“Nosso plano de governo é completo, factível e exequível, em todas as dimensões”, disse José Eliton em sabatina na Fieg

0
646
Foto: Divulgação

“Essas propostas mirabolantes se assemelham ao canto da sereia, que vem para encantar os navegantes para o precipício que os aguarda”, disse, em crítica a oposição

Em Sabatina realizada pela Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), na tarde desta segunda-feira, 13, o candidato ao Governo de Goiás, governador José Eliton, afirmou que apresentará, nos próximos dias, um plano de governo completo, factível e exeqüível, em todas as dimensões. Ele criticou propostas demagogas de candidatos da oposição, ressaltando que parecem não conhecer a realidade fiscal de Goiás, e acrescentou que responde às críticas “com o Estado funcionando diariamente”.

“Estamos falando com seriedade com a população sobre o que é possível ser feito. Tenho convicção de que Goiás cresceu com passos seguros e firmes, devido à seriedade no trato da coisa pública. Goiás cresceu de maneira extraordinária, e me proponho a ser instrumento do passo seguinte desse crescimento”, afirmou.

Em seguida, criticou o que chamou de promessas demagógicas por parte da oposição, citando como exemplo a de aumento, no dia 1º de janeiro, do salário dos soldados de primeira classe. “É de se perguntar: qual será a mágica que será feita? Hoje o impacto, caso numa canetada se faça isso, seria de R$ 104 milhões por ano para os cofres públicos. Todo o custeio que temos com programas sociais seria representado numa canetada dessa. Essas propostas mirabolantes se assemelham ao canto da sereia, que vem para encantar os navegantes para o precipício que os aguarda”, comparou.

José Eliton elencou as inúmeras obras e projetos realizados em Goiás e falou sobre suas propostas para continuar à frente do Governo nos próximo quatro anos. Destacou a recuperação da atividade econômica de Goiás depois da maior recessão na história do País, que, segundo ele, se deu graças ao excelente diálogo e às parcerias entre o governo do Estado e o setor produtivo goiano.

Ele também reiterou a importância da experiência e da abertura ao diálogo, característica das gestões do ex-governador Marconi Perillo, e lembrou que foi ouvindo que Marconi construiu o fórum empresarial.

Foto: Divulgação

Veja os pontos abordados por José Eliton e as respostas aos questionamentos da sabatina.

Economia

O governador José Eliton afirmou, na sabatina, que a economia de Goiás está entre as que mais crescem no País. “Nosso PIB passou de R$ 21 bilhões, em 1998, para R$ 201 bilhões, em 2018. Entre 1998 e 2017 a economia goiana cresceu 89,7%, acima da média nacional de 55%”, disse.

José Eliton também destacou o crescimento e modernização da indústria goiana, que segundo ele, se diversificou nos últimos 20 anos com avanço da produção dos polos automotivo e sucroenergético.

O governador citou ainda o polo farmacêutico de Goiás, que é o segundo maior do País. “Já no agronegócio, podemos destacar a produção de grãos que mais que triplicou em 20 anos com uma expansão de 235%, sendo a média nacional  um crescimento de 140%.”, falou José Eliton.

Em relação às exportações, José Eliton que em Goiás o crescimento saltou de US$ 381 milhões em 1998 para US$ 6,9 bilhões em 2017. “Este ano devemos chegar a US$ 8 bilhões. Goiás dobrou o número de países para quais exporta: de 87 para quase 170”, sublinho o governador ressaltando que a balança comercial de Goiás é positiva há 53 meses consecutivos.

Investimentos

Sobre incentivos a novos investimentos, José Eliton disse que Goiás tem uma forte política de incentivo aos investimentos privados, uma das mais agressivas e modernas do País. “Nos últimos 20 anos o Produzir já financiou mais de 2 mil empresas, que investiram R$ 44 bilhões e geraram mais de 216 mil empregos formais em Goiás”, falou o governador ao afirmar que neste ano já foram aprovados incentivos fiscais para mais de 50 empreendimentos em Goiás, que segundo ele, vão gerar investimentos de R$ 1,4 bilhão e 2 mil empregos diretos

Pequenos empresários

Ao falar sobre as micro e pequenas empresas, José Eliton explanu que mais de 21 mil empresas no Estado receberam financiamento da GoiásFomento, com volume superior a R$ 609 milhões, possibilitando a geração de 60 mil empregos. “O Banco do Povo está presente hoje em 216 municípios goianos e ofertou mais de R$ 233 milhões em microcrédito, que geraram 165 mil postos de trabalho”, explicou.

