Marginal Botafogo.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here