Anápolis atrai investimentos imobiliários

0
1000
Foto: Divulgação

Dados da Secretaria de Planejamento apontam que nos últimos cinco anos, Anápolis recebeu protocolos de solicitação de Alvará de Construção de aproximadamente 50 empreendimentos verticais que estão em andamento e outros em fase de conclusão. O volume tem sido uma crescente, avalia o secretário da pasta, Daniel Fortes. “Somente nos primeiros meses de 2018, aproximadamente 15 processos abertos para empreendimentos, ou seja, um aumento de 50% no volume anual médio”, diz ele.

Vários projetos têm sido propostos por empresas de fora, que estão de olho na cidade: incorporadoras de Goiânia, Minas Gerais e até do Espírito Santo tem aportado na cidade, que tem destaque na indústria, comércio atacadista, logística e também importância militar. O PIB da cidade saltou de R$ 8 bilhões para R$ 11 bilhões entre 2010 e 2015, segundo dados do IBGE. Ainda segundo o instituto de pesquisa, entre 2006 e 2015, o crescimento de empresas foi de 26% na cidade.

A força econômica tem sido fator de atração de migrantes. Outro motivo é o tamanho da cidade, de médio porte, perfil que tem crescido em todo País por oferecer mais qualidade de vida que os grandes centros. A cidade possui atualmente é de 375.142 mil habitantes, conforme a estimativa de 2017 do IBGE.

A celeridade da aprovação de projetos tem contribuído para a atratividade de investimentos, que tem sido uma meta da prefeitura, observa Daniel Fortes, o que também favorece os investimentos imobiliários. “Temos trabalhado ferramentas que aceleram a aprovação de projetos e isso também facilita a atração de projetos, pois o tempo de aprovação é um período de investimentos privados parados, sem retorno”, considera Daniel Fortes.

A cidade tem espaço para o adensamento dentro de sua malha urbana, o que favorece a população permanecer em um raio de deslocamento mais curto e, assim, ter maior qualidade de vida. De acordo com o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Estado de Goiás (CAU/GO), a cidade possui 51 mil terrenos vagos, que poderiam comportar uma população de 163 mil novos habitantes para o município, suficiente para o município atender a uma taxa de crescimento populacional elevada pelo menos até  2030, sem aumentar seu perímetro urbano.

MRV Engenharia construirá 650 apartamentos na cidade

Foto: Divulgação

A MRV Engenharia  maior construtora da América Latina e líder no segmento de imóveis econômicos já projeta três grandes residenciais para a cidade, que totalizarão 650 apartamentos. Os investimentos são da ordem de mais de 65 milhões e as obras irão gerar 300 empregos diretos na cidade. O primeiro condomínio residencial a ser lançado no dia 12 de maio, será o  condomínio Arcos do Campo, que está projetado para a Vila Jaiara e contará com 240 unidades.

Ainda em 2018 outro residencial será lançado, desta vez no Jardim Alexandrina. É o condomínio Arcos da Serra, que terá 180 unidades. E, por último, virá o complexo habitacional Arcos do Cerrado, também com 240 unidades na Vila Jaiara. Todos estes imóveis se enquadram no Programa Minha Casa Minha Vida.

Os empreendimentos serão os primeiros empreendimentos dotados com diferenciais de sustentabilidade e tecnologia inéditos para o segmento econômico na cidade, tais como bicicletas compartilhadas, tomadas USB e geração de energia solar para a área comum.

Segundo o gestor comercial da MRV Engenharia em Goiás, Fernando Salomão, o início das operações em Anápolis marca também os 10 anos da chegada da empresa, que é mineira, a Goiás. “Estamos estudando a região há um bom tempo e percebermos o quanto o município cresce e isso, obviamente, cria uma grande demanda habitacional. Este será o primeiro lançamento imobiliário da MRV em Goiás neste ano de 2018 e escolhemos Anápolis para este pontapé inicial”, destaca o gestor.

Além de atender à população que busca a primeira moradia, a chegada da construtora à cidade trará também melhorias urbanísticas para o entorno dos empreendimentos que serão edificados pela MRV.  É que faz parte da política de responsabilidade social da empresa, contribuir com a qualidade de vida do entorno de suas obras. “Estão previstas a revitalização da Praça Bartolomeu Nunes, localizada na Avenida Bernardo Sayão, na Vila Jaiara. No espaço de lazer iremos reformar todo o passeio, plantaremos mudas de árvores nativas e construiremos um novo playground para as crianças da região”, anuncia o diretor de produção da empresa Raphael Paiva. Além disso, será feito o plantio de cerca de 400 mudas de árvores ao longo da avenidas Fernando Costa e Presidente Kennedy, no Jardim Alexandrina.

Fachada do Residencial Arcos do Campo, em Anápolis, já pronta
Foto: Divulgação

Grupo Elmo prepara investimentos de R$ 150 milhões para a cidade de Anápolis

Completando 40 anos em 2018, o grupo goiano Elmo Engenharia e Incorporações mantém atividades nos estados de Goiás, Tocantins, Distrito federal e Mato Grosso. A cidade de Anápolis faz parte do portfólio do grupo desde o ano 2000, no qual foi lançado o primeiro condomínio horizontal de lotes alto padrão da cidade, o Residencial Sunflower, localizado na Avenida Brasil Sul e voltado para um público de alto poder aquisitivo. O empreendimento foi um sucesso de vendas e recebeu diversos prêmios de reconhecimento por sua inovação e qualidade imobiliária.

