Cidadão pode nos medir pela régua da honestidade, diz Ronaldo Caiado em Itumbiara

0
552
Foto: Divulgação

Pré-candidato ao governo de Goiás, Ronaldo Caiado (Democratas) afirmou, neste sábado (07/07), em Itumbiara que Goiás vai dar exemplo ao Brasil nessas eleições com presença forte dos brasileiros unas urnas porque poderá escolher entre pré-candidatos fichas limpas com autoridade moral para conduzir os seus mandatos. “O cidadão pode nos medir pela régua da honestidade”, disse em referência à sua trajetória política sem manchas de mais de 30 anos.

Segundo o senador, é hora de Goiás sair das páginas policiais do noticiário nacional. A referência é em especial à notícia publicada hoje pelos jornais, que revelam que a Procuradoria Geral da República (PGR) pediu a quebra de sigilos telefônicos do ex-governador Marconi Perillo (PSDB) e do atual presidente da Agência Goiana de Transportes e Obras, Jayme Rincón (PSDB).

“Para governar é importante ter autoridade moral. Como alguém vai pregar moral no órgão que está à frente se ele está corrompido, recebendo propina? Como é que a polícia pode bater continência para governantes envolvidos em escândalos? Hoje nossa responsabilidade é grande. A sociedade precisa se unir. Tenho certeza que teremos menos votos em branco e abstenção aqui porque temos políticos que podem ser medidos pela régua da honestidade. Não somos iguais ao grupo de lá não. Temos uma vida para dizer isso”, lembrou.

O pré-candidato esteve em Itumbiara um encontro político que reuniu pré-candidatos de 25 municípios goianos, a maior parte do Sul do Estado. O encontro teve a presença do senador Wilder Morais (Democratas) e como anfitriões o deputado estadual Álvaro Guimarães (Democratas), pré-candidato à reeleição, e o vereador Rogério Rezende (Democratas), pré-candidato a deputado federal.

Ainda durante o seu discurso, Ronaldo Caiado afirmou que as causas de todas as carências do Estado em termos de infraestrutura, saúde e educação estão na corrupção e que é preciso mudar este quadro com pessoas honestas e comprometidas com o dinheiro público.  “O povo cansou. Depois da operação Lava Jato vimos o quanto o dinheiro é levado para a corrupção. O quanto o dinheiro do Estado é corrompido. A causa de tudo isso é a corrupção, que não deixa com que as pessoas tenham qualidade de vida”, disse.

Desprezo do governo por Itumbiara

Anfitrião do encontro político deste sábado, o deputado estadual Álvaro Guimarães (Democratas) revelou estar realizando pesquisas internas e disse estar confiante na vitória do pré-candidato ao governo nas eleições deste ano. “Sem dúvidas Ronaldo Caiado vai ganhar no primeiro turno. Ontem perdemos o jogo mas não perdemos a guerra, que será vencida dia 7 de outubro a favor dos goianos e de Itumbiara”, afirmou.

O deputado estadual reconheceu que a luta será árdua, mas que os goianos já demostraram que querem mudança. “Não vai ser fácil. É guerra mesmo. Mas pela inteligência, liderança e seriedade de Ronaldo Caiado tenho certeza que vai vencer. Não vejo nenhum outro político com esse perfil no Brasil inteiro”, disse. “Sou o deputado mais bem votado em 14 cidades goianas. Tenho feito pesquisas e não tem nenhuma que Ronaldo Caiado não vence de 3 por 1 em todos os outros pré-candidatos”, garantiu.

No discurso, Álvaro Guimarães falou da perseguição que tem sofrido por estar caminhando ao lado da oposição. Segundo ele, por ser autor de uma emenda para a construção de um Credeq em Itumbiara, a obra não avança mais como antes. “Há três anos fiz a emenda para trazer o Credeq para cá e foi aprovada. O governo fez licitação, fez concorrência, a empresa que ganhou estava pronta para fazer a obra. Fui atrás do terreno mas eles engavetaram a obra. Estive com o prefeito de Itumbiara, pedi para nos ajudar para que a ordem de serviço saísse. Recebi como resposta que essa obra não vai sair porque estou com Ronaldo Caiado. Esse é o desprezo que os moradores de Itumbiara recebem desse governo”, lamentou.

Vereador por Itumbiara e pré-candidato a deputado federal, Rogério Rezende (Democratas) também deu o testemunho do descaso com que o município é tratado pelo atual governo e depositou no senador Ronaldo Caiado a esperança de novos dias. “O nosso próximo governador é um homem honesto, sincero e respeitado no Brasil. Sou vereador em Itumbiara, o único de oposição. Mas não sou oposição ao povo, e sim às coisas erradas dessa cidade. Ela precisa voltar a sorrir. Nos últimos 20 anos Itumbiara ficou abandonada”, contou.

