Jovens da Renapsi participam do 3º Encontro do Jovem Cidadão

0
1181

Mais de três mil jovens dos 246 municípios goianos participam do evento promovido pela Secretaria Cidadã

Acreditar Vale a Pena! É com esse lema que a Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi) recebe mais de 3 mil jovens nesta quinta-feira, 5, para realizar o 3º Encontro do Programa Jovem Cidadão, no estacionamento do Núcleo Seu Jaime, em Aparecida de Goiânia. Os jovens virão dos 246 municípios goianos.

Com a missão de preparar e inserir jovens no mercado de trabalho, a Renapsi chegou a um modelo de desenvolvimento social para a juventude de Goiás com o apoio de parceiros em todo o país, a exemplo do Governo do Estado de Goiás,  por meio da Secretaria Cidadã, realizadora do encontro.

O programa Jovem Cidadão está com mais de 30 mil jovens atendidos ao longo de seus 18 anos de existência. Este ano foi ampliado para 5 mil jovens beneficiados e, dentro dessas vagas, 500 são destinadas a jovens portadores de deficiência. “Um aumento importante. Pois, quanto mais vagas, mais oportunidades para os jovens goianos. Em um momento em que, a questão do desemprego é real, esse aumento no número de vagas dá confiança aos jovens na hora de integrar o mercado de trabalho”, avalia o superintendente da Renapsi, Valdinei Valério.

Com início previsto a partir das 13 horas, a solenidade de abertura está marcada para às 14h30, com a chegada do governador José Eliton.  A programação contempla shows e sorteio de brindes aos participantes, que vão concorrer também nas Redes Sociais e utilizar as hashtags #Vaiqueétransformação #VaiQueéJovemCidadão.

O secretário Murilo Mendonça (Secretaria Cidadã) destaca a importância da iniciativa. “O programa Jovem Cidadão é um exemplo de política pública para juventude e vai continuar beneficiando mais jovens goianos a partir da sensibilidade do governador José Eliton, que tem dado mostras inequívocas de seu apreço pela área social do governo”, diz o secretário se referindo ao aumento do número de vagas no programa,  de 3,6 mil para  5.000 vagas.

Jovem Cidadão PCD

Logo em seus primeiros dias à frente do Executivo Estadual, em abril último, o governador José Eliton lançou o programa Jovem Cidadão PCD, versão do programa de primeiro emprego para jovens, voltado exclusivamente para Pessoa Com Deficiência (PCD). São 500 vagas para essa população em todo o Estado, iniciativa que passou a integrar o Goiás na Frente Terceiro Setor.

Para participar do programa, o jovem PCD tem de ter idade mínima de 14 anos, ser originário de família com renda de até quatro salários mínimos. Na inscrição, o jovem deve apresentar laudo médico que indique a deficiência. Os participantes atuarão em órgãos públicos nos três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) na capital e interior, com carga horária de 20 horas semanais.

Tecnologia social reconhecida

Criado no primeiro governo de Marconi Perillo, o Jovem Cidadão proporciona ao jovem das camadas mais vulneráveis da sociedade a possibilidade de ter uma aprendizagem laboral ao mesmo tempo em que mantém os estudos escolares. Atualmente com 5.000 vagas distribuídas em todos os 246 municípios do Estado, o programa contrata (com carteira assinada) jovens de 14 a 17 anos.

Para participar, o adolescente deve possuir idade entre 14 e 18 anos incompletos (idade limite para inclusão: 17 anos e três meses, para permitir um melhor aproveitamento), estar devidamente matriculado e possuir frequência mensal em unidade regular de ensino ou ter concluído o ensino médio, ter renda familiar até 2 salários mínimos.

Adolescente sujeito à medida socioeducativa ou de proteção legal também pode participar. O programa é executado pela Organização Social Renapsi [Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração], com investimento anual de R$ 51 milhões pelo Governo de Goiás. Reconhecido pela Unesco/Fundação Banco do Brasil, o Jovem Cidadão tem como base legal a Lei Federal 10.097/2000 (Lei de Aprendizagem) e o decreto estadual 8.401/2015.

Saiba como participar do programa

Para fazer parte do Jovem Cidadão, da Secretaria Cidadã, o adolescente deve possuir idade entre 14 e 18 anos (idade limite para inclusão: 17 anos e três meses, para permitir um melhor aproveitamento), estar devidamente matriculado na escola e possuir frequência mensal em unidade regular de ensino ou ter concluído o Ensino Médio, além de ter renda familiar de até dois salários mínimos. Jovens sujeitos a medida socioeducativa ou de proteção legal também pode participar. Para participar do programa o jovem deve se inscrever no site: http://jovemcidadao.go.gov.br/inscricao

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here