PSOL terá mulher negra como vice na chapa para o governo de Goiás

0
511
Foto: Divulgação

Militante do movimento pelo direito à terra, Erenilda de Assis terá candidatura homologada naconvenção do dia 29.07 (domingo), 10h, em Goiânia (GO)

Os nomes de Weslei Garcia e Erenilda de Assis, a Nildinha, serão confirmados como candidatos pela chapa do PSOL ao governo do estado de Goiás na convenção eleitoral do partido, próximo domingo, dia 29.07, das 10h às 15h, no Garden Hotel, em Goiânia (GO). Têm direito a voto os integrantes do diretório estadual e os filiados e filiadas que comparecerem.

Além da homologação dos nomes da chapa do PSOL/GO, a reunião terá como objetivo debater as propostas de coligações partidárias com outras siglas para eleições majoritárias e/ou proporcionais, entre outros detalhes relativos às eleições de 2018 e de interesse do partido.

Militante negra

Mulher negra, Nildinha tem 44 anos e é militante do movimento agrário. Assentada em Cristalina (GO), a 273km da capital goiana, ela é presidente da Aecocris – Associação Eco dos Agricultores e Agricultoras Familiares do Projeto de Assentamento Vista Alegre de Cristalina/GO. Na infância, foi vítima do trabalho escravo.

Pelo seu perfil, Nildinha será uma representante das mulheres no campo e na cidade, das pessoas que enfrentam dificuldades, daqueles que não são assistidos em seus direitos pelos sucessivos governos de Goiás. A escolha de seu nome, junto ao de Weslei Garcia, segue a lógica da chapa presidencial do PSOL, que colocou uma mulher de liderança indígena, Sonia Guajajara, como candidata a vice de Guilherme Boulos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here