No discurso, o democrata enumerou várias das promessas não cumpridas pela atual gestão. “Só nessa cidade prometeram 3 mil casas e até hoje não foram feitas. Prometeram asfalto e até agora nada. Prometeram hospital regional que nunca foi feito. Por isso resolvemos caminhar com Ronaldo Caiado. Porque aqui é o grupo do bem. Aqui são pessoas do bem. Enquanto lá é do mal, porque sucatearam esse Estado. Espero que Ronaldo Caiado coloque Itumbiara e nossa região no trilho”, afirmou.

A confiança de Rogério Rezende em Ronaldo Caiado é principalmente em relação ao que pode fazer na área da saúde, já que é médico ortopedista com 40 anos de atuação. “Nos últimos tempos temos que transferir todos os pacientes de nossa cidade porque aqui não tem coisas simples para o atendimento, como não tem uma UTI digna desse povo que tanto sofre. Itumbiara quer um hospital decente, uma UTI neonatal, clínicas, institutos que fazem diagnóstico. Itumbiara parou no tempo há muitos anos”, lamentou.

Faculdade fora do papel

Ao recepcionar os pré-candidatos, o presidente do Democratas de Itumbiara, Dione Araújo, falou de outro clamor dos itumbiarenses, que é por uma educação de qualidade que não fique apenas na promessa, como tem ocorrido nos últimos 20 anos.

“Há uma necessidade grande na área de educação. Quem está há 20 anos no governo lança uma faculdade de Medicina para começar em 2019. Não queremos enganação, queremos algo efetivo para Itumbiara. É isso que a população de Itumbiara espera para nossos próximos governantes”, afirmou.

Segundo o democrata, o sonho de ter Ronaldo Caiado como governador hoje é dividido pela maioria da população. “Hoje não só de Ronaldo Caiado este sonho, é de todos nós goianos. Esperamos por dias melhores. Pesquisa qualitativa mostra que o senador representa a moral porque não está envolvido em denúncia como a que a gente leu hoje no jornal”, frisou, citando o pedido de quebra dos sigilos telefônicos do ex-governador Marconi Perillo (PSDB) e do presidente da Agetop, Jayme Rincón.

Ao falar em nome dos presidentes de partidos presentes, o vereador Paulinho Graus (PDT) falou da necessidade que Goiás vive de ter mudanças. “Tive oportunidade de ver o tempo novo nascer. E olho hoje e vejo com muita tristeza meu Estado. Estou aqui por um sonho de um Estado melhor, onde não vou ver pessoas esperando vaga de UTI e de cirurgia. E o Estado colocando que saúde é de qualidade. É sim de qualidade, só que a população não tem acesso. Meu sonho é ter um estado com qualidade de vida. O Brasil tem jeito, é só escolher pessoas boas”, garantiu.

Também presente no evento, o senador Wilder Morais (Democratas) afirmou que Ronaldo Caiado fará de Goiás, se eleito governador, referência em todo o Brasil. “Ronaldo Caiado vai ser o melhor governador que esse Estado já teve. Poderia ser o nosso presidente da República. Mas Goiás ganhou por ter decidido se candidatar aqui. Ele é a reserva moral da política nacional e sabe como dar o exemplo. Ele fará de Goiás referência nacional”, afirmou.

Apoio do MDB

Presidente da Câmara de Inaciolândia, o vereador Olair Martins Peixoto (MDB) trouxe o apoio do partido e do município ao senador Ronaldo Caiado. “Meu apoio a Ronaldo Caiado é porque entre os três pré-candidatos ele é o único que não tem seu nome manchado. Sempre acompanho as votações dele no Congresso e admiro o trabalho por Goiás. Ainda mais agora com Wilder Morais, cuja postura me agrada. Daniel Vilela é do meu partido mas sinceramente de uns tempos para cá não tenho gostado da postura política dele. O grupo adversário nunca perdeu lá, mas este ano será diferente. O clima é favorável a Ronaldo Caiado. O nome está bem recebido. O MDB praticamente abraçou 100% a candidatura do senador na cidade”, revelou.

Deputado estadual pelo Podemos, Lívio Luciano contou que deixou há poucos meses o MDB por não concordar com o caminho que o partido estava seguindo. “Eu era do MDB até pouco tempo, com história no partido. Mas vimos ele tomar um rumo que não é o que imaginávamos, que lutamos há 20 anos. Vivemos o MDB muito misturado com esse povo do governo. E por outro lado uma pessoa de caráter, de coragem, de posição firme e é o único que representa a mudança que Goiás quer. Por isso o Podemos definiu por apoiar esse que será nosso governador no ano que vem”, lembrou ao se referir a seu apoio a Ronaldo Caiado.

Para ele, os goianos estão cansados de serem enganados. “Os goianos não aguentam mais tanta tapeação. Esse governo chegou ao fim. O governo ganhou a eleição várias vezes à custa do servidor público. E agora tenta tapear com propostas que não são cumpridas. Para piorar, o governo está descontando na conta do servidor os empréstimos consignados mas não está passando para instituição que emprestou. Está cometendo apropriação indébita. Tem uma cartilha de maldades contra o servidor. O governo também não aplica o mínimo em saúde. Não aplica em educação. Só podemos melhorar o Estado se investirmos em educação”, enumerou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here