Antiga casa de Tonico de Pina receberá mostra de arquitetura

0
3009
Foto: Divulgação

Mostra busca resgatar a história de Anápolis através de ambientes que combinam decoração contemporânea com linha do tempo

A dois meses de sua abertura ao público, a Mostra KZULO de Arquitetura, Design de Interiores e Paisagismo está a todo vapor com as obras na antiga casa de Tonico de Pina, no centro de Anápolis, e que este ano recebe a mostra em grande estilo. Marcado para 21 de setembro a 28 de outubro, o evento promete resgatar a história da cidade em seus 28 ambientes.

O trabalho minucioso é acompanhado por profissionais gabaritados de engenharia e arquitetura que buscam manter os principais traços da residência datada do início do século 19.  Segundo Gioconda Farias, diretora da mostra, embora não seja um trabalho de restauração, o objetivo é manter o máximo do projeto original. “O imóvel é belíssimo e integra a história viva de Anápolis. Queremos que as pessoas sintam o mesmo clima familiar e reconheçam o estilo que foi construída”.

Ao longo dos anos, além de moradia da família de Tonico de Pina, diversos estabelecimentos comerciais passaram pela casa, o que acabou mudando a edificação.  Joseane Pereira, também diretora da Kzulo, explica que existe uma preocupação muito grande por parte da organização em tentar retomar o projeto original: “A Kzulo tem como missão recontar a história da cidade de Anápolis e essa casa é parte desse acervo. Vamos  tentar devolver seu formato original”, explica.

A fachada que pode ser vista nos dias atuais foi finalizada em 1937, e mesmo com algumas mudanças, pode-se perceber que o estilo da época era o art déco. São linhas retas verticais presentes nas muretas e fachadas, além da forte tendência à geometrização da construção. Os dois pavimentos imprimem a nobreza da família de Pina, uma das mais tradicionais da cidade. “Para tentar manter esse rico acervo, nós vamos restaurar algumas janelas e vitrais, além de recolocar algumas portas que foram retiradas para criar cômodos que não existiam”, explica Joseane Pereira.

Homenageados

A cidade de Anápolis é uma das mais importantes do estado de Goiás e desta história rica surgiram nomes que são conhecidos em todo o estado tanto nos âmbitos político e cultural quanto econômico. Para seguir um contexto condizente com a riqueza de detalhes, personalidades, épocas e situações serão contadas dentro de um conceito chamado de “Linha do Tempo”.

Nomes como Tonico de Pina, Gomes de Souza Ramos,  Zeca Batista, James Fanstone, Aquiles de Pina, Família Câmara, Lopo de Souza,  Onofre Quinan e Maria Elisa Crispim estão na lista dos que serão lembrados nos 28 ambientes programados para esta edição. A empresária Joseane Pereira explica que desde que o projeto KZULO foi idealizado, há mais de um ano, a ideia era ressaltar a história de Anápolis. O pontapé inicial foi dado em 2017, quando a mostra se instalou na antiga casa de Anapolino de Faria.  Até o momento 20 ambientes já estão definidos. Para Joseane Pereira, é emocionante poder conhecer de perto a história de um povo de luta que sempre teve o trabalho recompensado por prosperidade. “O que fazemos aqui com a KZULO é servir de instrumento para que, mesmo em uma nova era, em tempos modernos, a população possa reviver as melhores histórias da cidade”, diz .

A Linha do Tempo vai buscar,  no longo desses mais de 140 anos de história, retratar os principais acontecimentos como a chegada da estrada férrea, a maçonaria, o cinema, a base aérea, entre tantas outras. “Sou moradora de Anápolis há mais de 25 anos e sei que a cidade precisa preservar sua história. Nada melhor que um evento que consegue aglutinar pessoas, movimentar os negócios e ainda oferecer opção cultural como uma mostra de decoração”, diz Gioconda.

Foto: Divulgação

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here