Linha Direta | Candidaturas no interior para encorpar campanha

0
753

Os nomes que participam da disputa eleitoral em Goiás apostam em crescimento das candidaturas já nestes primeiros dias de campanha. Os governadoriáveis pretendem concentrar as agendas de visitas ao interior do Estado já na largada para depois dar ênfase às gravações do programa eleitoral. Tanto nas maiores quanto nas menores candidaturas, a estratégia é usar os primeiros dias para motivar a militância na busca de votos. As maiores são as mais ambiciosas. Ronaldo Caiado (DEM), que lidera as pesquisas de intenção de voto, buscará atrair a atenção do eleitor insatisfeito. José Eliton (PSDB), que equilibra governo e campanha, pretende mostrar o legado do Tempo Novo e que ainda há espaço para novos avanços. E Daniel Vilela (MDB), embalado pela conquista do apoio do PP, também espera captar a atenção dos que estão descontentes com a atual gestão. Com isso, espera crescimento nas próximas pesquisas a serem divulgadas.

“Se um político vem até você querendo comprar o seu voto, ele já tem a semente da corrupção”, Dom Messias, Bispo De Uruaçú, durante missa em Muquém

Sabatinas

Entidades de classe preparam sabatinas com os candidatos ao governo de Goiás. Empresários ligados a alguns setores da economia goiana informaram à coluna que até a virada do mês, governadoriáveis serão chamados para receber propostas de segmentos e debatê-las. Na última semana, os três principais candidatos foram à Fieg.

Articulações

Se, por um lado, candidatos já estão nas ruas pedindo votos nas eleições gerais de 2018, advogados já atuam nos bastidores para o fortalecimento dos projetos para a eleição da OAB-Goiás. O pleito será em novembro.

Substituição

O vereador Divino Rodrigues (PROS) assumiu o mandato no lugar de Vinicius Cirqueira (PROS), que se licenciou para disputar as eleições de outubro. Divino Rodrigues foi vereador na legislatura passada.

Bronca

O novo presidente da Câmara Deliberativa de Transporte Coletivo (CDTC), prefeito de Trindade, Jânio Darrot (PSDB), reclamou durante reunião de instalação do Codemetro que a Câmara apenas se reúne para aumentar tarifa. Ele propõe mudanças.

Indefinição

A Câmara de Vereadores de Goiânia deve analisar nesta semana projeto que promove alterações no Instituto de Previdência dos Servidores (IPSM). Servidores não concordam com aumento no pagamento das alíquotas, mesmo de forma escalonada nos próximos anos.

1 Saneamento

A partir desta segunda-feira, 20, será iniciada pela Prefeitura de Goiânia consulta pública sobre para a construção do Plano Municipal de Saneamento. O processo é organizado pela Agência Goianiense de Regulação (AGR).

2 Embasamento

O instrumento vai ser fundamental para o prefeito da capital, Iris Rezende (MDB), decidir se vai ou não renovar o contrato de concessão dos serviços de água e esgoto com a Saneago.

3 Mudanças

O tom do prefeito Iris Rezende em relação à renovação da concessão com a Saneago é diferente de 2016. Durante o processo eleitoral, o então candidato a prefeito endureceu o discurso contra o serviço prestado pela estatal. Hoje as críticas são menores.

Desabafo

Ao receber apoios no diretório estadual do MDB, o nome do partido para a disputa ao governo de Goiás, Daniel Vilela reclamou em discurso que as coligações adversárias fizeram de tudo para desidratar a candidatura dele. O emedebista disse que a primeira etapa foi vencida, com a estruturação de uma coligação competitiva. Daniel declarou que já nas próximas pesquisas eleitorais poderá apresentar percentuais maiores.

Cresceu

Aumentou o número de pessoas que vão se candidatar nas eleições em todo o país em 2018. São 27 mil 285 candidatos no atual pleito para governadores, deputados e senadores, contra 26 mil 162 em 2014.

Subiu

Em Goiás, o número não foi relevante. Houve uma leve alta. Em 2014 foram 1.060 candidatos. Este ano foram 1.072 registros feitos, 12 a mais.

Fazendo as contas

811 pessoas se candidatam para o cargo deputado estadual em Goiás, o que dá uma média de 19,78 candidatos por vaga. Para a Câmara foram 211 postulantes, 12,41 candidatos por vaga.

Reeleição

Dos 41 deputados estaduais, apenas um não participa das eleições de 2018. Marquinho Palmerston (PSDB) é o único que não disputa reeleição nem outro cargo.

Mau exemplo

A Assembleia Legislativa de Goiás terminou mais uma semana com baixa frequência. No último dia de sessões, apenas quatro deputados apareceram. Foco na campanha eleitoral.

Liberado

Com o começo da campanha, candidatos aproveitam o espaço nas redes sociais para colocar o ‘santinho eletrônico’ para divulgar o número cadastrado e pedir votos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here