Daniel Vilela anuncia nas redes sociais os pilares de seu plano de governo

0
805
Foto: Divulgação

Amparar, Gerir, Proteger e Conectar estão entre os eixos do plano de governo de Daniel Vilela

O pré-candidato a governador pelo MDB, deputado federal Daniel Vilela, divulgou em vídeo postado nas suas redes sociais (acesse aqui) os eixos condutores do seu plano de governo para retomar o crescimento do Estado, com atenção especial ao bem-estar da população. O projeto liderado pelo emedebista terá sete pilares: Amparar, Conhecer, Cuidar, Empreender, Gerir, Proteger e Conectar.

No vídeo, Daniel define cada um destes pilares que estão servindo de alicerce para o documento elaborado por técnicos e especialistas em cada uma das áreas e que será apresentado à população quando a campanha eleitoral começar. “São os fios condutores do nosso projeto e, a partir deles, estão sendo elaboradas propostas para impulsionar e modernizar Goiás”. afirma.

Ele define Amparar como “visar o desenvolvimento social com sistema de defesa e proteção da cidadania”. O parlamentar vai reorientar a gestão estadual para a população, como já aconteceu em governos anteriores do MDB. “Milhares de cidadãos voltaram para uma situação de vulnerabilidade social, o que não acontecia, por exemplo, no governo Maguito Vilela, que teve uma presença muito grande na assistência social com programas como o Pão e Leite, o verdadeiro embrião do que temos hoje. Mas o trabalho do atual governo tem se mostrado insuficiente para amparar os goianos mais necessitados.”

O eixo ‘Conhecer’ é definido como investimento em educação, preparando e capacitando melhor o cidadão do futuro. Para o pré-candidato, a formação inicial dos jovens é o alicerce para um bom desenvolvimento pessoal e social. “Com educação de qualidade e inserção de atividades que orientem, desde cedo, os jovens para suas preferências, conseguiremos despertar mais interesse neles e, num segundo momento, esse empenho vai se transformar em geração de renda e impulsionar a economia do Estado.

Saúde

Quando fala em Cuidar, Daniel propõe investimento para que os goianos tenham acesso a todos os serviços de saúde com agilidade, eficiência e conforto. Nesta linha, o pré-candidato já apresentou uma proposta ousada: um sistema digital para gerir todo o sistema de saúde, disponibilizando dados em tempo real sobre vagas (na rede pública e na rede particular conveniada) e também com o prontuário de todos os pacientes. Com esse sistema funcionando, o cidadão poderá marcar consulta escolhendo a especialidade, o médico e o horário de atendimento por meio de um aplicativo.

“Vamos que investir mais em Tecnologia da Informação para garantir agilidade e acessibilidade para o cidadão. Os pacientes e servidores da área também terão em mãos informações em tempo real sobre vagas, disponibilidade de atendimento e outras informações importantes, para evitar peregrinações desnecessárias”. Daniel cita também que o sistema vai gerar economia, pois o acesso fácil ao histórico completo do paciente vai permitir diagnósticos mais precisos e reduzir procedimentos desnecessários.

No eixo Empreender, Daniel defende “desenvolvimento econômico com foco na geração de mais empregos e em melhorar a renda do cidadão”. Medidas como incentivos à industrialização, com métricas rígidas de retorno para a população, e um plano de distribuição das indústrias em todas as regiões do Estado, de acordo com a vocação local, serão implementadas. O projeto também busca fortalecer a nova indústria do conhecimento no Estado, fortalecendo um ecossistema de empresas de tecnologia que terá entre seus clientes o próprio Estado, que vai demandar sistemas e ferramentas inovadoras de gestão.

“O incentivo fiscal é uma grande ferramenta de geração de emprego e renda, mas precisamos de mais capilaridade e mais controle de resultados, e nós vamos implementar isso.” Essa visão se encaixa no eixo Gerir. “Nosso objetivo é a satisfação plena do cidadão. É mais gestão e menos política.” Ou seja, os incentivos fiscais e todas as demais políticas de governo serão orientadas para gerar resultados e não para atender empresas cujos dirigentes sejam amigos da cúpula do governo. Haverá controle e avaliação sistemático das metas estabelecidas. “Não podemos, por exemplo, aceitar a renovação de contratos de gestão cujas metas não são cumpridas, como acontece hoje com algumas organizações sociais na área de saúde”, afirma Daniel Vilela.

Segurança e tecnologia

O pré-candidato também destaca, no vídeo, a prioridade na segurança da população. É o eixo Proteger: “Vamos promover investimento massivo para garantir a segurança de toda a população e nossas prioridades serão os homens e mulheres que integram nossas forças policiais e o auxílio do trabalho deles com monitoramento eletrônico”. Nesta área, Daniel já propôs (e foi o primeiro a fazê-lo, sendo copiado por outros pré-candidatos) acabar com o vergonhoso salário de R$ 1,5 mil que os policiais e bombeiros contratados no último concurso recebem.

“Goiás hoje é exemplo negativo na área de segurança. Paga o pior salário do Brasil. Nós vamos acabar com isso, igualando os vencimentos aos dos policiais e bombeiros que já estavam nas corporações.” O ‘exemplo negativo’ se repete nos índices de homicídios. “Enquanto estados como São Paulo reduziram os homicídios nos últimos 20 anos, em Goiás o número só fez subir com média de 45 mortes a cada grupo de 100 mil habitantes em 2016 (ano em que José Eliton foi secretário de Segurança Pública), atingindo recordes negativos e ficando muito acima da média nacional, que foi de 30,3 mortes a cada 100 mil habitantes em 2016.”

O eixo Conectar preconiza “usar tecnologia de última geração para integrar todas as áreas do governo”. A medida dará agilidade ao Estado, diminuindo a burocracia e os gastos supérfluos, além de garantir maior transparência a todos os atos do Executivo. A tecnologia também é a base para medidas já anunciadas, como o monitoramento eletrônico na área de segurança e o sistema que permitirá colocar para funcionar o aplicativo da saúde, além do já citado estímulo ao crescimento das empresas com foco na inovação e em serviços digitais no Estado.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here