Criado por Lúcia Vânia, FDCO investe R$ 1,9 bilhão na região Centro-Oeste

0
918
Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) realiza audiência pública para tratar sobre os problemas e perspectivas relacionados aos impactos da atuação da Empresa BRF no Estado de Goiás. Em pronunciamento, à bancada, senadora Lúcia Vânia (PSB-GO). Foto: Pedro França/Agência Senado

Implantado pela senadora goiana durante a recriação da Sudeco, fundo está financiando projetos de infraestrutura e empreendimentos privados que geram empregos e fomentam o setor produtivo

O Fundo de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FDCO), implantado pela senadora Lúcia Vânia (PSB-GO) quando a parlamentar recriou a Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), está apoiando projetos em Itumbiara, Catalão e Rio Quente. Há ainda investimentos sendo financiados na ampliação da BR-050 entre Goiás e Minas Gerais e em empresas de proteína e celulose em Mato Grosso do Sul. No total foram R$ 1,9 bilhão de recursos liberados e mais de 50 mil empregos gerados.

Em Itumbiara, o FDCO destinou 36,6 milhões para financiar uma empresa que produz geradores de energia elétrica; para a ampliação da BR-050 foram destinados R$ 200 milhões, obra que já gera mais de quatro mil postos de trabalho. Uma fábrica de veículos de Catalão conta com R$ 496,1 milhões e um hotel em Rio Quente conta com R$ 31,1 milhões com investimentos do fundo para obras de infraestrutura, que também financia projetos para o setor turístico. Juntos, os empreendimentos já financiados pelo FDCO em Goiás somam mais de R$ 700 milhões. Em Mato Grosso do Sul, o Fundo está financiando uma fábrica de celulose e uma indústria de proteína.

Para Formosa, no Entorno do Distrito Federal, o fundo aprovou o maior projeto industrial da Região Integrada de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Ride). O recurso de R$ 270 milhões será para a construção de uma fábrica de cimento no município. Durante a construção do complexo industrial serão gerados mais de 2 mil empregos diretos e indiretos. Quando estiver em funcionamento, a fábrica vai empregar cerca de 800 funcionários.

A senadora Lúcia Vânia, que em seu mandato tem diversas ações voltadas para a infraestrutura, para a agropecuária e para a geração de empregos, comemora os empreendimentos realizados em Goiás por meio do FDCO. “Os financiamentos promovem o crescimento do Estado de Goiás, fortalecendo a geração de emprego e o setor econômico goiano”, avalia a senadora.

O Fundo, criado em 2009, tem o propósito de assegurar recursos para implantação de projetos de desenvolvimento e a realização de investimentos em infraestrutura, ações e serviços públicos considerados prioritários para a região Centro-Oeste. Empresários e produtores rurais que se encaixam nos quadros de prioridades e critérios do fundo podem contar com o apoio do FDCO.

Além do FDCO, a região conta ainda com o Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO), ambas fontes de recurso contribuem para o fortalecimento de Goiás e dos estados de compõe a região. “Tive a oportunidade de recriar a Sudeco e criar o FDCO. A Sudan e a Sudene dispunham de dois fundos, um para infraestrutura e outro para desenvolvimento. Até então, a Sudeco só dispunha do FCO para realização de investimentos”, diz a parlamentar goiana.

Para Lúcia Vânia, o desenvolvimento integrado da região Centro-Oeste carece de uma estratégia que considere a região de forma integrada. A senadora afirma que as obras de infraestrutura, em especial as rodoviárias, ferroviárias e energéticas, são essenciais para esse desenvolvimento integrado. A criação do Banco do Centro-Oeste, projeto relatato pela senadora goiana e que já foi aprovado pelo Senado Federal, também é uma prioridade da região, que poderá contar no futuro com mais uma instituição financeira para administrar os financiamentos pelos fundos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here