Sedetec adia realização do Curso de Hortas Urbanas

0
607
Foto: Internet

Data de início da formação foi agendada para o dia 17 de setembro. Mudança possibilitará ao órgão promover algumas adequações necessárias à formação

O Curso de Hortas Urbanas, que teria início nesta quarta-feira, dia 29, foi remarcado para a segunda quinzena do próximo mês. A mudança; segundo a Diretoria de Abastecimento e Agricultura Familiar, que compõe a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia (Sedetec); possibilitará ao órgão promover algumas adequações necessárias à formação, a qual foi reagendada para os dias 17, 18 e 19 de setembro.

Ainda há vagas para o curso, que continuará com inscrições abertas até o dia 14 de setembro. O interessado deve procurar, na sede da Sedetec, que está localizada na Avenida do Cerrado, nº 999, Park Lozandes, Bloco B, a diretoria responsável para se inscrever. Para garantir a participação no curso, devem ser apresentados os documentos de Identidade, CPF e comprovante de endereço.

Segundo o diretor Rodrigo Miranda, o curso será ministrado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e terá duração de 24 horas. Conteúdo será repassado das 8h às 12h e das 14h às 18h, entre quarta e sexta-feira, com intervalos para almoço e lanche, refeições que serão oferecidas pela Sedetec gratuitamente. Para maior conforto e proteção contra o sol, o aluno deve usar roupas adequadas para o ambiente, além de botina, chapéu ou boné. Após conclusão do curso, todos recebem certificados.

Esta será a quinta turma formada pela Prefeitura de Goiânia e ação compõe o Projeto Horta para Todos, o qual foi idealizado pela primeira-dama da Capital, Íris de Araújo. Um total de 45 pessoas já participaram desta aprendizagem e, hoje, multiplicam o conceito das hortas comunitárias em suas regiões, bem como atuam como orientadores também.

Para o titular da Sedetec, Ricardo De Val, “é com a ajuda e o empenho dessas pessoas que vamos garantir a perpetuação de todos esses ensinamentos que repassamos aos alunos durante o curso na horta modelo, a qual – na verdade – é uma horta escola. Um ambiente capaz de provocar intensas mudanças na cidade, visto que cada participante será um propagador das ideias de preservação e ocupação de áreas ociosas”, explica o secretário.

Sobre a importância de ser fazer hortas urbanas na cidade, o diretor Rodrigo Miranda afirma que há inúmeros motivos para que o goianiense seja adepto desta prática. “Há a questão de se cultivar alimentos saudáveis e livres de agrotóxicos para famílias em situação de vulnerabilidade social e risco alimentar. Além disso, é uma ação que favorece o meio ambiente, já que a intenção é levar essas hortas a terrenos que não estão sendo devidamente aproveitados. Promove ainda o embelezamento do município, a purificação do ar e a cooperação social entre as pessoas que têm acesso a uma horta comunitária”, finaliza o diretor.

Conteúdo

Durante o Curso de Hortas Urbanas, os alunos recebem ensinamentos teóricos sobre medidas e espaçamentos, aula que compõe a primeira etapa da formação. Posteriormente, a prática é aplicada aos participantes, que são orientados sobre as técnicas para implantação de uma horta, como fazer adubação orgânica e química, além da calagem, preparo de solo, preparo de canteiros e plantio de mudas. Eles também aprendem de forma mais aprofundada como funciona uma horta urbana e quais são seus benefícios, sendo instruídos sobre o combate de pragas com uso de caldas e extratos naturais, que é uma forma de garantir a produção de um alimento mais saudável para toda a família.

SERVIÇO

Quinta edição do Curso de Hortas Urbanas já está com inscrições abertas
Data do curso: 17, 18 e 19 de setembro de 2018
Local: Horta Modelo do Paço Municipal
Endereço: Avenida do Cerrado, nº 999, Park Lozandes
Contato: (62) 3524-5736

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here