STF não deve debater o aborto, enfatiza Francisco Jr

0
1210
Foto: Divulgação

 

O Supremo Tribunal Federal iniciou na última sexta-feira, 03, uma série de audiências públicas para debate da possível descriminalização do aborto até a 12ª semana de gestação. A série de debates irá se estender até a próxima segunda-feira, 06, e contará com a participação de 53 atores sociais que irão defender a sua interpretação da pauta que está sendo apreciada.

A defesa da vida é uma das principais bandeiras de ação do deputado estadual Francisco Júnior. O deputado defende a defesa integral da vida, desde a concepção até a morte natural, e por isso é contra o aborto.

“Tem gente hoje defendendo o direito de matar as crianças, de abortar, isso é tudo muito polêmico e precisa ser discutido e precisa ter gente que tenha coragem de discutir isso no congresso” ressalta Francisco Jr.

O deputado considera que o Supremo Tribunal Federal deve se ocupar de outros julgamentos e que mudanças na legislação devem ser debatidas por deputados e senadores. Francisco Jr não consegue entender porque temas como o aborto, que devem ser debatidos no congresso, acabam por entrar na pauta de votação do STF.

Francisco Jr se posiciona contra aborto e destaca que não tem como essa discussão no STF continuar. Um tema de tamanha complexidade e com tantas visões discordantes não pode ser debatido durante o período eleitoral como alguns insistem em querer pautar.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here