Festival Internacional de Dança de Goiás tem início nesta quarta-feira com programação extensa

0
2869
Foto: Divulgação

A sexta edição do Festival Internacional de Dança de Goiás será realizada entre os dias 04 e 08 de julho, no Teatro Sesi, que fica na Avenida João Leite nº 1013, no Setor Santa Genoveva, em Goiânia, com uma programação extensa para bailarinos e profissionais da dança e para o público em geral. Promovido pelo Studio Dançarte, das irmãs Gisela e Ariadna Vaz, o evento conta com apoio do Governo de Goiás, por meio da Lei Goyazes, e do Conselho Brasileiro da Dança (CBDD).

O evento contará com a participação de coreógrafos e bailarinos renomados, vindos de diversos estados brasileiros, dos Estados Unidos, do Chile e da Colômbia. O festival terá entrada gratuita para o público na maioria das atividades, como as Mostras Competitiva e Não Competitiva, as apresentações especiais de bailarinos convidados e as Batalhas de Danças Urbanas. Em todos os dias do Festival Internacional de Dança de Goiás, será realizada a Mostra Competitiva, que terá premiações diárias e indicação para prêmios especiais que serão entregues no último dia.

O festival oferece uma das melhores premiações em dinheiro entre os eventos da área no Brasil, totalizando R$ 49 mil. O Melhor Grupo receberá R$ 15 mil, enquanto os vencedores como Melhor Bailarina e Melhor Bailarino serão premiados com R$ 10 mil cada um. Será feita a escolha da Bailarina ou Bailarino Revelação, de até 14 anos de idade, que receberá R$ 6 mil, o mesmo valor do prêmio para Melhor Coreógrafo. Já o Melhor Grupo Infantil será premiado com R$ 2 mil. Serão oferecidas ainda bolsas de estudo em instituições de ensino de dança, entre os inscritos.

Outra atividade é a Mostra Não Competitiva, que acontecerá no dia 07 de julho, às 15 horas, no Teatro Sesi, com entrada franca. Na Mostra Não Competitiva, serão apresentadas coreografias de diversas modalidades, em duos, trios e conjuntos. Neste ano, as apresentações da Mostra Não Competitiva contarão com avaliações críticas feitas pelos professores Cristina Helena, que é delegada do Conselho Brasileiro da Dança em Minas Gerais (órgão vinculado à Unesco), e Erick Gutierrez, referência no sapateado brasileiro.  Serão promovidos ainda workshops de diversos estilos de dança com coreógrafos brasileiros e estrangeiros.

Os participantes do Festival Internacional de Dança de Goiás puderam solicitar junto à organização um alojamento no Clube Ferreira Pacheco, que fica no mesmo endereço do Teatro Sesi. Também será realizada no Clube Ferreira Pacheco a Feira da Dança, que terá várias lojas com artigos de dança, como Capezio, Só Dança, Dancin e Petidance, e os estandes da STvi, que oferecerá o serviço de filmagem, e de Oswaldo Neto, que é de fotografias. O público poderá contar ainda com o restaurante da Feira da Dança e as lanchonetes do Clube Ferreira Pacheco e do Teatro Sesi.

Competição

A Mostra Competitiva, que é uma das principais atividades do Festival Internacional de Dança de Goiás, será realizada de 04 a 08 de julho, no Teatro Sesi, com entrada franca para o público. Centenas de bailarinos apresentarão coreografias das modalidades Ballet Clássico de Repertório, Ballet Clássico Livre, Dança Contemporânea, Jazz, Estilo Livre, Danças Urbanas, Sapateado e Danças Populares. As categorias são Infantil (de 7 a 9 anos), Júnior (de 10 a 12 anos), Juvenil (de 13 a 15 anos), Adulto (de 16 a 18 anos) e Avançado (acima de 19 anos).

As competições terão início às 17 horas do dia 04 de julho, com solos, duos e trios de Clássico Livre. Mais tarde, às 20 horas, será a vez dos solos, duos e trios de Estilo Livre e dos conjuntos de Clássico Livre. No segundo dia do evento, será realizada a fase eliminatória das variações de Clássico de Repertório, às 17 horas. As apresentações de Pas de Deux e de conjuntos de Clássico de Repertório acontecerão no mesmo dia, mas às 20 horas. A fase final das variações de Clássico de Repertório será realizada no dia 06 de julho, às 17 horas, quando também serão apresentadas as coreografias de Grand Pas de Deux.

Ainda no dia 06 de julho, o público poderá conferir os conjuntos de Estilo Livre e os conjuntos de Jazz, às 20 horas. No dia seguinte, às 17 horas, será a vez dos solos, duos e trios de Dança Contemporânea, dos solos, duos e trios de Jazz e dos conjuntos de sapateado. Os conjuntos de Danças Urbanas e os conjuntos de Dança Contemporânea também serão avaliados no dia 07 de julho, mas às 20 horas. Por fim, os solos, duos e trios de Danças Urbanas e os conjuntos de Danças Populares serão apresentados no dia 08 de julho, às 17 horas.