No ano de 2007 foi lançado o Setor Summerville, um loteamento aberto com infraestrutura completa, contando  com aproximados 970 lotes, localizado às margens da BR-060, na saída para Brasília. O empreendimento teve um acelerado processo de urbanização e atualmente mais de 80% dos seus lotes encontram-se com construções.

Ainda em 2012, a incorporadora entregou 352 apartamentos no Bairro Santo André, construídos em Parceria com a Caixa Econômica Federal e a Prefeitura Municipal, beneficiando, principalmente, funcionários públicos que se encaixavam nas faixas de renda do PMCMV.

Sócrates Diniz, coordenador comercial da empresa, explica que a cidade é um importante eixo que liga o Centro-Oeste para todo Brasil. Por ser um elo a regiões de crescimento, tornou-se um lugar estratégico para os negócios, tanto que abriga o Porto Seco, a plataforma multimodal com o aeroporto de cargas, a Ferrovia Norte-Sul e o DAIA, um dos principais polos farmoquímicos do país.

“Tudo isso representa uma alavanca de desenvolvimento econômico, o que fomenta o trabalho e gera renda para as pessoas economicamente ativas. Há também o crescimento da demanda por moradias para diferentes públicos”, diz. Atualmente, a empresa está preparando dois projetos para a Anápolis. O primeiro será um loteamento com aproximadamente 1400 lotes com completa infraestrutura, localizado na Avenida Sérgio Túlio Jayme, entre o Jardim Itália e a sede do Clube AABB, na região leste da cidade. O outro projeto em fase de desenvolvimento é um condomínio vertical de alto padrão, localizado no Bairro Jundiaí. Ambos os empreendimentos tem um investimento previsto de R$ 150 milhões.

Incorporadoras anapolinas também aumentam lançamentos

Empresa anapolina com mais de 30 anos de história, a Engecom vem intensificando sua atuação na incorporação imobiliária na cidade. A empresa prepara o lançamento de um empreendimento office, com 255 unidades, na Avenida JK com a Av Presidente Wilson, no Bairro Jundiaí, um dos mais endereços mais nobres de Anápolis. O Valor Geral de Vendas (VGV) é de R$ 70 milhões. “Estudamos e lapidamos este projeto durante dois anos e ele está adequado para atender à demanda empresarial da cidade”, explica Pedro Vono, desenvolvedor do empreendimento.

Ele explica que a estrutura urbana passa por um período de maturação em sua estrutura corporativa, pela qual todas as cidades passam. “Primeiro, as empresas começam a ocupar casas adaptadas; depois, chega o momento de buscar por espaços projetados para as especificidades corporativas e que ofereçam mais segurança, mais vagas de estacionamento. Esse é o momento de Anápolis”, conta

Em sua opinião, as cidades médias brasileiras, de até 600 mil habitantes, são o grande nicho de mercado porque não tiveram suas demandas atendidas ainda. “Isso sem falar no potencial específico de Anápolis com sua vocação industrial e de logística”, diz. A própria incorporadora intensificou sua atuação na incorporação imobiliária. Desde 2013, lançou um volume de 750 unidades. “Em seis anos, lançamos o equivalente ao que a incorporadora havia lançado durante toda sua história, antes desse momento”, comenta.

Mais sobre Anápolis

Anápolis está localizada no centro geográfico do país, é o eixo do Centro-Oeste e está localizada entre as rodovias BR 153, BR 060 e BR 414. O município tem o melhor distrito Agroindustrial do interior do país, com estrutura completa e com melhores incentivos fiscais, onde estão locadas aproximadamente 170 indústrias. Ainda conta com um dos maiores pólos farmacêuticos do país, com laboratórios dentro e fora do DAIA, que se limita com outro importante equipamento, o Aeroporto de Cargas, que consolida Anápolis como o maior pólo logístico do interior do Brasil, em articulação as ferrovias Norte-Sul e Centro-atlântica que cortam o Porto Seco Centro-Oeste.
Outro grande atrativo para o desenvolvimento de Anápolis recém inaugurado  é Centro de Convenções, com 32 mil metros quadrados de área construída e dois auditórios, um para 700 e outro para 2,3 mil lugares.
O Município também é considerado um forte pólo educacional, com grandes universidades particulares e ainda sedia da Universidade Estadual de Goiás, o que proporciona uma forte estrutura de formação e mão de obra especializada com cursos tecnológicos ministrados pelo IFET, Senac, Cepa, Senai, Programa Bolsa do Futuro e pelas faculdades.
Podemos contar também com importância militar na defesa do espaço aéreo do país, com a consolidação da Base Aérea ou ALA 2,  equipada com seus aviões supersônicos, sendo uma das principais atrações turísticas da região.

Ainda há ótimas opções compra e lazer, como dois grandes shoppings um moderno planetário, como também as maiores lojas de departamento do país.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here