Marcos Abrão recebe empresas de negociação de débito

0
2179
Foto: Divulgação

Banco do Brasil rompeu contratos com as cobradoras do estado para centralizar serviço

Em audiência com o deputado federal Marcos Abrão, que preside o PPS em Goiás, representantes de empresas de cobrança terceirizadas solicitaram o retorno do contrato de prestação de serviços com o Banco do Brasil. A instituição financeira cancelou os contratos com oito empresas em Goiás e centenas de prestadoras desse tipo de trabalho no país para centralizar as negociações de débitos em apenas uma empresa, localizada no estado da Bahia.

De acordo com o parlamentar, “as causas e consequências da interrupção dos contratos com as empresas de cobrança terceirizadas precisam ser muito bem avaliadas para que a população em débito com o banco não seja prejudicada”. Marcos Abrão sugeriu que a situação seja discutida em audiência pública na Câmara Federal e analisada pelo Ministério Público.

Segundo Marcos dos Santos, que trabalha em empresa de cobrança, “após o rompimento do contrato com Banco do Brasil o quadro de funcionários foi reduzido em quase 50%. Nós tínhamos 67 funcionários e hoje temos apenas 35. Em todo o estado temos em torno de 500 postos de trabalho correndo riscos em razão da interrupção da prestação de um serviço que é feito há mais de 20 anos”, alertou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here