Em ato histórico, José Eliton participa da assinatura da Carta de Regularização Fundiária do Daia

0
880
Foto: Marco Monteiro

Governador resumiu o momento como de “grande importância para Goiás e para o Brasil e que o Governo de Goiás “está presente na transformação” de Anápolis

O governador José Eliton participou na manhã desta terça-feira (14/8) da assinatura da Carta de Regularização Fundiária do Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia). O documento foi assinado por representantes da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), Associação Comercial e Industrial de Anápolis (Acia) e pelo Sindicato das Indústrias Farmacêuticas do Estado de Goiás (Sindifargo). O prefeito de Anápolis, Roberto Naves, também marcou presença.

José Eliton resumiu o momento como de “grande importância para Goiás e para o Brasil, que o Governo de Goiás “está presente na transformação de Anápolis”, nas parcerias e na construção de uma agenda positiva para melhorar a qualidade de vida das pessoas, “é por isso que repassamos recursos para os municípios, é por isso que o Anel Viário está sendo construído, é por isso que inauguramos a unidade prisional, o Case (Centro de Atendimento Socioeducativo), ou seja, um conjunto de ações que impactam positivamente a cidade”, definiu.

O governador assinalou que o Governo de Estado abre mão, por ano, “de R$ 8 bilhões como forma de incentivos fiscais para atrair negócios”, o que garante que Goiás figure “entre os 10 maiores estados do País e tem uma economia diversificada”.

Com o pleno incentivo do Estado, a Companhia de Desenvolvimento do Estado de Goiás (Codego), em ação conjunta com a prefeitura de Anápolis, promoveu, neste ano, a regularização do distrito junto ao município após seus mais 40 anos de existência, beneficiando, assim, todas as empresas ali instaladas. “Agora você pode, por exemplo, fazer um empréstimo e dar o seu imóvel como garantia, isso é segurança jurídica e nós estamos muito satisfeitos com isso”, frisou o presidente da Acia, Anastacios Apostolos Dagios.

A exemplo dessa parceria com o Governo do Estado está previsto, ainda para 2018, o lançamento do novo Polo Industrial de Anápolis, conhecido como “Daia 2”, com capacidade de receber até 76 empresas. Já foram aplicados R$ 13 milhões na aquisição da área e estão previstos mais R$ 11,5 milhões em infraestrutura urbana, num somatório aproximado de investimentos de R$ 25 milhões.

Codego
O Governo de Goiás investe, por meio da Codego, no dinamismo da economia, na desburocratização e atração de novas empresas para o Estado, o que resulta na geração de empregos e no avanço contínuo da qualidade de vida da população. São mais de R$ 760 milhões aplicados em obras de grande porte, como o Centro de Convenções, presídio, Anel Viário, rodovias, saneamento básico e abastecimento. Só em saneamento são mais de R$ 224 milhões aplicados.

Anel viário
Para dar suporte ao escoamento da produção e descongestionar o trânsito da BR-153 e do Centro de Anápolis, o Governo de Goiás está concluindo 7,7 quilômetros do Anel Viário, com investimentos da ordem de R$ 15,5 milhões. Os outros 15 quilômetros são de responsabilidade do Governo Federal.

Distrito Agroindustrial de Anápolis (DAIA)
O Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia) foi criado em 1976 com o objetivo de agregar valor à produção agropecuária e mineral da região, e conta, atualmente, com 170 empresas, sendo mais de 20 do Polo Farmacêutico.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here