Empregos

Para o governador José Eliton, o forte desenvolvimento da economia goiana gerou milhões de empregos formais. Ele explica que em 1998 eram apenas 580 mil trabalhadores com carteira assinada e agora já são mais de 1,5 milhão de trabalhadores no mercado formal. “A taxa de crescimento de empregos formais em Goiás é de 5% ao ano, uma das maiores do País. Somente mo primeiro semestre deste ano foram criados mais de 31 mil postos de trabalho com carteira assinada”, falou Eliton ao garantir que Goiás é o quinto Estado no País em geração de empregos formais

Educação 

Um dos principais pilares governo, segundo José Eliton, é oferecer Educação de qualidade para mais de 500 mil crianças e jovens nas mais de 1 mil escolas da rede estadual. “A educação pública de Goiás está entre as três melhores do País, segundo o Ideb do Ministério da Educação”, disse.

Durante a sabatina, o governador elencou as principais obras entregues durante os governos Marconi Perillo e José Eliton na área da Educação. “Inauguramos neste ano 20 Escolas Padrão Século 2. Reformamos 450 escolas da rede estadual. Adquirimos 300 mil conjuntos de carteiras e cadeiras escolares. Repassamos neste ano 7,5 mil novos computadores para as escolas. Ampliamos a Patrulha Escolar. Está em implantação o videomonitoramento de 300 escolas na Região do Entorno, além da implantação do aplicativo PALMA NA MÃO, com mais de 120 mil acessos por mês de alunos, pais e professores”, enumerou José Eliton.

Ensino Superior

Ainda sobre Educação, mas agora falando sobre o Ensino Superior, o governador José Eliton disse que a Universidade Estadual de Goiás (UEG) G trouxe uma nova e promissora realidade no ensino superior do Estado, beneficiando um grande número de municípios goianos com seus 41 campus, ênfase nas especificidades regionais e cursos de graduação e pós-graduação nas mais diversas áreas de conhecimento.

“A UEG implementou Programas Especiais como o Programa de Licenciatura Plena Parcelada que proporcionou a formação, em nível de graduação, a milhares de professores das redes estadual, municipal e particular. Sem falar no Programa UEG em Rede, que vai universalizar o acesso e a participação da educação superior públicana vida de todos os municípios goianos”, falou José Eliton ao afirmar que o programa vai abrir possibilidades para que mais goianos tenham a oportunidade de transformar o seu sonho em realidade.

José Eliton também citou em sua explanação, a A UEG Faculdade de Esporte Eseffego, que segundo o governador, é focada na formação de atletas de alto rendimento. “São 800 alunos de graduação e 200 de pós-graduação, além de centenas de pessoas da comunidade atendidas pelos projetos de extensão da unidade, que oferece três graduações e quatro especializações”, sublinhou.

Segurança Pública

Em relação à Segurança Pública, José Eliton disse que foram investidos mais de R$ 3 bilhões por ano na área. “Temos aumentado a sensação de segurança da população goiana. Reduzimos 11 dos 12 indicadores criminais nos últimos 8 meses. Ampliamos e modernizamos a frota com mais de 500 novas viaturas e aumentamos o efetivo da Polícia Civil e da Polícia Militar em mais de 2,5 mil homens e mulheres”, falou.

O governador também citou a construção de dois novos presídios, em Anápolis e Formosa e de acordo com ele, outros 3 serão entregues nos próximos meses. “Criamos ainda o Batalhão do Terminal, que reduziu em até 80% roubos e furtos nos maiores terminais de ônibus da Grande Goiânia”.

Saúde

Na área da Saúde, José Eliton garantiu que Goiás tem uma das melhores redes públicas de hospitais do País, com centros de excelência como Hugol, Hugo e Crer. “Temos 9 grandes hospitais de urgências na rede estadual na capital e interior e outros 3 estão em obras. Implantamos o Terceiro Turno nos hospitais da rede estadual, em que de abril até julho, foram mais de 21 mil atendimentos entre consultas, exames e cirurgias”, destacou.

Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here