Neste ano, o Festival Internacional de Dança de Goiás está com uma novidade para os bailarinos da Mostra Competitiva que concorrerão na modalidade Ballet Clássico de Repertório. A organização do evento oferecerá coach para todos os bailarinos que se classificarem na fase eliminatória das variações de Clássico de Repertório. O coach será realizado no dia 06 de julho, no período matutino, com professores renomados.

Apresentações especiais

Antes das competições de cada noite, com exceção da primeira, o público poderá apreciar coreografias de profissionais de estilos diferentes. As apresentações especiais acontecerão sempre às 20 horas, com exceção do último dia, que será às 19 horas. Um Pas de Deux com a chilena Natalia Berrios e o colombiano José Manuel Ghiso marcará a abertura da noite do dia 05 de julho. Berrios é primeira bailarina estrela do Ballet de Santiago, no Chile, integrando a companhia desde 1993, e já recebeu diversos prêmios e fez apresentações em eventos como o aniversário do Stuttgart Ballet, da Alemanha, em 2011.

Já Ghiso, que também é primeiro bailarino do Ballet de Santiago, no Chile, fazendo parte da companhia desde 2000, recebeu diversos prêmios em sua carreira, como o de primeiro lugar no Concurso Nacional de Artes de Cáli, em 1997. No dia 06 de julho, a Fohat Cia. de Dança apresentará um trecho do espetáculo de dança contemporânea “Mazombo”. Ao todo, 12 bailarinos se revezarão no palco em narrativas corporais, fazendo uma analogia ao não pertencimento do caipira metropolitano com o do mazombo, que é uma referência aos filhos de europeus e seus descendentes nascidos na colônia.

Já no dia 07 de julho, haverá uma apresentação de sapateado de Erick Gutierrez, que é referência no sapateado brasileiro. Ele integrou o elenco do aclamado musical da Broadway “Os Produtores”, dirigido por Miguel Falabella, além de ter dado aulas de sapateado para os outros integrantes. Gutierrez se destaca por sua versatilidade e trabalha com os estilos rhythm tap, tap-jazz, contemporary tap e Broadway tap.

Completando as apresentações especiais, será exibido um musical no último dia do evento. A apresentação será desenvolvida durante o workshop de musical adulto, que será ministrado pelo professor Caio Nunes. Ele é diretor da companhia de dança que leva o seu nome e coreógrafo da TV Globo, além de ter coreografado comissões de frente de grandes escolas de samba, como Unidos de Vila Isabel, Grande Rio, Salgueiro, São Clemente e Império Serrano.

Workshops

Seguem abertas as inscrições para os workshops do Festival Internacional de Dança de Goiás, que serão ministrados de 04 a 08 de julho, no Teatro Sesi, por profissionais reconhecidos do Brasil, dos Estados Unidos, do Chile e da Colômbia. As vagas para as oficinas, que contemplam diversos estilos de dança, são limitadas. O primeiro workshop será o de ballet clássico infantil assistido, nos dias 04 e 05 de julho, das 11 horas às 12h30, com a goiana Gisela Vaz, que é proprietária e diretora artística do Studio Dançarte e presidente do Conselho Brasileiro da Dança. Nesse workshop, os professores poderão assistir às aulas.

A oficina de ballet clássico intermediário também será realizada nos dias 04 e 05 de julho, das 11 horas às 12h45. O conteúdo será ministrado pela chilena Natalia Berrios e pelo colombiano José Manuel Ghiso. Os dois são primeiros bailarinos do Ballet de Santiago, no Chile. Juntos, eles ministrarão ainda o workshop de Pas de Deux, também no dia 04 de julho, das 13h30 às 15 horas. Também nos dias 04 e 05 de julho, a professora Cristina Helena, que é delegada do Conselho Brasileiro da Dança em Minas Gerais, dará o workshop de ballet juvenil e coach de repertório, das 14 horas às 15h45.

Nas aulas, ela dará dicas para aqueles que desejam mostrar alguma variação, sem estar necessariamente participando da Mostra Competitiva. O bailarino e coreógrafo Brian McSween, dos Estados Unidos, dará um workshop de ballet clássico intermediário e avançado nos dias 05 e 06 de julho, das 13h30 às 15h15. Ele é diretor artístico da Joffrey Ballet School Performance Company e professor convidado da Grand Valley State University e do Grand Rapids Ballet, além de ter participado de filmes como No Balanço do Amor, de 2001, e De Corpo e Alma, de 2003.

A lista de oficinas segue com a de comparativo entre as diversas escolas de ballet, que será realizada nos dias 06 e 07 de julho, das 09 horas às 10h30, com a coreógrafa Alice Arja, do Rio de Janeiro, sendo uma aula teórica e uma aula prática. Ela é relações internacionais na América do Sul do Miami City Ballet e possui a Escola de Dança Alice Arja e a Cia. de Ballet do Rio de Janeiro. Será realizada ainda uma oficina de sapateado intermediário nos dias 06 e 07 de julho, das 09 horas às 10h30, com Erick Gutierrez, de São Paulo, que é referência no sapateado brasileiro.

