Pesquisa Exata OP/Tribuna: Um mês depois… eleição segue aberta

0
3582

Pesquisa Exata OP mostra que diferença entre primeiro e segundo colocados em Goiás mantém-se em cerca de 20 pontos. Para diretor do instituto, mudança para o eleitor virá agora, com definição das chapas

O senador Ronaldo Caiado (DEM) mantém-se na liderança da disputa pelo governo de Goiás, seguido pelo governador José Eliton (PSDB) e pelo deputado federal Daniel Vilela (MDB). É o que mostra a segunda rodada da pesquisa Exata Opinião Pública.

Caiado tem agora 35,47%, contra 14,69% de Eliton e 8,75% de Daniel. O pré-candidato do Psol, Weslei Garcia, tem 3,28%, e Katia Maria, do PT, 2,19%. Os dois últimos não estavam no levantamento anterior.

Na espontânea, o resultado mostra cenário parecido com o estimulado: o democrata tem 11%, o tucano alcança 3,1% e o emedebista registra 2,2%. É grande o número de indecisos e de eleitores dispostos a anular o voto. Chega a 77,76% dos ouvidos pelo levantamento.

Os números dessa nova rodada são basicamente os mesmos apurados na rodada anterior da pesquisa Exata, publicados no início de junho pela Tribuna. Nela, Caiado tinha 35,5%, Eliton 14,1% e Daniel 7,7%. Isso na estimulada. Diferença, entre o primeiro e o segundo colocado, de cerca de 20 pontos percentuais.

Confira a pesquisa na íntegra.

A mínima variação é explicada pelo diretor técnico do instituto Exata OP, Marcus Caldas. “Cerca de 80% do eleitorado não quer nem saber de politica neste momento”, observa. “Então, as variações estão ocorrendo dentro de um círculo muito pequeno.”

Para Marcus Caldas, essa variações devem começar a ser sentidas nas próximas semanas, quando as candidaturas estiverem definidas. “Depois das definições das chapas é que efetivamente o público vai se identificando e começando a ter um pouco de gosto pela política”, destaca.

As definições, de fato, estão em andamento, e têm prazo para conclusão: o fim do prazo das convenções, em 5 de agosto.

Destaques
Na estratificação por sexo, chama a atenção a diferença entre eleitores homens e mulheres na intenção de voto para Ronaldo Caiado. Homens representam 41%, e mulheres, 28%. Os outros pré-candidatos não mostram variação tão acentuada.

Daniel tem nos jovens o seu maior público eleitor. Em relação a Eliton, o maior percentual neste quesito está entre os que têm 38 e 48 anos. Quanto a Caiado, está entre aqueles de 49 a 59 anos.

Por classe social, aqueles com maior poder aquisitivo representam os mais propensos a votar em Caiado. Para os demais, há equilíbrio. Daniel tem sua maior intenção de voto na região metropolitana, onde estão Aparecida e Goiânia, e no Sudoeste, onde está Jataí, cidade natal de sua família.

Os mais dispostos a votar nulo estão na faixa acima de 60 anos. Ainda segundo a pesquisa, as mulheres são as mais indecisas (21% contra 12% de homens) e estão hoje mais dispostas a votar nulo (23% versus 16%).

Senado
O ex-governador Marconi Perillo (PSDB) lidera para o Senado. No levantamento, que considera primeiro e segundo votos, ele é o primeiro no espontâneo (5,1%) e no estimulado (27,8%).

A senadora Lúcia Vânia (PSB), o ex-senador Demóstes Torres (PTB) e o vereador por Goiânia Jorge Kajuru (PRP) ficam no empate, logo depois do tucano. Na estimulada, todos estão na faixa dos 19%, com diferença depois da vírgula.

Leia também:
Análise | As ruas vão decidir a eleição
Tribuna/Exata OP: Pesquisa mostra eleição aberta (1ª rodada)

A seguir, outro empate, com números menores, entre o senador Wilder Morais (DEM) e o emedebista Pedro Chaves (MDB). O democrata registra 5,3%, e o emedebista, 5,1%.

Registro
A segunda rodada da pesquisa de avaliação política realizada pelo Instituto Exata Opinião Pública e publicada pela Tribuna do Planalto foi realizada de 7 a 12 de julho de 2018. Foram entrevistados 1.920 eleitores em todo o Estado. A pesquisa está registrada sob o número GO-00931/2018 e tem margem de erro de 3 pontos porcentuais.

Confira mais na edição impressa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here