Eliton: “Goiás investiu mais de R$ 1 bilhão no Nordeste Goiano”

0
646

O governador disse entender que “governar não é mandar, governar é ouvir, ter sensibilidade e tomar decisões que impactam na melhoria da vida das pessoas”

O governador José Eliton calcula que “o Governo de Goiás investiu quase R$ 1 bilhão em infraestrutura nos últimos anos” na Região Nordeste do Estado, nas áreas de infraestrutura, saúde, educação, segurança, e isso explica porque seu governo trabalha com foco na redução das desigualdades regionais. Em entrevista, na manhã desta quarta-feira (8/8), José Eliton lembrou de sua trajetória de vida em Posse, dos desafios e da missão de governar o Estado, sempre com foco no cidadão.

Ele enumerou os principais investimentos feitos na região e lembrou que passou boa parte de sua vida em Posse, que não nasceu em berço de ouro, é de família simples, estudou em escola pública e por isso sabe que é pela democracia “que nós podemos dar oportunidades às pessoas porque todo o cidadão tem o direito de sonhar e de alcançar seus propósitos, tanto é que eu consegui chegar à condição de governador do Estado”.

A região foi beneficiada com obras de infraestrutura rodoviária como “a rodovia que liga Posse e Iaciara, Iaciara a Nova Roma, Mambaí à Divisa, Alto Paraíso até Colinas do Sul, reconstrução de rodovias, além da recuperação de estradas não-pavimentadas”, frisou o governador. E citou ainda a ampliação da UEG de Campos Belos e de Posse, dos serviços do Vapt Vupt, do acesso à saúde por meio dos AME’s (Ambulatório Médico de Especialidades), a universalização do esgotamento sanitário e a ampliação do abastecimento de água, “um conjunto de ações importante para a redução das diferenças regionais, que faz parte do nosso plano de governo”.

AMEs – Os AMEs são centros de diagnóstico de média e alta complexidade e orientação terapêutica que reúnem 20 especialidades médicas, para atendimento aos pacientes encaminhados pela rede básica de saúde. Todas as unidades têm centro cirúrgico e serviço de investigação e diagnóstico de câncer, além de atendimento de enfermagem, serviço social, psicologia, fisioterapia, terapia ocupacional, nutrição e fonoaudiologia.

O governador disse estar consciente de que tem “um conjunto de desafios pela frente”, mas que será possível vencê-los “com responsabilidade, capacidade de solução de problemas”, sem respostas “fictícias porque nós temos um orçamento enxuto e para manter o equilíbrio fiscal do Estado é preciso ter muita responsabilidade para tomar decisões que muitas vezes são duras, com serenidade”, por entender que “governar não é mandar, governar é ouvir, ter sensibilidade e tomar decisões que impactam na melhoria da vida das pessoas”.

Segurança pública foi um tema recorrente na entrevista, ao que o governador esclareceu que o Executivo Estadual tem “valorizado o policial com ferramentas para trabalho, com viaturas, com equipamentos de proteção individual, com armamento, com capacidade de inteligência para que ele possa ter uma ação preventiva que estão derivando, desde 2006, na redução contínua dos indicadores de violência do Estado”.

O chefe do Executivo Estadual assinalou que é preciso dizer a verdade às pessoas, que “nós temos um problema com a Legislação Penal, de Execução Penal e com o Sistema Penitenciário que ao longo das últimas décadas foi depreciado por uma visão ideológica de desencarceramento, o que gera um ciclo pernicioso”.

José Eliton explicou que o Governo de Goiás tem feito sua parte, tanto é que “fizemos inúmeros concursos, vamos fazer mais um nesse final de semana para delegado, vamos incrementar a segurança, agora, com mais 500 novas viaturas”; e pontuou que “no último ano destinamos mais de 12% do orçamento para a segurança, mais de R$ 3 bilhões”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here