Também nos dias 06 e 07 de julho, serão ministrados os workshops de jazz básico/intermediário, das 13 horas às 14h45, e jazz intermediário/avançado, das 10h30 às 12h15. As aulas serão aplicadas pelo professor e coreógrafo Edson Santos, de São Paulo, que realiza trabalhos com ênfase no Lyrical Jazz e no Contemporary Jazz e foi bailarino e assistente de coreografia da Raça Cia. de Dança. As oficinas de musical juvenil e musical adulto acontecerão nos dias 06, 07 e 08 de julho, com o diretor e coreógrafo de jazz e de teatro musical, Caio Nunes, do Rio de Janeiro.

As aulas de musical juvenil serão feitas das 10h30 às 12 horas, enquanto as de musical adulto serão das 13 horas às 15h30. Nos dias 07 e 08 de julho, será ministrada a oficina de danças urbanas intermediário, das 14 horas às 15h30. O responsável por comandar esse workshop será o diretor e coreógrafo da Cia. Kahal, de Jundiaí, Henry Camargo. Ele venceu como melhor coreógrafo no Festival de Dança de Joinville em 2010 e 2017 e participou de festivais como o Festival Passo de Arte Internacional.

Por fim, nos dias 07 e 08 de julho, das 14h45 às 16h30, será a vez do workshop de contemporâneo intermediário com o bailarino Gleidson Vigne, do Rio de Janeiro, que já fez parte da Companhia Portuguesa de Bailado Contemporâneo, de Portugal, e da Quasar Cia. de Dança e do Balé da Cidade de São Paulo, do Brasil.  Os interessados em participar das aulas devem preencher a ficha de inscrição encontrada no site www.festivaldancagoias.com.br e enviar a ficha e o comprovante de depósito para o e-mail festivaldancagoias@gmail.com.

O pagamento deve ser feito para a conta do Festival Internacional de Dança de Goiás no Banco do Brasil (Agência: 3483-5 / Conta Corrente: 71.000-8 / CNPJ: 10.327.941/0001-98). Os dançarinos que quiserem participar da oficina de Danças Urbanas podem escolher fazer uma aula, pelo valor de R$ 50, ou duas aulas, ao custo de R$ 80. A oficina de Pas de Deux é oferecida pelo valor de R$ 60.  O workshop de ballet clássico infantil assistido custa R$ 100, enquanto o de ballet clássico intermediário é R$ 120.

A taxa de inscrição para os workshops dos professores Cristina Helena, Alice Arja, Brian McSween, Erick Gutierrez, Edson Santos e Gleidson Vigne também é de R$ 120 cada um. A oficina de musical juvenil é oferecida pelo valor de R$ 150 e a de musical adulto, por R$ 200. O participante que escolher dois workshops terá 10% de desconto, enquanto quem quiser fazer três oficinas terá 15% de desconto. Com exceção de Gisela Vaz, todos os professores das oficinas serão jurados da Mostra Competitiva.

Batalhas de Danças Urbanas e novidade

Esta edição do Festival Internacional de Dança de Goiás marcará o retorno das Batalhas de Danças Urbanas, que já foram realizadas alguns anos atrás no evento. A Batalha de Breaking será promovida no dia 07 de julho, às 15h30, no espaço da Feira da Dança, no Clube Ferreira Pacheco. Já a Batalha de Free Style será realizada no dia 08 de julho, no mesmo horário e local. As disputas, com produção do B-Boy Jerry-X, serão abertas ao público, com entrada gratuita.

As duas batalhas contarão com prêmios para os melhores colocados, totalizando R$ 3 mil. O vencedor de cada dia será premiado com R$ 1 mil. Já os que ficarem em segundo lugar em cada batalha receberão R$ 500 cada um. Podem disputar as batalhas dançarinos de qualquer idade, que devem se inscrever no local do evento até as 15 horas de cada dia. O valor da inscrição é de R$ 10 por participante. As disputas serão realizadas entre dois participantes por vez, ao som do DJ Ismarley.

Para avaliar as batalhas e definir os ganhadores, foram convidados profissionais da área. Os B-Boys Pica-Pau, da Breaking Boys Crew, Black, da Mega Break Crew, e William-X, da Favela Rockers Crew, serão jurados da Batalha de Breaking. Já os professores Henry Camargo e Erick Gutierrez avaliarão a Batalha de Free Style. A novidade deste ano é que o Festival Internacional de Dança de Goiás promoverá dois bate-papos apenas para profissionais da dança.

Poderão participar dos encontros os jurados e professores convidados pelo festival, os diretores e coreógrafos que levarão trabalhos para a Mostra Competitiva e os organizadores do evento. Os bate-papos serão realizados nos dias 06 e 08 de julho, sempre às 14 horas, na sala de reuniões do Teatro Sesi. Serão discutidas as coreografias apresentadas na competição e aspectos como modalidade, estilo, técnica, criatividade e figurino.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here