Caiado, Tejota e Wilder recebem apoio de lideranças políticas e religiosas

0
447
Integrantes da frente “Unidos para Mudar Goiás” liderados pelo pré-candidato ao governo, Ronaldo Caiado (Democratas) estiveram nesta quarta-feira (19/7) em Indiara e Acreúna, região que tem como atividade econômica o agronegócio.
Além de Caiado, os pré-candidatos a vice-governador Lincoln Tejota (PROS) e ao Senado Jorge Kajuru (PRP) e Wilder Morais (Democratas) foram recebidos pelas lideranças políticas dos dois municípios, que além do agronegócio, também em comum o fato de serem margeados pela rodovia BR-060.
Mesmo em recesso parlamentar, os vereadores de ambas as cidades fizeram questão de abrir o espaço das casas legislativas para que a comitiva pudesse apresentar suas propostas à população, descrente, tal qual os demais goianos, com os rumos do estado nos últimos 20 anos.
“Visitar Indiara e Acreúna, que são importantes para o agronegócio de Goiás, é algo representativo à nossa pré-campanha. É impressionante o número de lideranças autênticas e representativas na região, algo em torno de 90% nas duas cidades. Isso reforça o sentimento do povo goiano, a cada região, a cada cidade onde passamos, recebemos cada vez mais apoios das lideranças políticas sérias e responsáveis de Goiás”, assegurou.
O espírito público na gestão estadual foi reafirmado por Ronaldo Caiado, que repudiou a tentativa do grupo político no poder em se perpetuar à custa da população, que arca com pesados tributos para sustentar uma administração irresponsável, mas célere e eficaz na cobrança de impostos.
“Nós vamos governar Goiás como funcionários públicos, dando satisfação à sociedade sobre os nossos atos e não permitir que a gestão seja tratada como um projeto de poder. Como agentes públicos, não podemos nos fechar diante das cobranças da população, a quem devemos a oportunidade de estar na administração para honrá-la.”, sublinhou.
Representatividade
Presidente da Câmara de Indiara, Vagner Silva, o Pastor Vaguim (Democratas) asseverou que o encontro de hoje de Caiado na cidade é algo que o estado quer e clama. “Ronaldo Caiado é uma liderança grande, não por uma causa pessoal, mas por uma causa maior, para defender um estado real, distante da propaganda, e ele hoje é a via direta que vemos para trazer dias melhoras ao nosso estado”, pontuou.
O chefe do Legislativo de Acreúna, Júlio César, conhecido como Julinho de Arantina  (Solidariedade), assegurou que nove dos 11 vereadores da cidade estão marchando com a chapa Caiado-Tejota-Wilder-Kajuru. “Abraçamos eles de coração, conscientes da importância desse momento na política e da necessidade de mudarmos a página de duas décadas de um grupo no poder.
Político revelação no cenário goiano, o senador Wilder Morais relembrou sua atuação em prol de todos os 246 municípios goianos e afirmou que, se reeleito, poderá garantir a liberação de R$ 2 bilhões para obras de infraestrutura em todo o estado para que Ronaldo Caiado possa investir em obras essenciais, atenuando os efeitos do caos econômico a ser herdado.
Wilder avaliou ainda que o progresso de Indiara e Acreúna não se resume apenas a qualidade das terras, com um dos alqueires mais valorizados de Goiás. “Temos aqui uma receita de sucesso: um povo trabalhador e municípios com forte vocação ao crescimento”, afirmou.
Ex-prefeito de Acreúna e companheiro de Ronaldo Caiado desde os tempos da União Democrática Ruralista, o agropecuarista Wander Carlos de Souza, destacou a amizade que tem com o senador democrata e sua confiança na realização de um bom governo. “Fico muito feliz com esse momento na política de Goiás, pela possibilidade de termos você eleito governador, para a nossa felicidade, fechar um ciclo esgotado e iniciar outro, com honradez e dignidade”, frisou.
Poder da fé
Um dos momentos mais marcantes do dia aconteceu em Acreúna, quando o pastor Marcos Faria, da Igreja Assembeia de Deus – Campo de Campinas, ao citar o versículo segundo de Provérbios 29, não escondeu sua admiração pela figura pública de Ronaldo Caiado.
