Governo desrespeita Aparecida de Goiânia, afirma Daniel Vilela

0
150
Foto: Divulgação

Estado repassa apenas R$ 10 mil mensais para assistência social básica. É menos de R$ 5 por cada criança atendida. Pré-candidato afirma que vai mudar esse cenário

O pré-candidato ao governo pelo MDB, deputado federal Daniel Vilela, disse na noite desta quinta-feira (21), durante reunião em Aparecida de Goiânia, que “o governo de Goiás não está dando a devida atenção a áreas essenciais como Saúde, Educação e Assistência Social”. O parlamentar revelou que o Estado repassa apenas R$ 10 mil mensais para Aparecida custear as unidades de assistência social básica.

“A Mayara (Mendanha, primeira-dama e secretária de Assistência Social) me dizia que o financiamento estabelecido recentemente pelo governo do Estado para área social em Aparecida é de apenas 10 mil reais. É uma piada. Se eu fosse o governador eu não teria coragem de assinar uma contrapartida de 10 mil reais para um município de 600 mil habitantes. É um absurdo, uma afronta à inteligência do povo. Nós vamos acabar com esse descaso. Goiás voltará a contar com uma rede de proteção social eficaz no atendimento às pessoas que estão em situação de vulnerabilidade social.”

Aparecida tem 20 unidades de assistência social básica, entre elas 11 centros de convivência com 200 crianças, em média, cada. Se considerarmos apenas os usuários destas 11 unidades, o governo estadual repassa o equivalente a R$ 4,54 por criança por mês. “A contribuição do Estado é praticamente nula. Não custeia um café-da-manhã por criança. Esse é um exemplo do descaso da atual gestão estadual com a assistência social”, afirma Daniel Vilela. O pré-candidato se comprometeu a resgatar o trabalho social consolidado nos governos do MDB.

Desenvolvimento

Daniel destacou a importância dos profissionais que atuam nas áreas de Educação, Cultura e Assistência Social e a necessidade de os governantes estarem atentos às suas demandas.

 “A crise econômica colocou mais famílias numa situação de carência em níveis extremos e nosso Estado não se preparou para atendê-las. Pelo contrário, o que vemos hoje é essa área sendo desmontada gradativamente”.

Daniel disse que assistência social é fator preponderante para o crescimento de um Estado e relacionou o desenvolvimento recente de Aparecida de Goiânia à atenção dada a estas áreas: “Aparecida evoluiu por meio de investimentos em Infraestrutura e em especial em Educação, Cultura e no cuidado com seus cidadãos. Estas são áreas fundamentais para reforçar o sentimento de comunidade que contribuiu para que o município ocupe hoje posição de destaque hoje em Goiás.”

O parlamentar lembrou do trabalho que tem feito por diversos municípios, em especial por Aparecida de Goiânia, “que adotou a mim e à minha família como filho da terra”. “O prefeito Gustavo (Mendanha) já listou aqui as nossas ações em benefício dos aparecidenses. Estamos sempre juntos, seja aqui ou em Brasília, buscando garantir recursos para manter o ritmo de desenvolvimento que se acelerou desde as gestões do prefeito Maguito Vilela e continuam com o Gustavo.”

O evento contou com a participação do pré-candidato a senador pelo MDB, deputado federal Pedro Chaves, e dos pré-candidatos a deputado estadual pelo MDB, Ozair José e Max Menezes. “Estamos apresentando aqui nomes qualificados para representar Aparecida no Senado e na Assembleia, e queremos lembrar também de outra grande apoiadora do município, a ex-deputada federal iris de Araújo, que coloca mais uma vez seu nome para representar a vocês na Câmara dos Deputados”, lembrou Daniel Vilela.

Foto: Divulgação

Homenagem

Daniel participou ainda, na tarde de quinta-feira, de evento no Conselho Regional de Contabilidade de Goiás (CRC-GO), onde recebeu homenagem pelos “relevantes serviços prestados à classe contábil e ao desenvolvimento dos marcos legais da contabilidade e gestão da responsabilidade fiscal sustentável no Brasil”.

“Receber uma homenagem de uma categoria tão essencial ao Estado como os contabilistas é uma honra. São profissionais imprescindíveis ao bom exercício da governança pública e da transparência”, afirmou Daniel em discurso. “Quero dizer que estamos atentos aos seus conselhos e ideias para nosso plano de governo e às suas reivindicações, como a revisão de regulamentos que sejam injustos à categoria ou mesmo inconstitucionais.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here