José Eliton participa de solenidade de transmissão do cargo de comandante de Operação Especiais do Exército

0
1558
Foto: Marco Monteiro

Após dois anos, o general de Brigada Sérgio Schwingel deixa o Comando de Operações Especiais do Exército, assumido pelo general de Brigada Mário Fernandes

O governador José Eliton participou, nesta sexta-feira, 10, da solenidade de transmissão do cargo de comandante de Operações Especiais do Exército Brasileiro, na sede do Comando, no Jardim Guanabara, em Goiânia.

O cargo, que foi transmitido do general de Brigada Sérgio Schwingel para o general de Brigada Mário Fernandes. Um dos agradecimentos especiais, feito pelo general Schwingel em seu discurso de despedida, foi ao governador José Eliton pelo apoio e parceria entre o Governo de Goiás e o Exército Brasileiro, durante sua gestão, desde setembro de 2016.

O governador José Eliton reconheceu o trabalho nacional da brigada tanto pela capacidade técnica quanto pela agilidade de atendimento de sua equipe. “Agradeço Schwingel pelo relevante trabalho prestado nos últimos anos e desejo a Fernandes sucesso à frente do Comando em Goiás”, disse.

A cerimônia, presidida pelo General de Divisão Sérgio da Costa Negraes, Comandante Militar do Planalto, contou com a presença do secretário de Segurança Pública, Irapuan Costa Jr., além de autoridades civis e militares.

O Comando de Operações Especiais é uma das Grandes Unidades Operacionais do Exército Brasileiro em todos os estados. Em Goiás, está localizado na capital. É subordinado ao Comando Militar do Planalto e vinculada, para fins de planejamento, preparo e emprego, ao Comando de Operações Terrestres (Coter), situado em Brasília e integra a Força de Ação Rápida Estratégica do Exército, o que a torna apta a participar de operações em todos os comandos militares de área.

O Comando de Operações Especiais conta com unidades versáteis de apoio e de operações especiais, com efetivos de comandos, operações psicológicas e de forças especiais, com elevados níveis de treinamento, em condições de atuar rapidamente em qualquer ponto do território nacional.

Foto: Marco Monteiro

Encontro

O governador José Eliton recebeu na tarde da última quarta-feira, 8, o general de brigada Sérgio Schwingel e novo comandante do Comando de Operações Especiais do Exército,o general de brigada Mário Fernandes, no Palácio das Esmeraldas

Durante o encontro, que também contou com a presença do oficial de segurança, Cel Emerson Afonso, do Secretário de Segurança Pública, dr. Irapuan Costa Jr, do comandante da Polícia Militar, Cel Silvio Vasconcelos; do delegado-geral da Polícia Civil, André Fernandes e do comandante do Corpo de Bombeiros, Cel Márcio André, foram tratados assuntos da área de Segurança Pública, em Goiás.

Na ocasião, o governador apresentou ao novo comandante o Pacto Integrador, que reúne atualmente 21 estados e que surgiu de uma iniciativa de José Eliton, enquanto secretário de Segurança Pública. José Eliton deu boas vindas ao general Mário Fernandes, agradeceu ao general Sérgio Schwingel, pelo serviço prestado em Goiás e desejou sucesso na nova jornada no Rio de Janeiro.

Ao fim da reunião, o governador José Eliton entregou a comenda da Ordem do Mérito Anhanguera ao comandante Sérgio Schwingel, que não pode comparecer na entrega oficial, realizada na Cidade de Goiás, no último dia 24 de junho. Honrado, o comandante agradeceu ao governador pela medalha e pelo tempo que ficou a frente do Comando de Operações Especiais do Exército.

Perfil do novo comandante

Mário Fernandes nasceu em 23 março 1964, em Brasília, Distrito Federal. Filho de José Hermeudo Monteiro Fernandes (sargento do Exército Brasileiro – in memoriam) e Walfrida Pereira Fernandes, professora e orientadora educacional.

General Mário é casado com Daniela Cabral de Almeida Fernandes. O casal possui três filhos, o 1º tenente de Infantaria Cabral, 25 anos, egresso da Aman em 2015, o aspirante de Infantaria (R2) Fernandes, 21 anos, egresso do Cpor/RJ em 2016, e o pequeno Gabriel, 10 anos de idade.

O novo comandante de Operações Especiais ingressou no Exército Brasileiro em 26 de fevereiro de 1983, na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman).

Possui vasta formação, entre elas, os Cursos Básicos de Paraquedista, Ações de Comandos, Forças Especiais e Avançado de Caçador. É doutor em Ciência e Arte da Guerra na Escola de Comando e Estado-Maior.

General Mário Fernandes foi condecorado com as Medalha Militar de Ouro, Medalhas do Pacificador, da Ordem do Mérito da Defesa, Distintivo de Comando Dourado, do Mérito Santos Dumont, do Mérito Aeroterrestre, das Nações Unidas – Unavem III, entre outras honrarias.

Entre as funções relevantes exercidas na carreira, estão as dechefe do Estado-Maior da 1ª Divisão de Exército (Divisão Mascarenhas de Moraes); e Chefe do Estado-Maior do Comando de Defesa Setorial – Deodoro, durante a Operação Segurança dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

Ele foi, também, comandante da 12ª Brigada de Infantaria Leve (aeromóvel) (Brigada “Fornovo Di Taro”), força de emprego estratégico do exército brasileiro – Guarnição de Caçapava – São Paulo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here