José Eliton transfere capital para a cidade de Goiás

0
704
Foto: Wagnas Cabral

A cidade ficou pequena para tantas autoridades estaduais, locais, de outras regiões do País e famílias goianas que compareceram para reverenciar, com o governador José Eliton, o passado da histórica Vila Boa de Goiás, hoje cidade de Goiás, que todo ano se torna capital, nessa época, em homenagem, deferência e reverência ao seu passado glorioso.

“Este é um momento importante para a história de Goiás, para a preservação da nossa história, aqui, no berço do nosso Estado, onde foi sonhado o Goiás que nós temos hoje”, ressaltou o governador. Ele afirmou que a cidade se tornou, com muita luta e elegância, patrimônio Histórico da Humanidade, tem uma passado de referência, um presente altaneiro e um futuro auspicioso.

Em seu discurso, vivificou na memória dos presentes,  que “Goiás é um Estado que se destaca por sua educação, saúde e forças de segurança; um Estado que atrai indústrias e gera empregos, onde se pratica a boa política, dando exemplo para o Brasil de que é possível construir uma terra que valoriza seus cidadãos”.

Ele comandou a transferência dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário de Goiânia para a antiga capital do Estado, a cidade de Goiás, nesta terça-feira (24/7), no Largo do Chafariz, pela 57ª vez. Na ocasião, entregou a Comenda da Ordem do Mérito Anhanguera a diversas personalidades que se destacaram por contribuições e serviços relevantes ao Estado.

A antiga Vila Boa, Patrimônio Cultural da Humanidade, torna-se a sede do Governo do Estado por três dias com uma série de homenagens, desfiles e comemorações, “ação que me dá muito orgulho como governador do Estado de Goiás”, completou José Eliton.

Em nome das autoridades que acompanham o governador, o ex-governador Marconi Perillo voltou a tecer elogios à atuação de José Eliton à frente da administração estadual, reiterando o desejo de “muita sorte, muito êxito e muito sucesso”, por considerar que ele é um homem “preocupado com as coisas da nossa terra e, sobretudo, preocupado com os valores humanos e históricos”, como tem demonstrado nesse período à frente do Governo de Goiás. A prefeita anfitriã, Selma Bastos, recebeu com deferência as autoridades e também teceu palavras elogiosas ao trabalho de José Eliton como governador.

O dia, de festa, prosseguiu com desfile militar, apresentações de artistas goianos e show do Trio Parada Dura em comemoração ao aniversário de 291 anos do município.

Histórico da transferência

A transferência da capital para a cidade de Goiás é uma homenagem à antiga Vila Boa e acontece desde 1961, por decreto do então governador Mauro Borges, sempre na última semana do mês de julho, devido à data do aniversário do município.

Fundada no Ciclo do Ouro, a antiga capital retrata o período colonial brasileiro, mantém o traçado urbano da época e também as manifestações culturais, como a Semana Santa e a Procissão do Fogaréu. A cidade é conhecida ainda pela obra da poetisa Cora Coralina, cuja casa tornou-se ponto de visitação de turistas, e de artistas plásticos como Octo Marques e Goiandira do Couto, entre outros. Goiás guarda também obras de Veiga Valle e Frei Nazareno Confaloni nas igrejas históricas, a beleza da Serra Dourada e das cachoeiras.

A Comenda da Ordem do Mérito Anhanguera é a mais alta honraria conferida pelo Governo de Goiás, dividida em três graus: Grã-Cruz, Grande Oficial e Comendador, entregue a personalidades civis, militares, políticas e comunitárias. “Esse é um momento importante para homenagearmos pessoas que contribuíram com ações importantes para a construção do nosso Estado”, destacou o governador.

Entre os homenageados deste ano estão o presidente da República, Michel Temer (que se fez representar); o ministro da Educação, Rossieli Soares, e o ministro das Cidades, Alexandre Baldy. Também receberam a comenda a embaixadora da Áustria, Irene Giner-Richl; o embaixador de Israel, Yossi Shelley; o vice-governador da Bahia, João Felipe de Sousa Leão; o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Kennedy de Souza Trindade, e o presidente do Tribunal Regional Eleitoral, Carlos Hipólito Escher.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here