Os Beatles chegaram a Goiânia

0
5155

Maria José Rodrigues

Exposição itinerante relembra o legado deixado pelos quatro garotos de Liverpool, eternizados como integrantes da lendária banda britânica

Que sorte a nossa que John Lennon não levou a sério as pesadas críticas que recebeu de seus professores nos tempos de garoto. Se tivesse, possivelmente não teria acreditado em seu talento e o mundo teria perdido um de seus maiores músicos, tanto em incursão solo quanto como cantor e compositor ao lado de Paul McCartney, George Harrison e Ringo Star, com quem formou, em 1960, a banda The Beatles.

A história do grupo durou apenas 10 anos, mas foi tão consistente, inovadora e revolucionária que ainda hoje, quase cinco décadas depois, o quarteto britânico tem legiões de fãs em vários países, mesmo entre o público mais jovem. Para quem conhece pouco, mas especialmente para os apaixonados, vale conferir a exposição ‘Beatlemania Experience’, em cartaz no Passeio das Águas Shopping.

Em sequência cronológica e distribuída por 12 ambientes temáticos, uma parte expressiva da trajetória dos famosos garotos de Liverpool foi resgatada pela empresa Let it Be em parceria com a Getty Imagens, banco de imagens com sede nos Estados Unidos detentor dos direitos de 80 milhões de imagens e de mais de 50 mil horas de fi lmagens.

O primeiro ambiente é, de cara, uma deliciosa volta ao passado. Além das fachadas de diversos pubs onde o grupo tocou no primeiro ano de existência, tem também a réplica fi el do caminhão com os instrumentos musicais da The Quarrymen, banda onde John tocava na época em que conheceu Paul.

O nome ‘The Quarrymen’ foi uma homenagem de Lennon à escola onde ele tinha estudado, muito embora não tivesse motivos para guardar boas lembranças desse tempo. No mesmo ambiente está uma cópia do boletim escolar de John com considerações infelizes como “Satisfeito em ser medíocre?”, “Sem esperança” e “Preguiçoso!”, escritas por seus ex-professores.

Tecnologia

Além dos objetos oficiais, figurinos, cenários, réplicas de instrumentos musicais, capas de revistas, jornais e discos, além de fotos, filmes e vídeos inéditos que retratam a história da banda ícone de várias gerações, a tecnologia também marca presença na exposição.

Por meio da realidade virtual, o público pode sentir um pouco da emoção que os shows dos Beatles causavam pelo mundo. Com a ajuda de óculos 3D é possível fazer parte da plateia da lendária apresentação no Shea Municipal Stadium, em Nova Iorque, em 1965.

Não menos emocionante é a chance de sentar-se na poltrona da famosa locomotiva do filme “A Hard Days Night” e observar a paisagem passando rápida pela janela. O trem ficou famoso por marcar a viagem da banda entre Liverpool e Londres. Nas bilheterias foi um grande sucesso de público e ajudou a alavancar a carreira dos ousados garotos.

O submarino amarelo (Yellow Submarine) também ganhou destaque especial na exposição com uma réplica bem fiel. Já os quatro últimos ambientes são dedicados às carreiras individuais de John e George, já falecidos; e Ringo e Paul em suas incursões solo.

Segundo Henrique Cezarino, curador da exposição ao lado de Adriana Moraes, para montar as 12 alas temáticas foram necessários 10 dias. Henrique tem 23 anos, é formado em Produção Musical e, por influência musical dos Beatles, aprendeu a tocar guitarra na adolescência e hoje interpreta George Harrison na banda All You Need is Love, considerada o cover mais fiel do quarteto inglês no Brasil.

Goiânia é a quarta cidade a receber a ‘Beatlemania Experience’. A exposição começou em 2016 por São Paulo, onde ficou por dois meses. No ano seguinte foi para Salvador (Bahia) e Recife (Pernambuco) e, em 2018, antes de chegar à capital goiana, passou uma temporada em Porto Alegre (RS). “Daqui seguiremos para Londrina, no Paraná, voltamos para Brasília e depois vamos para o Rio de Janeiro, onde terminaremos o ano”, explica Henrique.

Paixão de família

A exposição ‘Beatlemania Experience’ foi idealizada pelo casal paulista Carlos e Janaína Gualberto, que mora com os dois filhos em Mogi das Cruzes, no interior de São Paulo. Ele formado em marketing e ela com atuação em produção de eventos.

Janaína explica que a ideia surgiu em 2013 por influência da banda All You Need is Love, da qual o marido é empresário. O grupo já tem dois DVDs no mercado e é um grande sucesso no Brasil e no exterior.

Em Goiânia, a expectativa é de que mais de 5 mil pessoas visitem a exposição, aberta até o dia 12 de agosto. “Em São Paulo foram mais de 60 mil”, lembra Janaína. Ela ressalta que a ‘Beatlemania Experience’ tem como foco principal ser um atrativo de lazer para as famílias. “Pensamos em dar aos pais a oportunidade de mostrar aos filhos um pouco desse legado deixado pelos Beatles, inquestionavelmente o mais bem sucedido grupo musical da história do pop rock mundial”.

Serviço

A exposição ‘Beatlemania Experience’ está montada em frente à loja Zara. De quarta a sábado, poderá ser visitada entre as 14 e 22 horas e aos domingos entre 14 e 21 horas. O estacionamento do shopping é gratuito e os ingressos custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia) e podem ser adquiridos pelo site www.eventim. com.br. Grupos com mais de 3 pessoas e clientes do shopping, com notas fi scais de valor acima de R$ 40, ganham descontos de 50%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here