“José Eliton compôs chapa ousada e corajosa”, diz Raquel Teixeira

0
1060

Anunciada como candidata a vice-governadora na chapa encabeçada por José Eliton (PSDB), a professora, ex-deputada federal e ex-secretária de Educação, Raquel Teixeira (PSDB), agradeceu, em discurso, o convite do governador José Eliton (PSDB) e do ex-governador Marconi Perillo (PSDB), bem como de toda a  base aliada, para compor a majoritária.  “Recebi e aceitei com muita humildade, responsabilidade e confiança o convite da base forte para ser candidata à vice-governadora junto com o governador Zé Eliton”, disse a professora. 

Raquel disse que a formação da chapa da base aliada foi ousada. Segundo ela, Marconi Perillo (PSDB) e José Eliton formaram uma chapa que  “extrapola, talvez, parâmetros tradicionais de tempo de televisão e outros”. Para Raquel, os dois líderes “tiveram a coragem de trazer, compor uma base, na vinda de novos segmentos, na oportunidade de experiências já acumuladas, na representatividade e em outros fatores”. Raquel considera a escolha “um marco histórico”, não apenas por  ter a chapa formada por 50% de homens e mulheres. 

Marconi e José Eliton teriam feito uma escolha que extrapola critérios de gênero, de idade, que reconhece que na sociedade contemporânea “a força intelectual às vezes é mais importante que a força física”, disse. Raquel falou sobre a capacidade das pessoas se renovarem, com novas ideias, novas atitudes, novos compromissos. “É isso que significa a nova política que o Brasil deseja, que o Brasil endossa e aplaude”, acredita. 

Além dela, a chapa tem outra mulher, a senadora Lúcia Vânia candidata a reeleição para o Senado.  Raquel disse que agregou apoios na mobilização da pré-campanha, via redes sociais, de vários segmentos. “Essa chapa que se apresenta hoje é representativa da vitória dos professores, dos artistas, dos atletas, da mulher, do servidor público, do pesquisador, daquele que faz empreendedorismo, inovação, e avança com o estado”, disse. 

Raquel conclamou a militância ao trabalho de campanha. Ela disse ser leal ao projeto de José Eliton, que foi construído em cima de um plano de governo “que foi feito ouvindo toda a sociedade”. E ressaltou: “Não é um plano de gabinete, é um plano de força viva e pulsante”, apoiou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here