Instituições discutem uso de legenda e Libras nas propagandas eleitorais de Goiás

0
1090
Foto: Divulgação

Objetivo da inclusão é que pessoas com deficiência possam conhecer de forma rápida e direta os candidatos nas eleições deste ano

A Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Politicas Afirmativas (SMDHPA), por meio da Superintendência de Pessoa com Deficiência ou Mobilidade Reduzida, se reuniu na última semana com o Ministério Público de Goiás (MP-GO) e Tribunal Região Eleitoral (TRE) para discutirem sobre a inserção de legenda e interpretação de Libras nas propagandas eleitorais para televisão e orientação aos mesários sobre a melhor forma de fazer o acolhimento das pessoas com deficiência.

O secretário municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas, Filemon Pereira, se reuniu na última semana com o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE), desembargador Carlos Hipólito Escher, e com coordenador estadual de apoio aos promotores eleitorais do Ministério Público de Goiás (MP-GO), Vagner Jerson Garcia.

Durante os encontros, que contou com a presença do superintendente da Pessoa com Deficiência ou Mobilidade Reduzida, Antônio José, foi abordado o uso de legenda e interpretação de Libras nas propagandas eleitorais para televisão e orientação aos mesários sobre a melhor forma de receber as pessoas com deficiência.

Segundo o titular da SMDHPA, Filemon Pereira, o objetivo da adequação é levar mais informações sobre os candidatos a um número cada vez maior de pessoas com algum tipo deficiência. “É um cidadão que merece ter o mesmo acesso, análise e crítica, só assim podem escolher o melhor para o seu futuro e o de nosso país”, afirma.

O representante do Ministério Público Vagner Jerson Garcia explicou que, por não se tratar de uma obrigação legal, a instituição não pode cobrar a adequação, mas pode recomendá-la. Tal providência, lembrou o promotor, só pode ser feita depois do prazo de registro de candidatura, no dia 15 de agosto. Após essa data, com os partidos e candidatos definidos, a recomendação poderá ser endereçada a cada um dos participantes do pleito.

Durante o encontro com o presidente do TRE de Goiás, ficou acordado que os mesários participarão de uma palestra de capacitação sobre como acolher o eleitor com deficiência.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here