Brasil escalado para Sérvia, e Miranda será capitão

0
2665
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Quando a Seleção Brasileira pisar no gramado do Spartak Stadium para a disputa da classificação para as Oitavas de Final da Copa do Mundo Rússia 2018, nesta quarta-feira (27), vai começar a escrever uma história contra a Sérvia em Mundiais. Esta vai ser a primeira vez que os dois times se enfrentam na competição mais importante do planeta. O técnico da Seleção, Tite, já definiu quem começa a partida decisiva. Será a mesma equipe que foi titular contra a Costa Rica: Alisson, Fágner, Miranda, Thiago Silva e Marcelo; Casemiro, Paulinho e Philippe Coutinho; Willian, Neymar e Gabriel Jesus. O zagueiro Miranda será o capitão da vez.

– Fico feliz em mais uma vez representar todo o grupo de capitães, todo o grupo da seleção brasileira. Se eu chegar à final e ganhar, posso ser capitão ou não, minha felicidade vai ser imensa, sendo ou não capitão – disse Miranda.

O Brasil só enfrentou a Sérvia uma única vez. Foi em 2014, durante a preparação para a Copa do Mundo. A equipe brasileira venceu por 1 a 0, com gols do atacante Fred. Naquela ocasião, quatro atletas titulares de Tite amanhã estavam em campo: Thiago Silva, Marcelo, Paulinho e Neymar. A equipe atual da Sérvia, que herdou o histórico da antiga Iugoslávia, é praticamente a mesma de 2014. E o estilo de jogo da equipe, que tem uma vitória e uma derrota nesta Copa, é pautado na força física dos jogadores e no uso das bolas aéreas. Como explicou o zagueiro brasileiro Thiago Siva no último treino do Brasil em Sochi:

– É uma equipe muito forte fisicamente, com média de altura de 1,88. Eles vão jogar muito com a bola parada. Temos que estar muito ligado nessa jogada, principalmente na segunda bola para a gente não ser surpreendido, pois a primeira é sempre difícil por conta da disputa – disse.

O técnico Tite e sua comissão técnica trabalham para neutralizar esse tipo de jogada desde o início da preparação para o Mundial, ainda na Granja Comary. O amistoso preparatório contra a Croácia foi um teste para simular o estilo de jogo apresentado pelo sérvios. Durante a coletiva realizada em Moscou nesta terça-feira (26), Tite também destacou a qualidade individual dos jogadores da Sérvia:

– (A Sérvia) tem a característica, sim, de bola aérea ofensiva, mas também a qualidade técnica individual. Jogadores de alto nível também. Temos a condição de poder neutralizar, evitar situações próximas, de faltas laterais, encurtar ou bloquear, e tirar proveito de alguma situação. Uma altura maior vai perder alguma coisa, a vida é assim. Estrategicamente vamos buscar. A equipe é a mesma – disse o treinador.

A Seleção Brasileira é líder do Grupo E, com quatro pontos. Em caso de vitória, a equipe brasileira se classifica como primeiro do bloco. O empate também garante o Brasil nas Oitavas. No outro jogo decisivo do grupo, jogam Suíça e Costa Rica. Os Suíços têm a mesma pontuação que a equipe Canarinho. Se a Costa Rica, já eliminada, vencer este duelo, a Seleção se classifica em primeiro do grupo mesmo com um empate contra os sérvios.

Histórico recente da Sérvia em Copas do Mundo (Histórico da Iugoslávia foi herdado pela Sérvia  – FIFA):

Melhores campanhas:

4º Lugar (1962)

Semifinal (1930)

1998 – Última disputa como Iugoslávia (Oitavas)

2006 – disputou a Copa como Sérvia e Montenegro (Fase de Grupos)

2010 – A primeira Copa como Sérvia (Fase de Grupos)

2014 – Não participou

2018 – Primeira vitória em Copas como Sérvia independente – Sérvia 1 x 0 Costa Rica

Fonte: CBF

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here