Pedro Chaves será o coordenador geral da campanha de Daniel Vilela

0
431
Pedro Chaves e Daniel Vilela em Doverlândia, junto com a prefeita Zildinha e um morador da cidade. Foto: Divulgação

Deputado federal por cinco mandatos e uma das lideranças mais tradicionais no MDB goiano, Pedro Chaves foi escolhido para ser o coordenador-geral da campanha de Daniel Vilela ao governo de Goiás. “Pedro é um político experiente, respeitado e que conhece Goiás como poucos. Vai contribuir muito com o nosso projeto eleitoral”, afirma Daniel Vilela.

O candidato a governador destaca o perfil municipalista de Pedro Chaves no exercício dos seus mandatos parlamentares e lembra que ele chegou a ser eleito no início do ano, pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), o deputado mais municipalista do País. “Como um dos principais objetivos do nosso projeto é um governo que dê mais atenção aos municípios, com políticas regionais de desenvolvimento, o perfil do Pedro agrega ao dar essa caráter municipalista à própria campanha”, completa.

Pedro Chaves chegou a se colocar como pré-candidato ao Senado na chapa emedebista e teve seu nome aprovado na convenção do partido, mas abriu mão da vaga para o colega de partido Agenor Mariano. O outro candidato ao Senado pela coligação é o ex-prefeito de Senador Canedo Vanderlan Cardoso (PP).

“Conheço o Daniel há muitos anos e sei da sua capacidade e do seu empenho para construir um novo momento político para Goiás. A renovação representada pelo Daniel é o que nosso Estado precisa e por isto recebi com muita honra esta missão”, afirma Pedro Chaves. “Daniel já provou que está preparado. Ele superou todo tipo de obstáculo nos últimos anos, lutando contra a máquina administrativa do governo estadual, e conseguiu consolidar uma chapa altamente competitiva. Tem tudo para ganhar estas eleições”, destaca.

Pedro Chaves é natural de São Domingos, no Nordeste goiano, e mantém fortes laços com a região, tendo também como bases eleitorais o Norte do Estado e o Entorno do Distrito Federal. Engenheiro civil, já foi presidente do Crisa, deputado estadual e foi eleito para o primeiro mandato de deputado federal em 1998.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here