Pipa sem cerol | Campanha evita acidentes

0
2714
Foto: Divulgação

Em 50 dias, guarda civil metropolitana recolheu cerca de 600 latas e carretéis de linhas

Núbia Alves

Na última quinta-feira, dia 9, foi realizada a cerimônia de encerramento da campanha Pipa sem Cerol, uma iniciativa da Guarda Civil Metropolitana (GCM) em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e Esporte (SME) de Goiânia. O Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Irmã Lídia, na Vila São José, sediou o evento.

Durante a ação, foram apresentados os resultados da ação deste ano, que, em 50 dias de campanha, recolheu cerca de 600 latas e carretéis de linhas com cerol, chilena e indonésia, num total de 70 mil metros de material. Durante a campanha, além da apreensão do material, foram feitas palestras a fim de orientar, de forma objetiva, sobre os riscos de soltar pipas utilizando o cerol e a forma como isso pode atingir e ferir a população.

Para o comandante da GCM, Inspetor José Eulálio, a parceria entre as pastas da administração municipal foi de fundamental importância para o sucesso da ação, que não registrou nenhuma ocorrência com pipas com cerol.

“Ficamos muitos felizes em encerrar a campanha sem nenhum registro de feridos” – Inspetor José Eulálio

“Ficamos muitos felizes em encerrar a campanha sem nenhum registro de feridos. A população nos agradece sempre pela preocupação com esses materiais letais. Com parcerias com a Secretaria Municipal de Educação e Agência Municipal de Turismo, conseguimos orientá-los para que não tivéssemos nenhuma vítima em 2018”, disse.

Foto: Divulgação

O encerramento contou com apresentações da banda de música da Guarda Civil Metropolitana, do grupo Anjos da Guarda e contou com ginástica cantada, atividade pedagógica realizada por professores da Gerência de Projetos Educacionais da SME. Além dos educandos do Cmei Irmã Lídia, a instituição recebeu alunos de outros três Cmei da região: Residencial Itamaracá, Vila São José e Setor Progresso.

A professora Maria da Luz Ramos, gerente do Departamento de Projetos da SME, destacou a participação da Educação na ação, que engloba justamente as palestras de conscientização nas unidades educacionais de Goiânia. Ela endossou a fala do comandante da GCM, enaltecendo a parceria de sucesso entre as pastas.

“Nossa participação se dá no momento em que os Anjos da Guarda vão na escola para fazer palestras conscientizando as crianças sobre o uso do cerol. Nossa intenção é que as crianças tripliquem o cuidado na hora de soltar pipa. Temos que orientar para o uso correto da linha tradicional”, declarou.

Foto: Divulgação

As propostas da campanha Pipa sem Cerol foram encerradas em agosto, mas as ações de palestras e prevenções continuam até a chegada do período chuvoso. Desde o ano de 2016, de acordo com a GCM, Goiânia não registra nenhum caso de vítima fatal com o uso das linhas cortantes.

Sucesso

Em 2010, o cerol fez 47 vítimas, com quatro mortes; no ano de 2011, houve uma morte; em 2012, não houve vítima fatal; já em 2013 aconteceu a morte da jovem Gleice Évelyn, 22, moradora da região Oeste de Goiânia. No ano de 2014, Goiânia não registrou nenhum acidente fatal; em 2015 houve o registro de uma morte; em 2016, 2017 e 2018 não houve vítima fatal.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here