‘Quando os justos governam, o povo se alegra; o povo se aflige, quando o perverso governa’. Faria desejou ainda que Caiado, Tejota, Kajuru e Wilder possam fazer um ótimo trabalho, para júbilo da população goiana, magoada com tamanha corrupção tanto nas esferas estadual quanto federal.
“A população deseja o governo dos justos e tenho certeza que Ronaldo Caiado governará com justiça, para alegrar a nossa população e honrar os votos a ele concedidos”, disse.
Indignação
O descaso do governo estadual com os setores essenciais à população não fugiu ao largo dos discursos. Jorge Kajuru não poupou críticas ao ex-governador Marconi Perillo que, segundo ele, decepcionou a confiança dos goianos e manchou o nome do estado devido às denúncias de suspeita de corrupção veiculadas na mídia nacional.
“Somente nos últimos dois anos, o nome dele foi citado 83 vezes em pleno Jornal Nacional, da Rede Globo. Aos domingos, no “Fantástico”, um jogador que fizer três gols em um mesmo jogo pode pedir música. Então, se fizermos um paralelo com as citações, ele poderia pedir música 27 vezes”, disse.
Líder do Democratas no Senado Federal, Ronaldo Caiado lembrou ainda as consequências da venda da Companhia Energética de Goiás (Celg) para a multinacional italiana Enel, consumada no ano passado. “Dilapidaram um patrimônio dos goianos e ainda deixaram uma dívida de R$ 4,2 bilhões para o estado. Hoje não temos demanda energética para incentivarmos investimentos, um verdadeiro crime contra o povo de Goiás”, denunciou.
O custo dos insumos básicos também foi ressaltado por Caiado, que denunciou há tempos o sucateamento da Celg e Saneago, com vistas à privatização – não consumada no caso da estatal de saneamento básico. “Pagamos a energia e água mais caras do Brasil, as mais altas alíquotas de combustíveis. No Detran, por exemplo, há uma verdadeira indústria da multa e, apesar do volume de recursos arrecadados com os altos impostos, o estado vive um verdadeiro caos”, disse.
A governança, bandeira reiteradamente defendida pelo senador, receberá atenção especial caso o senador democrata chegue ao Palácio das Esmeraldas, que garantiu colocar um ponto final nas manobras contábeis realizadas nas últimas gestões do PSDB para maquiar o desvio de recursos de áreas essenciais, como saúde e educação.
“O recurso público nas nossas mãos vai render. Não vamos fazer nada que possa prejudicar o cidadão e não vamos tolerar nenhum tipo de corrupção e muito menos permitiremos aumento de impostos para financiar governos incompetentes. A gestão pública vai ser eficiente e vamos buscar um modelo de eficiência constantemente”, completou.
Unidos para Mudar Goiás
A frente “Unidos para Mudar Goiás”, capitaneada por Ronaldo Caiado, Lincoln Tejota, Jorge Kajuru e Wilder Morais, começou a ser desenhada no ano passado e hoje aglutina 12 partidos – Democratas, DC, Podemos, PMN, PMB, PPL, PRP, PROS, PRTB, PSC, PSL e PTC.
De acordo com Caiado, outras duas siglas podem ser anunciadas nos próximos dias, a depender da finalização de articulações com os comandos regionais. PROS e PRP foram as últimas legendas a aderir ao projeto capitaneado pelo senador democrata.
“Diziam que o Ronaldo Caiado não conseguiria aglutinar apoios e que marcharia sozinho na eleição. Estes partidos que conosco estão são testemunhas de nossa capacidade de articulação, credibilidade moral e compromisso. Para quem duvidou do nosso trabalho, os fatos dizem por si”, finalizou.
Nos eventos desta quinta estiveram presentes os deputados estaduais Dr. Antônio (Democratas) e Lívio Luciano (Podemos); os vices-prefeitos de Indiara, José Neto, de Palmeiras de Goiás, Ailton Terra e Jhonnathan Rosa, de Jandaia, além de pré-candidatos a deputado estadual e federal da frente liderada por Ronaldo Caiado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here